Nada é tão ruim quanto uma derrota expõe!

Nada é tão ruim quanto uma derrota expõe!


Flamengo perdeu ontem num jogo que muitos rubro negros tinham a vitória como certa. E, num campeonato de pontos corridos, perder três pontos dentro de casa, mesmo jogando em Juiz de Fora, é para chatear mesmo!  Poderia jogar a culpa em um dia ruim do time do Flamengo, na falta de esquema do Jorginho, nas contratações que não melhoram o desempenho do time, na dulpa-atitude que beira ao ridiculo do Renato Abreu... Mas será que tem um culpado mesmo?

Atuações ruins despertam mesmo toda uma ira desenfreada e as opiniões acabam exageradas. Ontem foi realmente um dia ruim para o time do Flamengo. Além de não entrarem com a motivação igual à estreia, parece que alguns dos jogadores que poderiam fazer a diferença estavam num dia ruim. Rafinha, Gabriel e Elias foram muito mal e não podemos cobrar deles disposição, né? Tem sido respeitosos, profissionais e tem tido um bom rendimento até aqui.

Para quem reclama da falta de esquema tático do Jorginho, o Flamengo tem esquema tático, com jogadores e posicionamento definidos. E não sei se dá para fazer muita coisa além do que o Jorginho vem fazendo, não! É óbvio que esse esquema não funcionou bem ontem, principalmente com a cobertura da zaga pelo lado direito. Além disso, Jorginho colocou como um dos responsáveis pela criação das jogadas o jogador mais lento do Brasileirão. Há o roubada de bola, o primeiro passe é excelente mas quando chega no Renato Abreu, a jogada perde a velocidade, atacantes ficam marcados e dá a impressão que ninguém se movimenta e não tem esquema tático. Mas o esquema tático está lá, treinado, mas se dois ou três jogadores não jogam em prol do esquema, não há Barcelona que ganhe jogo. Simples assim.

Um dia eu ainda vou entender porque um clube como o Flamengo, que tem uma geração que pode dar bons jogadores para o futebol como foi a da Copinha em 2011 e que vive jogando na imprensa que todas as atitudes que vem tendo no futebol como mandar jogador "consagrado" e técnico experiente embora, para sanear dívidas, contrata, de uma vez, uma penca de jogadores que nada dizem. E não ache que estou menosprezando os reforços que chegaram porque não é essa a questão. Mas não consigo entender o porque de se ter um elenco inchado, com jogadores que, teoricamente, não farão mais coisas do que a garotada da base. Ontem, o Flamengo perdendo, o Jorginho olhou para o banco e... As contratações não melhoraram o time. E não vem melhorando!

Para terminar com a "grande polêmica" que deveria ter sido o jogo contra a Ponte Preta, a dupla atitude do Renato decepciona qualquer rubro negro sadio, mesmo aqueles que são rigorosamente contra a permanência dele no Flamengo. Carregar a bola no meio de campo, de um lado para o outro,  ao ouvir a torcida o vaiando por causa da péssima atuação que teve ontem (e contra o Santos foi a mesma merda!) e depois fazer graça na substituição querendo insinuar que as vaias foram por causa do penalti perdido, foi uma das coisas mais tristes que vi um jogador fazer com o Manto ultimamente.  O que o Renato ganha fora de campo com atitudes bacanudas perde fazendo uma coisa dessa. E é a derrota que expõe quem é jogador que quer ajudar o grupo e quem quer ver o próprio umbigo.  Expõe também que "meia dúzia de otários" não são tão otários assim!

Vida que segue. Derrotas como essas e vitórias improváveis ainda farão parte da nossa caminhada nesse Brasileirão porque temos um time que ainda não disse a que veio.

Nem rebaixamento, nem Libertadores, nem titulo. Vamos esperar o barco correr para ver o que vai acontecer.  Nada de sofrer de forma antecipada!

Saudações Rubro Negras!

Zoando o Fluminense.... Pq não sou de ferro!


É óbvio, "clarievidente" que você assistiu a eliminação do Fluminense na Libertadores. E se o Mengão foi mal ontem, liberte o seu coração, liberte-se das amarras do politicamente correto que não pode sacanear time alheio porque o seu time foi mal.

Então é o seguinte: Fluminense foi para o Paraguai, se inspirou no comércio local e com o futebol falsificado saiu de lá desclassificado. Desta vez, não teve juiz marcando falta de tudo que foi jeito na entrada da área, 2 a 1 que é melhor do que 0 a 0 (WTF?) e nem aquelas cagadas tipo gol do Coração Valente fudeu o tricolor aos 44 do segundo tempo.  E para completar a festa, tem tricolor que em 2013 não frequentará o Salgueiro... Vai que EXPLODE CORAÇÂO, NA MAIOR FELICIDADE....  Hahahahaha! BUUUUUUUUUUUUUUUUUM!


AAAAAAAAAAAAAAAAAAH!



AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH, outra coisa!

Tricolor que é tricolor não faz musiquinha sacaneando com o boi na cara preta! cara preta rima com não gosta de buc*ta, gente. NÂO PODEEEEE!!!


A zoação é livre. E o direito assegurado:














Sei que esse post saiu do escopo do que é o Primeiro Penta. Mas o Fluminense me fez rir depois de algum tempo sem ter motivo para rir.

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! 

TEM RIMA, CLARO!

BATATINHA QUANDO NASCE,
ESPARRAMA PELO CHÃO!
COITADO DO FLORMINENSE,
NÃO TEM LIBERTADORES NÃO!

POHA, FLOR, ATÉ O VASKIN TEM LIBERTADORES. QUE VERGONHA!

Hahahahahahahahhaha!

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!

Paga a série B, Flor. Sério! Maldição Rubro Negra HAHAHAHA só vai acabar quando vocês pagarem a série B. Vcs pagam, sobem para a série A e disputam Libertadores. HAHAHAHHAA Vai que dá certo!

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!

Sejam bem vindos a Copa do Brasil, campeonato nacional bacanudo, que dá (ooooe!) vaga para a Libertadores, que vocês ainda não foram eliminados esse ano. Força na peruca. 

É.. Força na peruca foi muito gay, está na hora de ENCERRAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHR!


A diferença entre o Sócio Torcedor e o Sócio do Clube de Regatas do Flamengo

A diferença entre o Sócio Torcedor e o Sócio do Clube de Regatas do Flamengo

Direitos e deveres. A balança que rege a sociedade como um todo parece não estar bem estabelecida pelas bandas do Mengão. A confusão entre direitos e deveres dos dois tipos de sócios que o Mengão tem parece que vai dividir a Nação em dois. Mas, nesse ínicio,  é normal e pode ser considerada uma vitória. Parabéns aos envolvidos que estão fazendo a diferença criando mais uma forma de arrecadação para o Flamengo. Talvez, a mais importante para o time, se o discurso de aplicar a grana em contratações persistir.

E como tudo é novo, a discussão sobre direitos e deveres sobre essas duas modalidades só irá crescer. Em momentos de pico, como o que estamos vivendo agora, com a corrida para ingressos à uma final, mesmo que não seja de futebol, a tendência é que cada vez mais se estabeleça diferença entre esses tipos de torcedores.

PessoALL, sócio torcedor é para a pessoa que CONSOME Flamengo. É quem vai a jogos, compra produto oficial, participa do dia a dia do "Flamengo esportivo".  É aquele que quer ver o time melhor em campo/quadra/piscina e que o desempenho esportivo de quem carrega o CRF no peito importa e muito.  E para que tudo isso aconteça, ele se disponibiliza a contribuir com uma mensalidade em troca de benefícios. No caso do Mengão, há descontos em ingressos, em produtos de supermercados, em produtos oficiais. Aliás, as ações do Nação Rubro Negra levando sócios torcedores aos estádios é para bater palmas.

