Principais momentos da entrevista do Eduardo Bandeira de Mello






É díicil eu consegui pegar alguma entrevista de alguém do Flamengo na televisão. Não sou adepta a grande maioria dos programa esportivos porque  acho que as pessoas que lá estão falam muita besteira. Porém, ontem, me rendi a um deles porque fui avisada que o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, estava lá. Ele falou de várias coisas e achei esse resumo aqui para mostrar o que ele falou:
Confira os principais momentos da entrevista:
INVESTIMENTOS E AUSTERIDADE FINANCEIRA
"Já estava previsto esse investimento. Deixando claro que a situação do Flamengo está longe de estar confortável. Em 2013, quando assumimos, estava caótico, e trabalhando nessa austeridade, 2014 foi melhor que 2013, 2015 está sendo melhor que 2014, mas os anos que virão serão melhores que 2015. Fixamos a contratação, mas tudo isso com os pés não chão. Isso não significa uma quebra de nossa política. As contas do Flamengo são abertas e transparentes. Mas nossa situação ainda está longe do que a torcida do Flamengo merece. Foi autorizado pelo conselho e pelo administrativo um endividamento voltado ao futebol. Mas isso depende de negociações. A coisa do Guerrero houve uma oportunidade, a desistência do Corinthians, aí o Flamengo contou seus tostões e conseguiu viabilizar."
DIVISÃO DE COTAS
"Se alguém quer a Liga para dividir o dinheiro e avançar em cima das cotas do Flamengo, isso não vai acontecer. A liga serve para discutir sobre melhorias para os clubes, não necessariamente contra a CBF. Mas a questão das cotas é com a negociação com a TV. Não adianta imaginar que um clube que não tem audiência vai ter uma cota semelhante ao Flamengo. Se a TV não tem interesse (nos outros), vai passar Flamengo, vai passar Corinthians."
GUERRERO
"O Guerrero não estava disponível no início do ano. Estava arrebentando no Corinthians e seria impossível sonhar com uma contratação dessas. No início do Brasileiro você tem a Seleção (Peruana), a Copa, o ideal era ele estar jogando conosco, mas é melhor poder contar com Guerrero na 11ª rodada do que um jogador de segunda linha, que poderíamos trazer no início. Ainda assim, eu acho que ele vai conseguir nos ajudar a melhorar nossa performance."
ESTRUTURA DO DEPARTAMENTO DE FUTEBOL
"A administração do Flamengo é totalmente profissional. Tem os vices, que não são remunerados, mas o único dirigente não remunerado de dedicação exclusiva, sou eu. A administração é totalmente profissional. Tem o diretor geral, Fred Luz, e o Rodrigo, que é o principal executivo do futebol. Temos o conselho também. Esse conselho do futebol é composto por três, quatro desses vices-presidentes que nos ajudam a tomar as decisões estratégicas, não as do dia-a-dia. Uma contratação como a do Guerrero não é decidida por mim. Se eu tenho tanta gente boa que pode ajudar o Flamengo nas decisões da parte estratégica, porque não vou usar isso? Tenho certeza que o Rodrigo (Caetano) tem autonomia para demonstrar o trabalho que o consagrou em outros clubes."
DEMISSÃO DE VANDERLEI LUXEMBURGO
"Não tenho nada contra o Luxemburgo. Ele tem um belo trabalho no Flamengo, tem raízes rubro-negras. Desejo sucesso no seguimento da carreira dele. (Sobre as críticas à direção do Flamengo) Acho que é não é pra ficar chateado, é a opinião dele, que a gente tem que respeitar. Bola pra frente. (A demissão) Foi uma decisão consensual do comitê gestor. Ninguém tem absolutamente nada contra o Vanderlei, temos o maior respeito pelo trabalho dele."
NOVO ESTÁDIO
"Existe a possibilidade. Estamos avaliando uma revisão dos termos do contrato com o Maracanã. Se pudermos considerar o Maracanã como nossa casa, em bases favoráveis a nós, essa discussão muda de patamar. Podemos ter um estádio menor, para abrigar eventos menores, e, aí, o Maracanã poderá ser o nosso estádio. Se o Maracanã não chegar a algo que seja viável para nós, temos partir para um estádio de maior proporção. Essa possibilidade do estádio pequeno na Gávea seria mantida. Possibilidade de construir um estádio de maior porte na Gávea é de difícil aprovação. Dificilmente a gente poderia viabilizar nesse momento, mas o torcedor pode ficar tranquilo que estamos avaliando e teremos mais novidades, em breve, sobre isso.
Sempre quando eu vejo uma entrevista do Eduardo, eu tenho orgulho danado. Sabe aquela coisa que é o presidente que o Flamengo merece, pelo momento que está passando?  Que bem fez ao Flamengo a turma da Paty ao vetar a candidatura do Wallim, hien?
Saudações!
Retirado daqui


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.