Pós-Jogo: Madureira x Flamengo - Carioquinha 2015






Luxemburgo arriscou. Talvez para poupar jogadores para a viagem para a estreia da Copa do Brasil ou para dar mais ritmo a jogadores que não vem jogando muito, ele colocou em campo um time que nunca tinha jogado junto antes, contra um time que rondava a zona de classificação do campeonato e que tinha sofrido apenas três gols no campeonato. O jogo era difícil mas, ainda assim, entramos com um time que nunca tinha jogado junto: Paulo Victor, Pará, Bressan, Samir e Thallyson; Cáceres, Canteros, Everton e Marcio Araújo; Cirino e Gabriel. Não foi fácil.

A boa defesa do Madureira se fez presente no primeiro tempo. Mesmo com o Flamengo mandando no jogo e tendo amplo domínio das ações, uma bola na trave do Madureira e o gol deles mostraram uma velha máxima no futebol: quem não faz, leva. Flamengo não fez, pecou demais no último passe e num lance displicente do Samir que afastou a bola com um toquinho na entrada da área, o jogador do Madureira acertou um chute meio que na sorte e fez um golaço. Um golaço que colocou o Madureira na frente do placar e fez com que o Flamengo corresse atrás do resultado.

E Luxemburgo mudou para que esse resultado fosse mudado dentro de campo. Eduardo da Silva, Nixon e Arthur Maia entraram no segundo tempo para tentar furar a defesa do Madureira composta de jovens jogadores. Os jogadores tentavam. Meio que sem efetividade, meio que desentrosados, mas tentavam. Numa cobrança de escanteio, num lance chorado que a dúvida vai rolar se a bola entrou ou não, o Bressan, que estreou, fez o primeiro gol do Flamengo e deu um novo ânimo ao time no jogo. Flamengo pressionou o Madureira até o último minuto de bola rolando. Fez até um gol, mas o Nixon estava em impedimento.

O Flamengo viajará para o Sul, para enfrentar o Brasil de Pelotas pela estreia da Copa do Brasil. Pelo Carioca, perdemos a liderança da competição, mas estamos no grupo de classificação, no chamado G-4. Pelo Carioquinha, nosso próximo jogo é contra o Botafogo, domingo, no Maracanã.

Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.