O outro tipo de sócio é o do Clube de Regatas do Flamengo. Para ser sócio dele, você pode comprar um título do clube, entrar como Sócio Contribuinte ou Socio Off Rio. Cada título tem as suas características e valor para associação. Veja aqui maiores detalhes.  O sócio do clube pode usar as dependências do clube sem moderação (mas com educação, claro!). Tem piscina, quadra de tenis, quadra de futebol, quadra de volei, basquete, espaço, estacionamento seguro. Tudo que um clube social oferece. Para isso, a pessoa paga uma mensalidade, assim como eu todos os outros clubes sociais de dezenas existentes no Rio de Janeiro.  Por isso, há centenas de pessoas que são sócias do Flamengo que não são Flamengo pois usam o clube para atividades esportivas e sociais. Para essas pessoas, privilégios referentes ao "Flamengo esportivo" não interessam. Símples assim.

É claro que a grande maioria de sócios do Flamengo são Flamengo e estão interessados no desempenho dentro de quadra/campo/piscina/mar. Mas eles não são unanimidade.  A pessoa é sócia do CLUBE! Paga a mensalidade para a SEDE SOCIAL!

O sócio torcedor tem muitos benefícios que esses sócios do Clube de Regatas do Flamengo, os que se preocupam com o rendimento esportivo do Mengão, querem ter. Até porque, antes da criação do Nação Rubro Negra, quem tinha benefícios de compra antecipada de ingressos, por exemplo, eram esses sócios do clube.  E acho que isso ainda gerará muitas discussões: até que ponto o sócio do clube social, que paga a mensalidade para usar a Gávea, pode ter privilégios em cima do sócio que paga para ter benefícios que torcedor comum não tem.

O fato é que o sócio do Clube de Regatas do Flamengo tem uma vantagem imensa para o sócio torcedor. Enquanto o sócio torcedor aproveita os benefícios que ele paga para ter ajudando a, teoricamente, melhorar o desempenho do time em campo (discurso usado pelo próprio veículo oficial do clube!), quem tem o poder de decisão é o sócio do clube. Quem decide como isso tudo funciona e funcionará é o sócio do Clube de Regatas do Flamengo pois ele tem o poder do voto. O poder do voto é a estrela no peito, é quem encaminha o futuro do Flamengo como um todo. Vota pela sede social e pelo "Flamengo esportivo". Tem peso dois. É a cereja do bolo!

A migração entre sócio off-rio e sócio contribuinte pode até ocorrer para o sócio torcedor, dependendo das vantagens oferecidas.  É uma possibilidade que não seria absurda, dependendo do objetivo que o torcedor tenha com o Flamengo.

Enquanto não encontrarem um denominador comum e regras claras para que não haja grandes reclamações dos dois tipos de sócios, o Flamengo segue se fortalecendo com a contribuição de todos.  Até porque ter um Flamengo forte é um desejo dos dois tipos de sócios, não?! :P

#ForaModinha é tendência para decisão no Fla Basquete

#ForaModinha é tendência para decisão no Fla Basquete

Depois de muito tempo, quase dois anos, o Flamengo chega a uma decisão que chama a atenção da Nação. Mesmo que, AINDA, não seja no futebol, sábado tem decisão do NBB 5, contra o Uberlândia, num campeonato em que boa parte dele o Flamengo sobrou. Bateu recorde de vitórias, jogou com simplicidade, dando show e independente de qual seja o resultado na final, os jogadores estão de parabéns. Mais uma vez conseguiram a mobilização da Nação e, na verdade,  isso também importa.

Poderia falar mais sobre o Basquete, sobre a possível suspensão do Caio Torres, nosso pivô, jogador importantissimo, a ausência do Benite. Porém, vou falar de um fenômeno que acontece em todas as finais que o Flamengo disputa: os torcedores de ocasião.

Eu poderia usar o termo modinha mas acho que colocar adjetivos em outrém não é legal, já basta no título. Esses torcedores não só do Flamengo, têm em qualquer time, clube ou agremiação. Aparece em outras esferas na sua vida ou você não tem um primo/amigo, que só vai a casamento que tenha festa depois? São pessoas que só aparecem no filé, na parte boa, para tirar foto e colocar em Rede Social que o Mengão não é só futebol e que é Flamengo até no Basquete. Vai dizer que você não conhece ninguém assim? Se acha que não conhece, observa sábado, lá para as 12h que você conhecerá esse lado. Depois me conta em OFF se eu tenho razão. Hehehe!

A questão é que, como a procura do Basquete está enorme, ocorre um fenômeno que acontece em toda decisão: quem acompanha o time nos momentos difíceis, poderá ficar de fora da festa. Quem sentou na arquibancada fria do Tijuca pelo simples prazer de ver o Flamengo em quadra, num jogo que, teoricamente, não valia nada, pode ficar de fora de um jogo que vale tudo. Injustiça? Sacanagem? #ForaModinha?

O fato é que a alegria de ver o Flamengo em quadra deve ser maior do que a frustração de conseguir ingresso para a final. O orgulho de quem foi a um jogo no Tijuca vibrar pela invencibilidade do Flamengo no NBB ou quem foi no quarto jogo acompanhar o Flamengo na casa do adversário não pode ser menor do que o emputecimento de ficar de fora da final.

O cara que é torcedor de ocasião, que só vai no "filé", é tão torcedor do Flamengo quanto o cara que pega um ônibus para ir para não sei aonde acompanhar o Flamengo. Não é mais, não é menos.  Não ache que uma pessoa tem mais direito de estar na grande final porque foi a jogos no Tijuca. Isso não compra ingresso para a ocasião, que é a final do NBB.

Acho que a grande questão, e espero que as pessoas entendam, não é o que cada torcedor, cada pessoa faz pelo Flamengo e, sim, o que o Flamengo faz por cada pessoa, por você.  Flamengo é livre para ser amado, seja de que forma for. E a forma de amar é pessoal e intransferível. Acostume-se!

Pré-Jogo: Flamengo x Ponte Preta - Brasileirão 2013

Pré-Jogo: Flamengo x Ponte Preta - Brasileirão 2013


A-DO-RO quando o Mengão tem jogo quarta e domingo.  Tem mais coisa para falar, mais coisa para abordar além de ser mesmo o meu maior prazer, vê-lo em campo.


Flamengo entra em campo depois de uma boa estreia no Brasileirão, que renovou a esperança de muita gente por um campeonato melhor.  Eu sei qual é a cara que o Flamengo deve ter. Resta saber se o Little Jorge também sabe. Aliás, é mais importante ele saber a cara que o Flamengo deve ter do que eu!

Suspense para ver se teremos Moreno como titular no lugar do artilheiro Hernane e ver se a zaga continuará segura como foi contra o Santos. Esperança que o Renato Abreu deixe de "matar" contra-ataque, que os laterais de apresentem e que Rafinha e Gabriel aprendam que chute tem que ser FORTE, na direção do gol.  E torcida  para que o time continue se entrosando para que tenha uma boa campanha no Brasileirão.

Veja mais informações do jogo de logo mais:



Estádio: Municipal de Juiz de fora, Juiz de Fora (MG)
Data/hora: 29/05/2013 - 21h (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Auxiliares: Altemir Hausmann (RS) e Jose Javel Silveira (RS)

NÓS: Felipe, Léo Moura, Renato Santos, González e Ramon; Luiz Antonio, Elias, Renato e Gabriel; Rafinha e Hernane (Marcelo Moreno). Técnico: Jorginho.

