A motivação de um jogador do Flamengo





http://static.tumblr.com/hoggmbc/Q6qm1mehf/pqaaahw8rgsuy8l7hwsmtma3juqn9g6ncgfrt70qshpnkhgspt85smlctwjovb_lgudr2ah3ft0ib8ehm1epkiaxlowam1t1ulkovesbcvehppergqccfpcved64.jpg

Após da derrota contra o Figueirense, muitas coisas passaram pela minha cabeça para entender o porquê desse time do Flamengo não entender a importância de alguns momentos nesse Campeonato Brasileiro. Não sei se a comissão técnica do clube, com médicos, fisioterapeutas, fisiologistas, preparadores físicos, nutricionistas, analistas de desempenho e etc, já tem alguém da psicologia para lidar com esse momentos de oscilação de jogadores. Porém, está mais do que claro que esse serviço é URGENTE para esse time que não sabe o que quer da vida.

Não basta dizer que quer o G-4 e não jogar para estar no G-4. A falta de vontade do time é de um descaramento tão grande que torna-se repetitivo falar disso. É coletivo, vem do time todo. Não há um texto de espaços rubro-negros que se dispõem a falar desse time que não cite essa falta de tesão de um time que não consegue se motivar com nada. Enquanto continuarem insistindo em motivar o time como um todo, vai continuar nessa oscilação sem fim.

Gosto muito do conceito que Knijnik escreveu num artigo sobre motivação no esporte em adolescentes. Mas serve para o momento que  Flamengo atravessa. Olha o que diz:

"motivação aparece como uma predisposição interna que leva o indivíduo a agir em direção a determinado objetivo, significando, portanto, uma atitude psicológica do indivíduo em direção a objetivos, como resultado de alguma necessidade ou desejo não satisfeito. O comportamento é estimulado a algum tipo de mudança, que implica na aquisição de aprendizagens, de tal forma que, o sujeito consegue reduzir a ansiedade, e aumentar seu sentimento de prazer. Ao alcançar desempenhos bem sucedidos, há um aumento do desejo específico de resultados, o que aumenta sua satisfação e consequentemente a sua motivação."

A motivação, que é um estado psicológico individual, deveria ser trabalhado, logicamente de forma individual. O aumento da satisfação no alcance de um objetivo específico, como no caso do Flamengo, a entrada no G-4, e que geraria uma motivação para a busca de um objetivo, não é coletiva. O objetivo final dos jogadores do Flamengo, quando falam que querem estar no G-4 é o mesmo mas o caminho que fará cada um se esforçar até o último momento e trazer resultados que tragam uma boa performance são diferentes e tem que ser trabalhados de forma individual. Ou você acha que o Adriano, em 2009, jogou o que jogou na base do "vamos lá, poha!"?

Cada jogador ali tem uma necessidade. Cada jogador tem um desejo não satisfeito. Cada jogar tem um motivo para se transformar em ação. Tem jogador que quer renovar o contrato no fim do ano, tem jogador que quer jogar uma Libertadores, tem jogador que quer ganhar para dar orgulho ao filho, tem jogador que ser convocado pra seleção do seu país, tem jogador que quer aumentar o seu salário. Porém, todos eles dizem ter um objetivo final, que é entrar no G-4. Mas será que eles estão sendo 'tocados' na sua necessidade, no seu desejo a ser realizado e que seria o motivo maior para uma ação maior? O Flamengo precisa de uma ação maior de todos os jogadores. Um time que quer estar acima do que está tem que gastar energia para tal.

Não sou especialista em psicologia e sei que há muito mais coisa para se falar em relação a isso, utilizando inclusive outras condições psicológicas relacionadas. Mas com a quantidade de vezes que esse time do Flamengo anda vacilando por não entender a importância de cada jogo, é inacreditável que não se tenha psicólogos trabalhando na necessidade de cada jogador para que eles entendam que cada jogo é importante para se chegar ao objetivo final. Observe que  usei a palavra 'entender' e não a palavra 'saber'. Saber, todo mundo sabe que é necessário três pontos sempre. Porém, fazer um jogador entender que os jogos são peças de um quebra cabeça que montado chegará no aumento do seu salário é um desafio que não é cumprido com palestra numa sexta-feira a noite num hotel de concentração. 

O caminho a ser trilhado para se cumprir objetivos na vida é difícil para todo mundo. Porém, quando há o entendimento das nossas necessidades e que muitas vezes temos que mudar atitude e direcionamento, fica mais fácil de se motivar para chegar aos objetivos.

Espero que alguém no Flamengo ou até mesmo os jogadores consigam identificar o que motiva cada um a entrar em campo e faça dessa motivação o combustível para se atingir o objetivo final, seja ele qual for.

Saudações!

Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.