Destaque RN: Dida







http://www.jogadaensaiada.com.br/wp-content/uploads/2013/02/edivaldo-alves-santa-rosa-dida-flamengo-01.jpg 

O futebol é feito de grandes nomes. Grandes times tiveram grandes nomes, grandes clubes tem craques na sua história. Agora você imagina um gigante, como é o o Flamengo. Flaengo tem muitos que eu mesma só fui conhecer quando passei a ler histórias de títulos que eu não vivi ou histórias de pessoas que viveram o Flamengo antes de mim. E é claro que eu saberia quem é o Dida, o ídolo do meu ídolo maior.

Dida foi o maior artilheiro do Flamengo até a era Zico, marcando 244 gols em 350 jogos entre 1954 e 1966. Curiosamente era o maior ídolo de Zico, de quem acabaria herdando a camisa 10.E era um jogador de talento e habilidade rara um cracaso. Dida foi descoberto em Maceió, quando a delegação de vôlei do Flamengo assistia a um jogo entre as seleções de futebol de Alagoas e da Paraíba. Os cariocas ficaram impressionados com um jogador da equipe alagoana que marcou três gols na partida e, depois de um tempo, um representante do time da Gávea foi até o Nordeste trazer o jovem talento para o Rio.

Dida jogou a primeira vez no profissional do time rubro-negro graças às contusões de Evaristo e Benitez num jogo contra o Vasco. O Flamengo venceu por 2X1, mas Dida acabou retornando para o time de aspirantes. Só em 55 ele viria a se firmar definitivamente como titular, substituindo Evaristo mais uma vez. Na final do campeonato daquele ano, o Flamengo venceu por 4x1, conquistando o bicampeonato. O jovem alagoano marcou três gols da partida.


http://2.bp.blogspot.com/-BjiBg2XIBF4/TfDLYHn_vUI/AAAAAAAACAw/Bv3SpbY8HcE/s1600/didaGrd.jpg
Na seleção Dida era o camisa 10, titular absoluto até a Copa de 58. Uma contusão (que hoje teria uma recuperação bem rápida) o deixou no banco de reservas e abriu vaga para o jovem Edson Arantes do Nascimento (Pelé), que encantaria o mundo com seu futebol.

Jogou ao lado de Pelé, Garrincha, Gerson, Evaristo de Macedo, Benitez, Zizinho e outros grandes craques do futebol brasileiro e mundial.

Títulos:

Seleção Brasileira

Copa do Mundo: (1958)
Copa Roca: (1957)

CSA

Alagoas Campeonato Alagoano: 2 vezes (1949 e 1952)

Flamengo

Rio de Janeiro Campeonato Carioca Aspirantes: 1955,1956
Torneio Internacional do Rio de janeiro: 1954
Torneio Internacional Gilberto Cardoso: 1955
Rio de JaneiroXSão Paulo Taça dos Campeões Estaduais: 1956
Troféu Allmana Idrotts Klubben: 1957
Troféu Ponto Frio Bonzão: 1957
Troféu Sporting Club de Portugal: 1958
Torneio Internacional de Israel:1958
Torneio Hexagonal de Lima: 1959
Rio de Janeiro Torneio Inicio:1959
Torneio Internacional de Verão do Urugua: 1961
Torneio Internacional da Tunisia: 1962
Espanha Torneio Naranja: 1964
Rio de Janeiro Campeonato Carioca: 4 vezes (1953, 1954, 1955, 1963).
Rio de JaneiroxSão Paulo Torneio Rio-São Paulo: 1961.

Faleceu no dia 17 de dezembro de 2002, aos 68 anos, vítima de insuficiência hepática e respiratória.3 Estava internado há uma semana no Hospital Miguel Couto, que se localiza próximo ao CT da Gávea.

Linda homenagem do Bruno Lucena nesse video.




Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.