ELES: Edson Bastos, Cicinho, Cleber, Ferron e Uendel; Baraka, Magal, Fernando e Chiquinho; William e Rildo. Técnico: Guto Ferreira.

É isso, pessoALL!


Vamos pra cima deles, Mengo!

Cenário da beleza e do caos

Cenário da beleza e do caos


Por Danilo Silveira

Domingo, dia 26 de maio, os holofotes do futebol brasileiro estavam voltados para Brasília, a capital do Brasil. Conhecido por ser o lugar da política, do poder, a cidade abria os portões para o esporte. Era dia de Flamengo e Santos duelarem no novo Mané Garrincha, estádio que vai receber a Copa das Confederações e a Copa do Mundo. E mais: era dia da despedida de Neymar com a camisa do Santos. Além de um estádio maravilhoso, esperava-se também uma organização formidável, em todos os sentidos: facilidade no acesso ao estádio, pouca demora nas filas, infraestrutura de ponta.

Só que não! Por volta das 14h30, o que se via do lado de fora do Mané Garrincha, infelizmente, era um cenário caótico. Filas gigantescas para todos os lados e a sensação que algo tinha dado errado em termos estruturais. Torcedores que chegaram ao estádio por volta desse horário só conseguiram entrar instantes antes da partida. Isto é, torcedores ficaram na fila por mais de uma hora.

Depois de tanta espera, veio a recompensa. Os torcedores, santistas e flamenguistas (em sua imensa maioria flamenguistas) se depararam com um estádio maravilhoso. A sensação de chegar à parte interna do Mané Garrincha e ver o campo e as arquibancadas é fantástica. Dá um orgulho de ser brasileiro. Na hora bate um pensamento "Essa maravilha é nossa, foi feita por nós". Você acaba esquecendo por alguns instantes a desorganização e a falta de responsabilidade de autoridades.

Mas, tais problemas não podem nem devem ser esquecidos. E eles não se resumiram ao cenário caótico do pré-jogo. No intervalo, a fila de um dos banheiros femininos era gigante, uma das filas de compra de bebidas era "impraticável". Cenas que não devem ser vistas em nenhum estádio, mas que se tornam mais complicadas ainda em um estádio que está prestes a receber uma competição internacional, com turistas e mais turistas. Após a partida, saindo do estádio, mais um grande problema: a falta de iluminação. Na distância mais ou menos de 500 metros do Mané Garrincha, nos deparamos com um imenso terreno de grama, cheio de formigueiros e sem nenhum poste de iluminação por perto. Ou seja, os torcedores andavam na grama e precisavam desviar de formigueiros em um lugar onde não tinha iluminação. Não condiz com a beleza do estádio, não é mesmo?

Deixando um pouco de lado a parte organizacional da coisa, que deixou muito a desejar, dentro de campo Flamengo e Santos fizeram um jogo onde o placar não refletiu exatamente o que foi a partida, no sentido que o Flamengo foi infinitamente superior, esbarrando na sua ineficiência nas finalizações. Já o Santos, mostrou-se um time desorganizado e bagunçado. Sendo mais direto, o Santos mostrou-se um time ruim. Não me espantaria em ver o time da vila rebaixado ao final do ano. Já o Flamengo, parece estar no caminho certo, mas esse caminho ainda é muito longo.


* Tem um texto sobre o Mengão ou alguma experiência vivida com e polo Flamengo? Manda pra gente!  Email: blog@primeiropenta.net


O dia em que eu entendi o Rafinha do Santos!




O jogo de maior renda da história do futebol brasileiro tinha que ter muitos atrativos mesmo. Afinal de contas, quase R$ 7 milhões de renda é só para quem é especial. Quem não é especial, tem uma renda de R$ 36.410,00, como foi a da estreia do atual campeão brasileiro, super poderoso e time de guerreiros.

O jogo Santos e Flamengo tinha uma "atmosfera" tão bacana que até o Neymar escolheu fazer a despedida do Brasil num jogo em Brasilia. E vou te contar ua coisinha: a despedida foi do Neymar mas o show foi da Nação.

Brasilia se vestiu de vermelho e preto, levou milhares de torcedores para a (quase) estreia do novo estádio Mané Garrincha, um ídolo Botafoguense que era rubro negro e assistiu a uma bela atuação do time do Flamengo.

Parece que a roupagem nova inspirou nossos jogadores. Com um modelo diferente do que foi apresentado na quinta-feira porém mais bonito, com a logo da Caixa abaixo e o "X" no ombro preto e cinza, os jogadores do Flamengo ocuparam bem o espaço em campo e dominaram o jogo. Pena que faltou o gol e que me deixou com a nítida sensação de dois pontos perdidos. Mas a gente recupera lá na frente. É só continuar jogando com a seriedade que jogou hoje!

Veja as atuações dos jogadores e opiniões específicas no video:



Olhando a festa da galera, o estádio novo em folha e o Flamengo bem vestido em campo, pela primeira vez devo ter compartilhado o mesmo sentimento do Rafinha do Santos: a lágrima que desceu lá, desceu cá!

Mas eu entendo o Rafinha do Santos, ops, Neymar. Admirar a força e a beleza da Nação que faz de qualquer lugar do Brasil a sua casa além de estar bem vestido, de Manto novo, é para emocionar mesmo.

Próximo jogo do Mengão é contra a Ponte Preta e já estou esperando que esse time que me deixou satisfeita melhore cada vez mais.

É meu maior prazer, vê-lo brilhar!

Pré-Jogo: Santos x Flamengo - Brasileirão 2013

Pré-Jogo: Santos x Flamengo - Brasileirão 2013



Estreia no Brasileirão 2013 para Santos e Flamengo no jogo que terá a maior renda do futebol brasileiro da história. Ingredientes para esse jogo não faltam: estreia do Manto adidas depois de tanta espera, estreia do próprio campeonato Brasileiro, (quase) do estádio Mané Garrincha feito para Copa das Confederações and Copa do Mundo e, na última hora, apareceu a despedida do Rafinha no Santos, ops, do Neymar.

É um jogo para que o esquema de jogo que o Jorginho vem treinando seja consolidado. Embora eu goste dos três homens de meio de campo sabendo sair para jogar, como são Luiz Antonio, Elias e Renato Abreu, fico sempre receosa com a proteção a zaga. Deve ser culpa de ver sempre com a 5, ou como primeiro homem de meio de campo, um jogador-jagunço.

O ponto forte desse time armado pelo Jorginho é a velocidade do Rafinha e Gabriel. Acho que esses meninos podem fazer o Flamengo jogar bem durante o campeonato e trazer muitos resultados satisfatórios, com Hernane aproveitando as oportunidades. A nossa zaga, incluindo os laterais, é o melhor que temos no elenco. Alguns podem querer João Paulo no lugar do Ramon, mas não nos traz um ganho enorrrrrme! Espero que eles não comprometam.

Veja a ficha do jogo. Comece a decorar nosso time porque acredito que haverá a repetição dele (salvo suspensões, contusões) ao longo do campeonato. Jorginho "abraçou" esse time como titular.


SANTOS X FLAMENGO

Data: 26/5/2013, às 16h.

Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marrubson Melo Freitas (DF)

SANTOS: Rafael, Galhardo, Edu Dracena, Durval e Léo; Renê Júnior, Arouca, Cícero e Montillo; Neymar e Willian José. Técnico: Muricy Ramalho.

FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Renato Santos, González e Ramon; Luiz Antonio, Elias, Renato e Gabriel; Rafinha e Hernane. Técnico: Jorginho.


É ir para cima do Santos, já que jogaremos em casa. Já estou sabendo que a capital federal está coberta de vermelho e preto e que a Nação sera a grande protagonista desse jogo. Como, aliás, ela sempre é quando resolve aparecer!

Vamos pra cima deles, mengooooo!

Como vem o Mengão para o Brasileiro de 2013


Eita que vai começar o Brasileirão 2013. E, ultimamente, nenhum campeonato começou com uma incógnita tão grande quanto esse. Contratações desconhecidas, time sem entrar muito em campo (e quando entra há uma alternâcia de boas atuações e atuações ruins) e o trabalho do treinador sempre em cheque habitam o noticiário do Flamengo. Além, claro, de assunto extra campo, que sempre teve e sempre terá.

Nosso time base é Felipe; Léo Moura, Renato Santos, Gonzalez e Ramon; Amaral (Luiz Antonio), Elias, Renato Abreu e Gabriel; Rafinha e Hernane.

Os reforços que chegaram são: Val, Bruninho, Paulinho, Diego SIlva e Marcelo Moreno.

Quem jogou o carioca e que não ficará são o Ibson (que já acertou com o Corinthians) e Alex Silva (que treina a espera de um outro time).

Além disso, há a possibilidade de jogadores retornando de empréstimos como o Liedson, Marllon e Welinton e contratações quase sacramentadas como o lateral direito Adrian Chino Martínez e o zagueiro Roger Carvalho (que inclusive já consta abaixo, já que o Pelaipe já confirmou a contratação!).

Para complementar o elenco, tem os garatos que vieram da base, como o Rodolfo, Adryan, Thomas (que retornou dos juniores), Lucas, Mattheus (que renovou depois de um longo periodo de bla bla bla) e jogadores quase que desconhecidos, como Samir, Romário, Felipe Dias, Fernando, o goleiro Luan e etc.

É um elenco inchado, reformulado desde o inicio do ano, quando essa nova diretoria entrou e a impressão que eu tenho é que trocaram seis por meia dúzia. Será que há muita diferença entre Welinton Bruno e Bruninho ou Wallace e Arthur Sanchez?

Veja o elenco atual e logo abaixo o elenco que terminou o Brasileiro de 2012.
 
Goleiros: 







Zagueiros:









 Lateral Direita:





Lateral Esquerda:






Volantes:

Meias:

Atacantes:











Para vc ter idéia do quanto o elenco mudou, dê uma olhada essa imagem que eu fiz quando falei quem deveria sair para 2013. Não acertei tudo, claro, mas dá para dar uma idéia de como o elenco mudou:



É isso! Ínicio de campeonato é sempre a mesma esperança, o frio na barriga e não tem como ter fé ao ver como as coisas estão feitas fora de campo.  É uma questão de tempo para as cisas acontecerem dentro de campo.

Quem sabe o belíssimo trabalho dos Smurfs com saneamento de dívidas e seriedade em cumprimento de metas estabelecidas não nos traz uma classificação para a Libertadores nesse ano que é de reconstrução?  E te digo: para isso acontecer, se a torcida do Flamengo adotar o time como costuma fazer em anos sensacionais, o ano será magnifico.  Já cansei de falar e repito: a raça do Flamengo começa quando o grito da galera se faz presente. O sucesso vem quando a energia positiva é maior que a energia negativa, quando o rubro negro sorri com o time em campo e, principalmente, quando o torcedor rubro negro curte o Flamengo como nenhum outro gtorcedor consegue fazer com o seu time.  Com essa comunhão, segurar um certo time rubro negro com CRF no peito é quase impossivel.

Rumo ao Hepta, pessoALL! 

Chegou o grande dia! adidas is all in!


Parece final de campeonato. Ansiedade a mil, nostalgia rolando e esperança (para muitos a certeza!) de que coisas boas vem aí. Mas quem entra em campo hoje não são jogadores. Hoje, quem entra em campo é a parte mágica da história, aquele que quem o porta deveria honrá-lo até a última gota de suor.

A partir das 19h, a adidas apresenta o novo Manto, numa festa da Lagoa que, só pelas fotos que estão abaixo, vai ser inesquecível. Assim como foi a primeira passagem da adidas pelo Fla. Com eles, conquistamos o mundo. Por causa da adidas, reconheci, pela primeira vez, o que era um manto legitimo. Se não tivesse o "negocinho" do outro lado do escudo, não era uma criança feliz. E foi assim que eu tive os meus primeiros mantos: um de goleiro cinza e um branco, número 10.

Mais do que vitórias, mais do que andar bem vestida e bonita, mais do que ter a alegria de ser rubro negra aflorada, quero uma relação com a adidas que só uma marca como a adidas pode dar: a internacionalização.  Acho que, passado o primeiro impacto desta apresentação, todo o corre-corre para garantir os Mantos,  levar o Flamengo para fora do Brasil é o principal beneficio da parceira. Que o Flamengo use e abuse da adidas sob esse aspecto.

Hoje não é um dia como outro. E nem poderia ser.

Motivação para ver o novo Manto: ok

Ansiedade para ver o novo Manto: ok

Compromissos desmarcados para acompanhar a apresentação do novo Manto na página oficial da adidas no Faceboo: ok

Representante do blog para trazer a emoção desse momento importantíssimo para o Mengão: ok (valeu Cissa!)

Alegria de ser rubro negra: ok

Orgulho de ter a adidas vestindo o Mengão: ok.

As 19h, acompanhe tudo na página oficial da adidas, no Facebook



Lateral-esquerda: trocando o seis por meia duzia.

Lateral-esquerda: trocando o seis por meia duzia.

Chegará o dia que terei a dúvida para escolher entre jogadores do naipe de Messi e Cristiano Ronaldo para vestirem o Manto. Mas enquanto o Socio Torcedor não decola e o Flamengo não contrata jogadores desse como os supracitados, vamos nos conformando com o nosso elenco.

E nesse elenco do Flamengo, uma posição que, não importa o titular e o reserva, estaremos trocando o seis pelo meia dúzia é a lateral esquerda. A lateral esquerda seja com o Ramon, seja com o João Paulo, para mim, é a mesma coisa. Não vejo diferença entre eles, não me gera muita expectativa embora eu torça, muito, para que esteja errada e que eles calem minha boca.

Embora pareça que o João Paulo "esteja na frente" do Ramon porque tem o cruzamento melhor e vai mais a linha de fundo, na defesa o Ramon parece estar na frente do João Paulo.

É, esse último parágrafo tem mesmo muita dúvida e pouca certeza. Quando se fala da lateral esquerda desse time do Flamengo,com o elenco que temos, nada é mais fidedigno do que a célebre frase que ilustra o título desse post.

Seja quem for o titular,que  faça o básico: proteja a zaga e quando der, vá ao ataque fazer cruzamentos que tenham o endereço certo. Eu sei que pode parecer muito mas vamos acreditar. Afinal de contas, isso aqui é Flamengo e no Flamengo acontece coisas improváveis.

E para você, quem seria o titular da lateral-esquerda do Mengão?

Luiz Antonio ou Amaral: qual você prefere?

Luiz Antonio ou Amaral: qual você prefere?

Obaaaaaaaaaaaaa!

Está chegando a hora que o Flamengo vai entrar em campo. Mesmo que seja por um período curto, porque vem aí a Copa das Confederações,  é um alento para meu coração rubro negro.

