Pós-Jogo: Potosi x Flamengo




http://i1236.photobucket.com/albums/ff443/chakalat/posjogo.gif

Depois de ver o jogo do Flamengo de hoje e pensar nas condições que os jogadores enfrentaram, não há outra palavra para classificar nossa atuação: superação. Além de ter que enfrentar a altitude e a falta de oxigênio habitual, a temperatura do jogo estava em torno de 0º, o que dificulta ainda mais a "captação" do oxigênio.

Com o toque de bola curto e sempre no máximo com dois toques na bola, o time do Flamengo tentou minimizar um dos efeitos mais comuns da altitude: a maior velocidade da bola. Além disso, tendo o controle da bola, o time não correria tanto atrás dela, o que facilitaria o nosso trabalho.

O Flamengo, desde o ínicio do jogo, procurou esse passe curto, com o Ronaldinho mapeando a distribuição do jogo. Enquanto o Flamengo procurava o passe curto, o time do Potosi procurava os chutes de fora da área querendo aproveitar essa maior velocidade da bola.

A boa atuação do Luis Antonio foi premiada com um gol logo no primeiro tempo depois de uma jogada do Léo Moura que lembrou os velhos tempos! Pena que não deu muito pra comemorar porque logo depois eles empataram, com uma jogada de bola cruzada na área. E com outra bola cruzada, fizeram o segundo gol. A zaga do Flamengo continua sendo uma mãe para os adversários! E uma madrasta para a gente.

Em um jogo que um meio de campo erra tudo o que tenta e mesmo assim continua em campo no segundo tempo, não há como ter bom resultado. Se jogar na altitude 11 contra 11 é difícil, imagine jogar com um a menos? Renato continua sendo uma nulidade. E a insistência do Luxemburgo nele é burra. Depois do jogo de hoje, chega a revoltar. Será que quem está dentro do grupo e que está jogando melhor que ele não fica revoltado também?   Tirar o Deivid e deixar o time sem atacante de área em um jogo como esse para deixar o Renato inoperante em campo é para desesperar qualquer torcedor.

E a diferença de chute a gol entre o Flamengo e o Potosi (5 x 23) foi a tônica de que para fazer gol, tem que chutar.

Ainda temos o segundo jogo e não acredito que teremos dificuldade para ganhar deles em casa. É só jogar com a mesma seriedade que jogamos hoje que a vaga é nossa.

Vamos nos superar mais uma vez, Mengão!




Comente:



Tecnologia do Blogger.