A cobrança é válida para quem vive no fantástico mundo de Bob




Desembarque Flamengo (Foto: Raphael Zarko)

Flamengo chegou ao Rio de Janeiro depois da derrota contra o Cruzeiro e teve cobrança da torcida no aeroporto. Feriado, horário e, claro, futebol que o time vem apresentando estimularam essa presença de torcedores. Acho válido, desde que feito um protesto sem violência. Quando eles ganham, jogam bem, conseguem um grande triunfo, não gostam que a torcida vá recepcioná-los, fazer festa? Então na derrota...

Para mim, a cobrança é válida porque os jogadores parecem estar no fantástico mundo de Bob. Se formos ler as entrevistas do Wallace ou do Samir, teremos a certeza disso. O Samir falar, depois de uma derrota, que a cobrança no Flamengo é alta, é de entristecer o torcedor. É 'apequenar' demais o Flamengo. Vitória agora é cobrança alta, Samir? E eu e você sabemos que um time do fantástico mundo de Bob tem que ser cobrado mesmo. A cobrança tira jogadores e dirigentes do mundo de Bob. Bob não gosta de realidade.

A realidade é que o Flamengo tenha um ponto em quinze disputados e JOGOU para isso. E o capitão prefere usar opinião de jogador de rival para se manter no fantástico mundo de Bob. O que foi o capitão usando o que os jogadores do Fluminense falaram para justificar o injustificável? O que foi?

Não dá para aturar discurso de jogador que não assume a responsabilidade do período que o time está passando. Não dá para aturar jogador que finge que está jogando e em péssima fase técnica, sabe-se lá o porquê!

Espero que a cobrança no aeroporto faça os jogadores enxergarem que jogar no Flamengo não é qualquer coisa. O status, a fama, o dinheiro, a estrutura e até mesmo o apoio da torcida tem o seu preço. E o desempenho do time não está pagando nada disso que esses jogadores tem porque o Flamengo dá. A disposição do time em campo está longe de merecer recompensa. A cobrança, do que é devido, não é válida? Quem é que me convencer do contrário?

Observe, que quando eu falo em cobrança, em hipótese alguma defendo a violência. Violência é coisa de bandido e não estou falando de bandido, estou falando de torcida.

Está na hora de deixar o fantástico mundo de Bob de lado, vir para a realidade e começarem a jogar futebol para terem os três pontos.

A torcida do Flamengo cobra craque e cobra pereba. Cobra respeito, cobra desempenho. Cobra raça!

A torcida do Flamengo apoia craque e apoia pereba. Mas jogador vagabundo no fantástico mundo de Bob, da balada, nunca vi a torcida apoiar.

Torço, muito, para que a cobrança de torcedores no aeroporto sirva como um choque de realidade para que time e torcida possam caminhar juntos a muitos três pontos.

Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.