E acho que para esse inicio de Brasileiro, a maior dúvida do nosso técnico, o Little Jorge, é o primeiro homem de meio de campo, o número 5 ou responsável pela cabeça de área.

Temos duas opções, Amaral e Luiz Antonio, e as duas tem seus prós e contras. E isso me faz ter dúvidas, principalmente na hora de enfrentar um time com um poder ofensivo maior do que nós estamos enfrentando.

Com o Amaral, temos, teoricamente, uma proteção da zaga maior, com um jogador que tem caracteristicas de "cão de guarda", marcador. Porém, ele tem uma saída de bola ruim, com muitos passes errados e lento demais.

O Luiz Antonio é um jogador mais leve, que não é tão cão de guarda e tem mais  características de segundo homem de meio de campo, um "8", do que de marcação. Com ele, teoricamente, ganhamos em velocidade na saída de bola e qualidade no passe. Porém, perdemos em marcação.

Nosso próximo adversário é o Santos, um time que é melhor do que a gente vem enfrentando.  Embora eu ache que o Luiz Antonio possa ser esse primeiro homem, confesso que fico receosa com a possível fragilidade da defesa.

E você, qual você prefe?

A cavada do Mattheus

A cavada do Mattheus
http://imgs-srzd.s3.amazonaws.com/srzd/upload/m/a/mattheus_flamengo.jpg

Eis que o Mattheus, através de seus empresários, pai e sei lá mais quem, conseguiu a valorização que tanto almejava quando esse bafafá todo de Juventus, Flamengo e não-renovação começou. Eu, que achava que ele estava na sua razão quando aceitou uma proposta (?) da Juventus para ir jogar na Itália e não renovar com o Flamengo, continuo com a mesma opinião.  Com a antiga diretoria, ele não foi valorizado, não renovaram com ele como fizeram com as outras promessas e o que ele ganhava se comparando com o 4º goleiro (que falou mal do Flamengo em Rede Social) da época era ridiculo. E ele levou em consideração esse tratamento e não a vontade da atual diretoria de renovar para tratar toda essa questão com a Juventus

Porém, como toda história estranha tem o desfecho mais estranho ainda. Quem acompanha o futebol sabe que um clube de grande porte da Italia, como é a Juventus, tem as suas formas de contratar jogadores novos. E Mattheus não está nem em evdência nem mostrou um grande futebol que justificasse tamanho interesse. Ser filho de quem é não faz de Mattheus um craque dentro do Flamengo, quiça em clube italiano. Como se não bastasse isso, simplesmente o Flamengo e o jogador anunciaram um acordo e que ele ficará no Flamengo até 2016, com as bases estabelecidas parecidas com o que fazem com outras promessas, segundo a imprensa. Ou seja, depois de um estardalhaço, meses sem treinar, sem participar de jogos e atividades mais efetivas, o que os empresários conseguiram foi um aumento que a direitoria do Flamengo já havia sinalizado. E o Bebeto conseguiu manchar, ainda mais, sua imagem com uma parcela da torcida.

O que eu tenho certeza é que o Mattheus vai ter mesmo que mostrar ao que veio. Se a cornetagem da galera com jogadores vindos da base é grande, com ele será enorme.  Por outro lado, o motivará a ser o melhor sempre.

Essa cavada, a busca da valorização, sempre tão utilizada no futebol, pode ser benéfica ou maléfica.  E só o tempo dirá o quanto ela valeu a pena.

O meu direito de reclamar!


Final de semana sem o Mengão é uma porcaria. Acho um saco. Ainda mais com um montão de torcida gritando CAMPEÂO, com borboletas no estomago.... Estou com saudades disso. Mas aconteceu uma coisa nesse fim de semana que me deixou chateadissima, então dividirei com vocês. Até porque muitos de identificarão.

Muitas vezes na vida, a gente cansa. A gente cuida, ouve, defende, toma cuidado, orienta mas a pessoa age de uma forma que vai fazê-la sofrer masi tarde. Você perde tempo e horas falando, orientando e simplesmente na hora de agir, a pessoa faz o que não tem que fazer e chora. E pede ajuda. Acontece a primeira, a segunda, a terceira.

Depois de um tempo, geralmente a pessoa fala: dessa vez é diferente, eu mudei, a vida me fez aprender. Você, por amor, meio que acredita e acolhe a pessoa. Você ainda a consolará, dará o seu amor e seu carinho, perderá seu tempo dando conselhos que serão inúteis mas achará que tem solução, simplesmente porque ama a pessoa. E assim vai levando a vida.

Pois é, nesse fim de semana aconteceu uma coisa que me deixou chateadissima: uma das pessoas que eu mais amo na vida me decepcionou. Perdi meu tempo mostrando o caminho certo, passei horas falando o que podia e não podia fazer e quando eu virei as costas, ela foi lá e fez uma coisa que vai fazer mal à ela. Depois, ela vai vir pedir ajuda e reclamará da sorte, de que ninguém está nem aí para ela. Porém, a questão que fica é: o quanto esse pedido de ajuda vale, depois de ser feito tantas vezes sem nenhuma resposta efetiva?

É claro que não estou ficando louca, nem escrevendo no espaço errado. Esse é um texto sobre o Flamengo e seu momento atual. Assim como a pessoa ilustrada no exemplo, já ajudei o Flamengo em diversas situações: comprei pulserinha com camisa do ct, já comprei camisa do FlaBasquete, já paguei R$ 252,00 num papel com um número e um símbolo do Flamengo. E, em todas elas, achei que o Flamengo teria solução. Fui levando a vida, sem fazer grandes reclamações, nem grandes exigências... Ajudei porque eu quis, ajudei porque eu amo, ajudei porque eu quero bem. Exatamente como no caso da pessoa acima.

Reclamar ou não, é um direito que me assiste. A reclamação é minha e ninguém, nem mesmo o Flamengo atual que anda fazendo um trabalho para se bater palmas, tem nada a ver com isso.



Nao vou ficar só reclamando, vou fazer alguma coisa, além de fazer parte de uma torcida com mais de 40 milhões de pessoas. Aliás, número esse responsável pela bolada de dinheiro que empresas como Rede Globo, adidas e outras tantas pagam ao Flamengo. Ou a prepotência é tanta que acham que os milhões que são pagos graças aos sócios de um clube da Zona Sul do Rio de Janeiro? Ou a um pouco mais 20 mil sócios torcedores que, teoricamente, enfim, deixa pra lá!

Vou ajudar o Flamengo, como fiz outras tantas vezes. Mas na hora que eu quiser, como eu quiser, aonde eu quiser. Talvez quando mudarem esse discurso idiota de assistencialismo que tanto a gente sacaneia em outros times. Talvez quando a Nação deixar de ser segregada.  Talvez quando o meu direito de reclamar, que deveria ser "sagrado", voltar a ser meu. Apenas meu.

PS: O tweet acima foi apagado. Quase que me senti na Era Patricia novamente. Ainda bem que acordei a tempo.

Flamengo x Campinense: estou na contramão da Nação, eu sei.

