A economia do Flamengo em empréstimos






O inicio da temporada é a época com maior número de negociações da temporada. Jogadores chegam e saem dos clubes, empréstimos e contratos começam e acabam e, muitas vezes, os elencos ficam "inchados". O Flamengo, com a política de ter alguns jogadores com contrato longo, "sofre" com essa volta de jogadores de empréstimos, que não serão utilizados pelo técnico Muricy.

Porém, nesse inicio de ano, mesmo com alguns jogadores voltando de empréstimos, o Flamengo conseguiu uma boa economia na folha de salário, emprestando, inclusive, jogadores do elenco que não seriam muito utilizados pelo Muricy.

Segundo o GE, o Flamengo contabiliza 16 empréstimos nesta temporada e economia na ordem de quase R$ 8 milhões - como já havia acontecido em 2015. Com até 34 jogadores no elenco - contando alguns garotos que ainda devem ser integrados ao profissional durante o Carioca -, o Flamengo avalia ainda empréstimo de outros atletas. O atacante Douglas Baggio, que tem a concorrência na reserva de Guerrero de Kayke e Vizeu, também tem chance de se transferir por empréstimo. Os últimos emprestdos foram Jonas e o goleiro César, ambos para a Ponte Preta.

A economia desses R$ 8 milhões é uma bola dentro do Departamento de Futebol, que consegue emprestar jogadores sem pagar o salário deles, além de alguns empréstimos, como Paulinho e Luiz Antonio, serem pagos por Santos e Sport, respectivamente.






Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.