O #FlaMarketing apareceu!







http://futebolmarketing.s3.amazonaws.com/wp-content/uploads/2012/02/flacamisa_lp_0602127.jpg

O marketing do Flamengo lançou uma cara para falar do seu desempenho nesses 22 meses de gestão do presidente Eduardo Bandeira de Mello. Numa carta assinada pelo BAP, o vice-presidente de Marketing, expõe ações licenciamento,  patrocinadores, lojas, bilheteira, reconhecimento no mercado, sócio torcedor além e exaltar o baixo custo do próprio departamento.

A carta, muito bem redigida e mostrando o que se tinha antes e o que se tem agora, me deixou com a impressão de como éramos ruins. E que ainda há caminho para chegar perto do ideal. As muitas conquistas, se considerarmos o que tinha, beira ao inacreditável. Um exemplo: a carta exalta que agora o Flamengo recebe $$$$ de lojas oficiais e que antes não o recebia. Você consegue imaginar uma coisa dessa? A inadimplência dos parceiros foi reduzida e quase que dobrou a receita de licenciamento.

Leia a carta completa

Os ganhos na bilheteria, que são exaltados na carta e é um ponto de atrito  entre torcedor que frequentam os jogos e essa diretoria, faz o Flamengo ser a maior receita de bilheteria entre clubes brasileiros. Dizem que em 2013/2014 foram R$ 87 milhões e que em 2015 projetam R$ 50 milhões. Ou seja, não vem diminuição de preço de ingresso por aí.

Os dois pilates desse trabalho, até pelos resultados obtidos, são o reconhecimento do mercado e o sócio-torcedor.  O reconhecimento do mercado (inclusive a conquista do prêmio de transparência da Pluri) e o esforço para melhorar a imagem tão arranhada do Flamengo nos últimos anos fazem dessa gestão um exemplo nessa área. Não há como negar o quanto a imagem do Flamengo estava ruim, inclusive sem patrocinador master num ano inteiro em anos passados. E isso não é sorte, isso não é a toa.

A menina dos olhos é o programa Nação Rubro Negra. Os resultados dele te que ser exaltados mesmo. A melhora que ainda tem que existir nele não tira o mérito do esforço que se tem para aproximar o torcedor do Flamengo. Segundo a carta, ele já levou mais de R$ 50 milhões para um clube que não tinha essa receita. A previsão pra 2015 é de R$ 40 milhões. E lembre-se: para fazer um Flamengo melhor, ele precisa de 'dinheiro novo'. O sócio-torcedor é uma das esperanças desse 'dinheiro novo'.

Não sou profissional de marketing mas acompanho de perto tudo que é feito em relação a isso. Acho que o Flamengo poderia criar mais coisa para atrair sócio-torcedor de fora do Rio, inclusive com jogos de um time B, por exemplo, associando o ingresso a anuidade do sócio-torcedor.  Em jogos do Carioca que sabemos que são esvaziados, dar uma atenção maior ao sócio-torcedor com preços especiais ou promoções de levar uma pessoa, por exemplo.

Há coisas para ser feita, mas muita coisa já foi feita. E só há resultado com trabalho. Trabalho esse que, se muitos não consideram ideal, pelo menos geram frutos.

Saudações!



Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.