Flamengo x Campinense: estou na contramão da Nação, eu sei.
http://imguol.com/2013/05/15/15mai2013---rafinha-tenta-fazer-jogada-pelo-flamengo-no-jogo-contra-o-campinense-pela-copa-do-brasil-1368669243013_1920x1080.jpg

Não gosto muito de tecer comentários num jogo com o de ontem. Não dá para avaliar, sequer, os benefícios do trabalho de duas semanas que o Jorginho teve com o grupo, sem jogos. Pode até ser que o Jorginho não seja técnico para o Flamengo,  que ele não aproveitou o período de treino, que o time não entende o que ele quer. Mas julgar isso pelo jogo de ontem é uma covardia. Simplesmente porque foi um jogo que o time todo não jogou bem, com grosseiros erros técnicos e, quando isso acontece, independe de treinador. Ou você acha que o Jorginho tem culpa dos passes errados deles por que os escala?

Foi um jogo horroroso, onde os jogadores do Flamengo erraram muito. Se o jogo de ontem contar como avaliação de alguma coisa, só quem se salva são: Elias e Luiz Antonio. De resto, estaria todo mundo demitido, no olho da rua, começando pelo goleiro que ia tomando um frango histórico e terminando pelo Rafinha, que não jogou nada.

Para falar a verdade, preocupa-me muito mais a forma como o Flamengo vem contratando do que o desempenho do jogo de ontem com o possível não aproveitamento do intervalo que tivemos para treinamento. Nos classificamos e isso que importa.

Não consigo avaliar trabalho de ninguém com os jogadores mal como foram ontem. O que vi foi um Flamengo tentando se organizar, com jogadores com posição fixa em campo e com boa noção de cobertura. O espaço entre o meio de campo e ataque e a lentidão da saída de bola, NO JOGO DE ONTEM, mostrou que precisamos de mais fôlego que o Renato Abreu e mais qualidade que o Amaral. Aliás, ver Amaral em campo no dia do aniversário do Adílio não só parece piada de mal gosto, como é! Mas avaliar um trabalho, avaliar o treinamento, eu não consigo.

Tenho a impressão que estou contra a maré. Enquanto a grande maioria acha que os treinamentos em Pinheiral não serviram de nada, prefiro esperar para ver se o que as pessoas que estiveram lá falaram: que o periodo ajudou a melhorar o time.  Mas acredito mesmo que, quando os jogadores vão mal tecnicamente, com passes de erros grosseiros e falta de tempo de bola, não se pode colocar culpa em técnico, nem em esquema tático.

Flamengo tem que buscar o equilibrio, óbvio. Só com esse equilibrio teremos atuações boas, mesmo que alguns jogadores estejam mal.

Posso estar contra a maré, na contramão da Nação. E não entenda isso como um elogio ao trabalho do Jorginho porque não o é.

Saudações!

A semana de treinamento em Pinheiral

A semana de treinamento em Pinheiral
http://ndonline.com.br/uploads/global/materias/2013/05/05-05-2013-09-05-15-grupo-do-flamengo-ficara-uma-semana-em-pinheiral.jpg

A semana de treinamento em Pinheiral acabou com o Jorginho enfatizando a marcação do time todo.  E querendo manter o time que vem jogando bem nos ultimos compromissos do Flamengo. Acho digno e apóio.

Ja falei aqui no blog outras vezes que posso até não concordar com escalação ou com o esquema mas manter a coerência num trabalho é importante para que haja um resultado satisfatório. No futebol, a coerência anda juntinho com a manutenção de um mesmo esquema tático trocando jogadores no esquema "seis por meia dúzia". 

Parece que o Flamengo foi e voltou de Pinheiral, onde passou a semana em regime de concentração treinando para o confronto do Campinense pela Copa do Brasil e para o restante do ano, com o mesmo time.

Felipe, Léo Moura, Renato Santos, Gonzalez e Ramon; Amaral, Elias, Renato Abreu, Gabriel; Rafinha e Hernane.

Escolhido o time e o esquema, é hora de dar horas de jogo a essa turma. Se precisar trocar jogadores, que troque seis por meia dúzia, colocando um da mesma posição, fazendo o mesmo trabalho. Mostre que não faltou ao módulo de substituição do estágio na Esoanha, Jorginho!

Alguns reforços já estão treinando com o grupo e se não chegam pra serem titulares, chegam para compor um elenco que tem muito menino que não vingou ainda nos profissionais. Não acho o melhor caminho, prefiro a utilização dos garotos da Gávea. Porém é uma linha de pensamento que tem que ser respeitada e eles terão a minha torcida enquanto portarem o Manto!

Geralmente, concentrações servem para unir o elenco e como o elenco do Flamengo está reformulado, foi uma oportunidade bacana. Além disso, a comissão tecnica teve TEMPO, que é muito dificil de tê-lo, para mostrar o seu trabalho e fixar forma de treinamento com o grupo. Vamos ver o resultado em campo nos próximos jogos.

Saudações Rubro Negras!

A mágica da camisa 10 do Flamengo

A mágica da camisa 10 do Flamengo
http://www.desconversando.blogger.com.br/camisa%2010.jpg

Ela já foi eternizada em verso e prosa, em histórias passadas de gerações a gerações e na lembrança de milhões de pessoas espalhadas do mundo.Se perguntarem para um rubro negro que conhece a história do Flamengo qual é o maior orgulho do clube, é dificil ele não responder que é a mágica da Camisa 10. Alguns responderão que é a extensa sala de troféu que faz a inveja rolar solta entre os adversários mas em nenhum outro clube a camisa 10 tem tanto simbolismo como no Flamengo.

Foram incontáveis craques e não tenho conhecimento de todos eles. Nos ultimos tempos, nomes como Sávio, Adriano em ótima fase, Petkovic e Felipe, mané Felipe e Ronaldinho Gaucho vestiram a camisa 10 e todos eles fizeram jus, nem que seja por poucos momentos, da mágica que essa camisa tem.

Como não sorrir vendo os dribles secos do Sávio pela esquerda, o Adriano de 2009, o ano de 2001 e de 2009 do Pet (mesmo que em 2009 ele não tenha jogado com a 10), os dribles do Felipe no Carioca de 2004 e algumas atuações lindas do Ronaldinho Gaúcho em 2011.

O fato é que a camisa 10 desperta a esperança do torcedor rubro negro e faz com que expectativas sejam criadas. Quantos garotos saídos da base não foram comparados ao Zico nessa ânsia de fabricar um jogador que brilhe com a 10? E estou doida para vê-la brilhando. Embora o Caduzin tenha sido contratado com esse intuito, acho que o Gabriel está na frente e merece portar esse número em 2013. Teve boas atuações e está bem fisicamente.

A mágica da camisa 10 pode até ser demonstrada nos pés de jogadores que a portaram e estar eternizada na lembrança dos torcedores.  Mas você consegue explicar?

Saudações Rubro Negras!

Sócio-torcedor x Futebol: os caras são muito espertos

Sócio-torcedor x Futebol: os caras são muito espertos
http://sphotos-c.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-prn1/p480x480/945928_367354193385150_1814647678_n.jpg

Eis que surge, depois da contratação do Marcelo Moreno (o mais conhecido de todos os reforços que o Flamengo trouxe até agora), a história de que, se quiser ter jogadores de maior expressão, a torcida terá que adotar e virar sócio-torcedor, porque a grana para contratações virá dele. Maior motivação para aderir o programa não há! Agora é com a Nação, mais do que nunca, como sempre!

Se não desvirtuarem o discurso e não o usarem como desculpa de um possível fracasso no futebol, talvez seja melhor tacada dessa diretoria no comando do Flamengo. Maior do que a camisa mais valiosa do Brasil.

