O que fazer, além de emitir nota oficial, contra a arbitragem?




http://og.infg.com.br/in/5886542-1b7-8fe/FT1500A/550/2012082013089.jpg

Depois de ser prejudicado mais uma vez no Campeonato Brasileiro de 2015, o Flamengo emitiu uma nota oficial falando sobre a arbitragem.  Embora eu tenha a impressão que essas notas oficiais não surtem nenhum efeito prático, não consigo visualizar uma outra forma do Flamengo se manifestar nesse momento.

Claro que, para ter essa visão, eu parto do pressuposto que não há nenhuma combinação para prejudicar o Flamengo. Se eu achasse (ou tivesse a certeza como muitos tem) que os erros de arbitragem são de propósito por causa da oposição que o Flamengo faz a CBF e toda a estrutura do futebol atual do Brasil, eu não acompanharia o campeonato.

Da nota oficial, que é importante para marcar o posicionamento do clube porque são erros seguidos e que determinaram resultados de partidas,  teve uma coisa que me chamou a atenção: a representação em cima do árbitro da partida contra o Palmeiras.  Embora possa parecer uma represália em cima de um árbitro apenas, acredito que ações como essas (não só do Flamengo, mas de todos os times que se sentirem prejudicados) possam fazer a arbitragem agir de forma menos prepotente e com mais atenção. Além disso, tomara que ajude a melhorar a qualidade da arbitragem do futebol brasileiro que não pode ser considerada boa com um tantão de erros que ocorrem toda semana.

Leia a integra da Nota Oficial

O C.R. Flamengo vem, por meio desta nota, ratificar o total descontentamento e repúdio a respeito da arbitragem dos jogos que disputou no Campeonato Brasileiro de 2015.

Desde o início da competição, os erros cometidos contra o clube têm se repetido e, acumulados, comprometem sensivelmente o desempenho de nossa equipe na tabela de classificação. Não bastasse a aparente falta de critério nas advertências e nas marcações de penalidades dentro de campo, este ano tivemos o desprazer de sofrer um gol até de uma bola que veio de fora do campo.

Reconhecido pelo Governo, sociedade civil e imprensa como praticante de uma política de honestidade, austeridade, transparência e clareza absolutas, a diretoria do Clube de Regatas do Flamengo entende que a arbitragem é passível de erros, que não existe aferição indefectível e que até haja quem considere esta imperfeição uma das "belezas" do futebol. O próprio C.R. Flamengo já foi favorecido em um lance contra o S.C. Internacional. Não vemos demérito em reconhecer. Sabemos que errar é humano. Mas insistir no erro não.

As coincidências fazem com que associados, torcedores e até jornalistas se perguntem e nos perguntem se não há, em tamanha recorrência, uma perseguição, um favorecido ou um interesse. Preferimos acreditar que não, apesar de já termos vivido as mesmas suspeitas por problemas semelhantes e em menor escala de importância no último Campeonato Carioca.

Por isso, no dever de defender os interesses do C.R. Flamengo e do jogo limpo como um todo, entraremos formalmente com uma representação contra o senhor Igor Benevenuto, árbitro das desastrosas decisões (ou indecisões) do último jogo contra a S.E. Palmeiras, em todas as instituições possíveis. Inclusive na FIFA, se possível. Entendemos que o referido árbitro simplesmente não está preparado para figurar entre os aspirantes da entidade.

E, por último mas não menos importante, o C.R. Flamengo solicita à Confederação Brasileira de Futebol e à Comissão Nacional de Arbitragem, além de uma maior atenção ao que está diante de tudo e todos e simplesmente não pode mais ser ignorado, um compromisso com a imparcialidade que dignifica o esporte mais popular do planeta e tão maltratado por aqui.

Apesar do Flamengo.

Conselho Diretor C.R. Flamengo


Para você que acha que o Flamengo é o clube das notas oficiais inuteis, qual outra atitude o time deveria tomar, que funcionasse na práticapara melhorar todo esse quadro de prejuizo?


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.