Clubes tem prejuízo, mas Federação lucra na estreia do Estadual





http://www.futebolbarrense.com.br/wp-content/uploads/2014/08/tabela-carioca-primeira-rodada.jpg

Para quem achou que o Flamengo e Fluminense estavam lutando contra algo irreal, a primeira rodada do carioca veio para mostrar que a 'briga' com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, a FFERJ não é a toa.  Apenas duas partidas geraram lucro para as equipes que entraram em campo, mas a Federação, no final de tudo, teve lucro.

Dos primeiros oito jogos da competição de 2015, apenas a vitória do Volta Redonda sobre o Barra Mansa (1 a 0, no Raulino de Oliveira), além do empate entre Macaé e Flamengo (1 a 1, no Moacyrzão) geraram lucro. Porém,  a entidade arrecadou R$ 53.149,00, devido as taxas que ela cobra dos jogos no Carioquinha.

Nesta primeira rodada, entre os ditos grandes, o Fluminense teve o pior prejuízo. Na vitória de 2 a 1 sobre o Friburguense, em Volta Redonda, o Tricolor levou, para as Laranjeiras, um déficit de R$ 47.219,00,. O Botafogo teve um prejuízo de R$ -42.272,25, no triunfo de 1 a 0 sobre o Boavista,em São Januário. O Vasco, por sua vez, acabou tendo que dividir o prejuízo com a Cabofriense.  A receita líquida foi de R$ -20.392,65, sobrando uma perda de R$ 8.157,06 ao Cruz-Maltino (40%), que venceu a partida realizada no Moacyrzão por 2 a 0 e 12.235,59 à equipe da Região dos Lagos (60%).

Segundo o artigo 14º do regulamento do Carioquinha, o mandante fica com toda a renda do jogo, exceto quando há a participação de um grande. Se houver um grande envolvido, a divisão é feita da seguinte forma: 60% para o vencedor e 40% para o perdedor. Em caso de empate, a distribuição é 50% para cada um.

Vale lembrar que a taxa de administração da Federação é de 10% e é a maior do Brasil. A Federação Paulista, por exemplo, cobra de taxa administrativa 5% de cada jogo.



Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.