Não estou menosprezando a camisa mais valiosa do Brasil. Um trabalho magnifico, de bater palmas e, como falaram na entrevista de apresentação da adidas, esse valor ainda está aquém das expectativas do Flamengo, simplesmente porque o Flamengo não passa uma boa fase. Imagina quando os resultados começarem a aparecer.  O dinheiro "novo", que o BAP tanto fala, começará a aparecer e contratações de maior impacto acontecerão. E esse "dinheiro novo", o da vez, é o do sócio-torcedor. E o torcedor do Flamengo vem abrançando a idéia (como, aliás, vem abraçando nos últimos tempos idéias lançadas pelo Flamengo!). São mais de 20 mil adesões, que ficarão por seis meses ou um ano e esse número tende a melhorar. Aliás, não tenho dúvidas que melhorará!

O discurso é simples: ajudem o sócio-torcedor porque é esse dinheiro que trará jogadores melhores que o Marcelo Moreno para o Flamengo. Nunca um recado de uma diretoria do Flamengo foi tão franca ao torcedor. Nunca foi tão simples e eu espero que continue assim. A opção de ajudar ou contribuir para qualquer tipo de modalidade de sócio nunca deve ser cobrada e comparada ao desempenho do Flamengo em campo. Lembrando que o Flamengo não é grande por causa dos sócios (do clube ou torcedor) que pagam mensalidade ao clube. A Rede Globo (e outras empresas) não pagam dezenas de milhões de reais por ano por causa dos sócios: pagam por causa do torcedor comum, que sequer compra produto oficial do clube.

Se o desempenho do futebol não for comparado ao desempenho so sócio-torcedor, estaremos no caminho certo. Do contrário, será o maior tiro no pé que essa diretoria dará.

Ainda assim, é inegável os benefícios que o "bonde dos carecas" trouxe o Flamengo. É inegável o quanto eles trabalham para fazer a coisa certa e colocar o Flamengo no prumo. E é elogiável os resultados que estão tendo, com a volta da credibilidade do Flamengo.

Os caras que estão no Flamengo são muito espertos.

Associe-se ao Nação Rubro Negra: http://flamengo.com.br/nacao

Destaque RN: Dida




http://www.jogadaensaiada.com.br/wp-content/uploads/2013/02/edivaldo-alves-santa-rosa-dida-flamengo-01.jpg 

O futebol é feito de grandes nomes. Grandes times tiveram grandes nomes, grandes clubes tem craques na sua história. Agora você imagina um gigante, como é o o Flamengo. Flaengo tem muitos que eu mesma só fui conhecer quando passei a ler histórias de títulos que eu não vivi ou histórias de pessoas que viveram o Flamengo antes de mim. E é claro que eu saberia quem é o Dida, o ídolo do meu ídolo maior.

Dida foi o maior artilheiro do Flamengo até a era Zico, marcando 244 gols em 350 jogos entre 1954 e 1966. Curiosamente era o maior ídolo de Zico, de quem acabaria herdando a camisa 10.E era um jogador de talento e habilidade rara um cracaso. Dida foi descoberto em Maceió, quando a delegação de vôlei do Flamengo assistia a um jogo entre as seleções de futebol de Alagoas e da Paraíba. Os cariocas ficaram impressionados com um jogador da equipe alagoana que marcou três gols na partida e, depois de um tempo, um representante do time da Gávea foi até o Nordeste trazer o jovem talento para o Rio.

Dida jogou a primeira vez no profissional do time rubro-negro graças às contusões de Evaristo e Benitez num jogo contra o Vasco. O Flamengo venceu por 2X1, mas Dida acabou retornando para o time de aspirantes. Só em 55 ele viria a se firmar definitivamente como titular, substituindo Evaristo mais uma vez. Na final do campeonato daquele ano, o Flamengo venceu por 4x1, conquistando o bicampeonato. O jovem alagoano marcou três gols da partida.


http://2.bp.blogspot.com/-BjiBg2XIBF4/TfDLYHn_vUI/AAAAAAAACAw/Bv3SpbY8HcE/s1600/didaGrd.jpg
Na seleção Dida era o camisa 10, titular absoluto até a Copa de 58. Uma contusão (que hoje teria uma recuperação bem rápida) o deixou no banco de reservas e abriu vaga para o jovem Edson Arantes do Nascimento (Pelé), que encantaria o mundo com seu futebol.

Jogou ao lado de Pelé, Garrincha, Gerson, Evaristo de Macedo, Benitez, Zizinho e outros grandes craques do futebol brasileiro e mundial.

Títulos:

Seleção Brasileira

Copa do Mundo: (1958)
Copa Roca: (1957)

CSA

Alagoas Campeonato Alagoano: 2 vezes (1949 e 1952)

Flamengo

Rio de Janeiro Campeonato Carioca Aspirantes: 1955,1956
Torneio Internacional do Rio de janeiro: 1954
Torneio Internacional Gilberto Cardoso: 1955
Rio de JaneiroXSão Paulo Taça dos Campeões Estaduais: 1956
Troféu Allmana Idrotts Klubben: 1957
Troféu Ponto Frio Bonzão: 1957
Troféu Sporting Club de Portugal: 1958
Torneio Internacional de Israel:1958
Torneio Hexagonal de Lima: 1959
Rio de Janeiro Torneio Inicio:1959
Torneio Internacional de Verão do Urugua: 1961
Torneio Internacional da Tunisia: 1962
Espanha Torneio Naranja: 1964
Rio de Janeiro Campeonato Carioca: 4 vezes (1953, 1954, 1955, 1963).
Rio de JaneiroxSão Paulo Torneio Rio-São Paulo: 1961.

Faleceu no dia 17 de dezembro de 2002, aos 68 anos, vítima de insuficiência hepática e respiratória.3 Estava internado há uma semana no Hospital Miguel Couto, que se localiza próximo ao CT da Gávea.

Linda homenagem do Bruno Lucena nesse video.


adidas e Flamengo retomam parceria vitoriosa

adidas e Flamengo retomam parceria vitoriosa

A adidas anuncia sua volta ao uniforme do Flamengo, clube de maior torcida do mundo. O contrato de fornecimento de material esportivo entre a empresa e o clube carioca entra em vigor em maio e terá duração de 10 anos. A parceria é a maior da história do futebol sul-americano e faz parte da estratégia de crescimento da adidas nos mercados brasileiro e mundial.

"A adidas é a empresa líder em futebol em todo o mundo e no Brasil queremos cada vez mais marcar nossa grandeza e relacionamento com a torcida. Nossa volta ao Flamengo é um grande marco para a nossa história e uma estratégia natural de presença neste momento tão importante, quando nos aproximamos da realização dos maiores eventos esportivos no país", disse Fernando Basualdo, presidente da adidas do Brasil.

O patrocínio ao Flamengo reforça a meta global da adidas de ser parceira de times de grande visibilidade. Com o acordo, o Flamengo entra para o seleto grupo de Top Clubes mundiais patrocinados pela adidas, ao lado de Milan, Real Madri, Bayern de Munique e Chelsea.

Uma história de conquistas

Para o Flamengo, a volta da adidas representa reviver momentos ímpares da história do clube, especialmente na década de 80, quando, vestindo uniforme adidas, o time conquistou os títulos mais importantes da sua história, entre eles o Mundial de Clubes, de 1981.

"O Flamengo recebe de braços abertos um parceiro de grande peso em nossa história e que certamente contribuirá novamente para grandes conquistas e internacionalização da marca rubro-negra. Estamos muito orgulhosos em termos a adidas conosco novamente, ainda mais em contrato tão longevo", disse Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo.

A nova camisa do Flamengo terá pré-venda no site da adidas a partir do dia 10 de maio. Outras ações serão anunciadas em breve para comemorar a parceria, dentre elas o lançamento oficial da nova camisa no próximo dia 23 de maio.

