O quarteto incansável do Flamengo






A mudança de calendário, com a Copa do Brasil até o fim do ano (antes ela acabava no meio) e a Copa das Confederações no meio dele,  acabou apertando o calendário dos clubes que foram chegando as fases decisivas da Copa do Brasil. E como o Flamengo é um desses clubes, o recurso de se poupar alguns jogadores tem acontecido.

Porém, há um quarteto que a gente pode chamar de "os incansáveis". Com atuações equilibradas, sempre com disposição, eles não saem do time, seja do titular, seja do time misto: Wallace, Amaral, Luiz Antonio e Hernane. E eles vem sendo destaques nesse fim de ano no Flamengo.

De zagueiro desprezado no Corinthians a capitão em clássico regional, Wallace vem, com seriedade, trabalho e muito suor, melhorando sensivelmente a defesa do Flamengo. Os sustos em bola aérea diminuíram e vez ou outra ele ainda arrisca ir ao ataque. Difícil, hoje, imaginar a zaga sem ele. É ele e mais um.

Depois que o Jayme entrou como técnico, Amaral não saiu mais do time. Primeiro homem do meio de campo, tradicional e trombador, Amaral deu a proteção a entrada da área que o Flamengo não tinha. Incansável na marcação, só precisa não entregar a bola ao adversário com a facilidade que ele entrega.

Luiz Antonio completou 100 jogos num jogo que foi a característica das suas atuações pelo Flamengo: muita luta e disposição. A gente pode reclamar que ele some do jogo, que parece meio relapso e muitas vezes peca pela displicência. Mas ele encarna, principalmente em jogos decisivos, aquela coisa de rubro negro que não desiste nunca e que acredita até o último momento.

O Hernane chegou totalmente desacreditado no Flamengo e se transformou no maior jogador de ujm elenco que tinha tudo para passar desapercebido. Flamengo não ganha dinheiro com o Brocador se não quiser. O folclore foi criado e  Hernane é um jogador/personagem que traz ao Flamengo a máxima que "gol de canela também vale". Incansável, chamado de caneleiro, é artilheiro e faz a alegria da Nação. Tem coisa melhor?

Eles estão em todas, não são poupados e não se pode reclamar que falta disposição. Juntos, formam a espinha dorsal de um time que está em ascensão e que vem surpreendendo muita gente. Nada mais justo que tenham a vaga de titular!

Quarta-feira o quarteto incansável do Flamengo estará em campo. Quem duvida?



Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.