Vini, Vidi, Vici!



Nem quis ver. Sei que rolou despedida na Fla TV pro Gerson o 8 do Flamengo de 19. Mais um que vai embora para minha tristeza e para me deixar ainda mais saudosa dos momentos maravilhosos de um Flamengo que não teremos mais. 

O cara que chegou aqui com muita vontade de fazer a diferença, que comemorou a contratação nas ruas de Roma e que jogou demais com a lendária 8 do Flamengo. Ele vai fazer falta. 

Infelizmente, o Flamengo ainda não é um clube para craques de bola no auge da carreira, financeiramente falando. Com o real desvalorizado, a historia de clube fornecedor fala mais alto e a gente precisa entender isso. Gerson está nesse patamar. 

Ainda assim, o Gerson faz parte de um grupo seleto de jogadores que completaram um ciclo de conquistas no Flamengo e que vai ser lembrado por muito tempo como referência de talento e dedicação ao Manto. Ele veio e conquistou. 

Você pode lembrar do Gerson como o Coringa, vai fazer o Vapo pra homenageá-lo, mas a frase do título desse post o descreve a linda passagrm que ele teve por aqui.

Vini, Vidi, Vici! 

Boa sorte, Gerson. Seja feliz e, quando voltar, volte pra casa. 

Um blablabla que não tem fim!




Não é de hoje que a CBF e o Flamengo se estranham. E te garanto que continuará assim por um bom tempo. Cabe ao Flamengo, trem pagador do futebol brasileiro, colocar a CBF no seu devido lugar.

Há quem ache que o rubro negro é arrogante ao se considerar o trem pagador do futebol brasileiro. Mas me diz aí: contra quem o time sem tanto apelo popular joga e consegue patrocínio pontual?  Contra quem o adversário joga o jogo da vida porque é a grande chance de aparecer para o mercado?  Obviamente, ter essa posição no futebol traz prós e contras e o Flamengo vem abraçando os contras injustos e os prós mais justos.

Como se não bastasse ter tirado dois titulares do Flamengo para uma Copa América esvaziada que sem apelo popular, a CBF convocou o Pedro para as Olimpíadas, mesmo com o clube avisando que não o liberaria. Sim, diferente da Copa América, as Olimpíadas não é data fifa, que o clube é obrigado a liberar jogador.

O Flamengo avisou que não liberaria o Pedro justamente por causa dos desfalques provocados pela Copa América. Não só Everton Ribeiro e Gabigol estão servindo o time da CBF. Há os estrangeiros que estão com as seleções, como Arrascaeta e o Isla.



Como se fosse um cabo de guerra, o Flamengo diz que não libera o jogador, a CBF o convoca e o Pedro, que merece a convocação porque vem fazendo um belo trabalho no clube, fica no meio desse imbróglio, querendo ir para as Olimpíadas mas tendo que respeitar quem paga o salário dele.

A gente pode reclamar da CBF, a CBF pode fazer o papel de vilã, o Flamengo pode defender os seus direitos e pleitear a criação de uma Liga que tira o poder da CBF. Inúmeras coisas ainda podem (e devem) acontecer envolvendo CBF e Flamengo.

Porém, uma coisa a gente tem a certeza: esse blablabla está longe do fim.

Ao Pedro, meus parabéns pela convocação.

2/38: Dia de Vapo!


Foi o segundo jogo do Flamengo no Brasileiro, mesmo sendo da terceira rodada. A vitória veio, com gols de Bruno Henrique e Rodrigo Muniz, a boa atuação aconteceu e pelo quarto jogo seguido, a defesa, que é a maior preocupação da torcida, não sofre gol. Para completar, só mesmo falando que foi o dia do Vapo, o dia que o Gerson só não balançou as redes. Jogou demais o 8 do Mengão. 

Entramos em campo com o time todo desfalcado e nem por isso o Flamengo deixou de jogar como vem jogando com os titulares. Com Vitinho procurando jogo e Bruno Henrique bem, o 1x0 foi questão de tempo. O segundo gol foi do Rodrigo Muniz, numa típica jogada de centroavante. 

Mas antes (e depois também) de sair esse gol, tivemos show de bola do Gerson. Teve bola no travessão, teve defesa dificil de goleiro, teve passes que atacantes não aproveitaram e teve entrevista no fim do jogo em tom de despedida. Seja feliz, Gerson. Muito Vapo pra você! 

Outras coisas aconteceram nesse jogo. Poderia falar do penalti não marcado em cima do Ryan, mesmo com VAR a disposição. Poderia falar que o meu coração de torcedora se acalma com Diego Alves e Rodrigo Caio na defesa. Poderia falar que o time do Rogerio Ceni vem melhorando o desempenho, independente  dos  jogadores que estão em campo. 

O Flamengo vem melhorando e isso é bom demais. 

Nosso próximo jogo é contra o Coritiba, pela Copa do Brasil. É o segundo jogo, da classificação. 

É meu maior prazer, vê-lo brilhar!