Sabendo que era impossível e/ou improvável, Flamengo foi lá e fez!






Deu a lógica. Num jogo que o Flamengo levou do jeito que quis e definiu nos últimos momentos, o titulo da Copa do Brasil é nosso. Tri-campeão. Flamengo era favorito, jogou melhor o primeiro jogo, fez a melhor campanha do campeonato e jogava em casa com a torcida do seu lado. Qual era o seu medo, mulambo?

Isso aqui é Flamengo. Certamente, dentre muitas coisas que isso significa, a facilidade em ganhar algo não está no rol de coisas que combinam com ele. Será que está aí o grande segredo dessa paixão rubro-negra que fez um país parar para ver um jogo de futebol?  Será que aí está o motivo de quem não faz parte dessa Nação sempre tenha impressão que o "hoje não" é mais corriqueiro que o normal porque, no fim, o "é campeão"?  Ah, o Flamengo que desafia a lógica e, por desafiá-la, deixa mulambos mais apreensivos que o normal.

Difícil explicar a lógica do Flamengo. Se eu te falasse, em julho, que o Flamengo seria campeão nacional com zagueiro de 18 anos, Hernane artilheiro de Campeonato, jogador vindo da base como craque do jogo final, Elias fazendo gols decisivos e com um técnico colocado de emergência no cargo, você me internaria no hospício, né?  Nem o mais fanfarrão dos rubro-negros, daqueles que apostam em 3x0 em jogo decisivo ou que diz que Obina é melhor que Eto, seria capaz de ter tamanha criatividade para fazer essa combinação. Pois é, o Flamengo foi lá e fez essa combinação dar certo e transformar em título. A lógica do Flamengo é fazer o improvável, é testar a nossa fé para nos fazer sorrir logo depois.

O Flamengo, fazendo o improvável, levou milhões de rubro-negros espalhados pelo mundo ao êxtase. E eu, que sou mais uma nessa linda Nação,  não sou diferente. Estou felizona. Mesmo. São em momentos como esse que o canto no "é meu maior prazer, vê-lo brilhar" fica mais gostoso de cantar, que o vermelho e preto fica mais usual e que meu orgulho fica aumentado. Não sei se sou Flamengo por causa das alegrias e da emoção indescritível que ele me faz sentir. Só sei que é bom demais ser Flamengo e fazendo o impossível, como foi nesses últimos dois meses, a minha felicidade só aumenta.

É bom demais ser campeã. É bom demais se emocionar com o Flamengo. É bom demais SER FLAMENGO!



Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.