Pós-Jogo: Estava tudo perfeito. Estava!





Jorge, Guerrero, Everton Botafogo x Flamengo (Foto: André Durão)

Quando eu vi o terceiro gol do Botafogo, eu pensei: o que é que eu vou dizer lá em casa? Bordão de narrador esportivo a parte, a entregada que o Flamengo deu foi inacreditável. Assim como as substituições do Zé Ricardo, a forma como o Cirino joga e os apagões que o Flamengo tem no meio do jogo.

O Flamengo chegou a estar ganhando de 3x1 e não pode, de forma alguma, deixar qualquer time empatar. Ainda mais um time como o do Botafogo. Porém, eu já tinha alertado no pré-jogo: o time deles pode até ser ruim mas de bobo não tem nada. E como não tem nada de bobo, aproveitou o apagão do Flamengo, facilitado pela amarelada do técnico do Flamengo que fez substituições para trancar o time do 30 minutos do segundo tempo.

Mais uma vez, o Cirino foi patético. Tão patético que chega a desanimar. Desanima e cada vez mais é inexplicável a permanência dele no time titular, intocável. Intocável também é o Márcio Araujo. Hoje, mais do que nunca, chegou atrasado em todas as bolas, travou saídas rápidas da defesa e teve participação efetiva em dois gols dos caras. É complicado ver o técnico colocar um cabeça de área no lugar de um atacante e manter o Márcio Araujo em campo.

O Flamengo perdeu mais dois pontos para rival carioca, assim como tinha perdido 3 para o Fluminense. Não dá para engolir esse empate, assim como não dá mais para aceitar o Cirino e o Márcio Araujo como titular.

Hoje, o Zé Ricardo vacilou. E se continuar escalando e substituindo mal não adiantará o enorme avanço que o Flamengo teve na organização do time. Com o empate, o Flamengo vai descendo na tabela. Poderíamos estar numa posição muito melhor.

O Flamengo só joga de novo pelo Campeonato Brasileiro em 25 de julho, segunda-feira, contra o América-MG, no Kléber Andrade, no Espírito Santo, às 20h.

Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.