Sobre adidas:

O Grupo adidas é um dos líderes globais na indústria de artigos esportivos. Com sede em Herzogenaurach, Alemanha, o Grupo tem mais de 46 mil funcionários espalhados por todo o mundo. É patrocinadora oficial dos principais torneios de futebol do Mundo, como a Copa do Mundo da FIFA™, Copa das Confederações da FIFA™, UEFA Champions League e Eurocopa.

Quem são os novos reforços do Flamengo



Eis que os reforços do Flamengo para o Brasileirão começam a chegar no Mengão. Não é como a torcida queria, mas não podemos esperar muito de um clube sem grana. Sim, mesmo com a camis mais valiosa do Brasil, ainda temos muitas contas a pagar. São reforços desconhecidos, que não animaram a torcida, mas deve vir com o aval da "parceria" que o Flamengo montou com o ex auxiliar do Mano Menezes, o Rafael Vieira. Diferentemente do que víamos anteriormente, esses nomes não devem ter chegado à toa.

Mas vamos aos reforços: 

Diego Silva e Paulinho - XV de Piracicaba



Diego Silva, o da esquerda da foto, é  volante tem,  23 anos, e tem claro na sua cabeça que, no futebol atual, trabalhar duro para isso.

O atacante Paulinho,  de 24 anos,  passou pela base do Corinthians, é  um atacante que joga pelas beiradas do campo, é rápido, gosta de ir para cima dos zagueiros e ajuda na marcação também.  Ataca na correria e volta para marcar.

Espia aí momentos do Paulinho:



Val, do Mogi Mirim

Val jogador Mogi Mirim (Foto: Thales Stadler / Agência Estado)

Depois da óima campanha que o Mogi Mirim fez no Paulistão 2013, era provável que bons jogadores saíssem do time. Ele foi revelado no Baraúnas e tem passagem por Alecrim, Botafogo-PB, América-RN e Bahia. O jogador atraiu o interesse de Palmeiras e Santos durante o Campeonato Paulista. Embora seja tratado como uma aposta, com os seus 29 anos, está mais para uma contratação para compor elenco, numa posição que pode ter muito rodizio por causa dos cartões amarelos que os volantes levam.


Bruninho


http://s2.glbimg.com/y9txCbeEVsyjba6fYQ6P_8TiwylIadIE8EusjJA1B5QV1y7-t9A9jCnSV97QAjRf/s.glbimg.com/es/ge/f/original/2013/04/03/bruninho-siteoficial400.jpg

O meia-atacante Bruninho, de 23 anos, do Atlético Sorocaba, fechou contrato de três anos com o Flamengo comprando 50% dos direitos federativos. O clube paulista ficou com 30% dos direitos, e o jogador, com os outros 20%.  Para contratar o meia-atacante, autor de seis gols no Campeonato Paulista, o Flamengo venceu a concorrência com o Santos na negociação

Veja lances do Bruninho:


Um resumo dos novos reforços, que vem para compor elenco e dar um gás novo a um elenco que está sendo todo reformulado. Pelas especulações, ainda tem Marcelo Moreno e Roger Carvalho que não acertaram. É esperar para ver o que eles vão render e se vão render alguma coisa.

Desde já, muito boa sorte a todos e que façam o que o hino fala: é meu maior prazer, vê-los brilhar!

O "X" da reclamação é a cereja do bolo.

O "X" da reclamação é a cereja do bolo.
http://www.lancenet.com.br/brasileirao/Flamengo-Caixa-Foto-David-Nascimento_LANIMA20130507_0105_26.jpg

Não sou a favor de patrocinio de estatal no futebol. Embora o mercado seja aberto a investimento e Petrobras, Caixa, Eletrobras e outros estejam nesse mercado, acho que esse dinheiro poderia ser investidos em esportes que não tenham os olhos de empresas, como o futebol. Assim como não sou a favor de Prefeitura dar terreno (ou no caso do Flamengo, dinheiro) para clube de futebol com arrecadação milionária que está falido por causa de pessoas que administraram.

O Flamengo apresentou  o seu novo patrocinador, a Caixa Econômica Federal e juntos com os valores apresentou a camisa mais valiosa do Brasil. Nada mal para um clube que não tinha patrocinador master há algum tempo e que penou para conseguir patrocinadores nos últimos tempos.

O amarelo do "x" da Caixa não ficou agressiva no Manto e nem de longe se compara com aquela mulher azul horrorosa da Batavo caloteira. O "x" no ombro e no calção que parece mesmo ter sido "X" da questão e de reclamação de alguns torcedores é como se fosse a cereja do bolo:  uma gentileza do Flamengo para um patrocinador que é muito bem vindo.

Caixa Econômica Federal na frente e Peugeot nas costas. Promessa do Marketing trabalhando trazendo dinheiro para o Flamengo cumprida.

É claro que, na minha satisfação, há um alívio pelo fim do Manto limpo, que é lindo, mas é, literalmente, pobre que não nos levará a lugar nenhum. Não na situação que estamos. Quer o Manto limpo? Associe-se ao Flamengo. Um dia, os torcedores serão os patrocinadores do Flamengo. É uma idéia!

O Manto não está mais limpo, o dinheiro está entrando e o valor total do patrocinio no Manto não está ruim, principalmente se pensarmos nos valores do ano passado.

Seguimos crescendo pessoALL!  É chegar a Adidas e portarmos o Manto como sempre fizemos: com orgulho danado de ser rubro negro.

Saudações!

Contratação de desconhecido é mais eficiente que aproveitamento da base?

Contratação de desconhecido é mais eficiente que aproveitamento da base?
http://oglobo.globo.com/in/7318529-a9a-db9/FT500A/flamengo.jpg

Ao mesmo tempo que chega a notícia que o Flamengo renovou contrato com mais uma "jóia" da base, o Igor Sartori, chega também a noticia da contratação de dois jogadores desconhecidos, do XV de Piracicaba: volante Diego Silva e o atacante Paulinho.

Não sei até que ponto vale a pena investir tempo e dinheiro em jogadores desconhecidos quando o próprio Flamengo não tem a cultura de dar chance para esse tipo de coisa.

Quantas vezes um jogador (desconhecido ou da base) entrou em campo 10 minutos em 2,3 jogos e torcedor já tem a certeza que é um "pereba de marca maior"?  E, você pode acreditar: o Flamengo paga MUITO CARO pela cornetagem do torcedor. Quando o chefe fica no seu lado cobrando para você entregar algo no prazo, na pressão, você rende mais do que o esperado? Por que os torcedores acham que jogador tem que encarar a pressão e resolver, quando jogadores que ganham 10x, 20x a mais não resolvem? Pois é...

A mesma coisa acontece com os garotos da base. Porém, a vantagem desses jogadores é que eles estão acostumados ao Flamengo, tem uma história com o clube que pode ajudar na adaptação aos profissionais, que não é fácil.

Com o elenco que o Flamengo tem, com uma geração de garotos da base muito melhor do que vinhamos tendo, só contrataria se fosse contratação pontual. Trazer jogadores de nível médio só irá inflar um elenco que não é bom e ter a falsa ilusão que está melhorando algo. E NÃO ESTÁ. Trocar seis por meia dúzia não agrega valor.

Contratação de desconhecido não é mais eficiente que aproveitamento da base do Flamengo

E você, o que acha?


Renato-dependência é boa para o time do Flamengo?

Renato-dependência é boa para o time do Flamengo?
http://e.imguol.com/esporte/2012/02/12/renato-abreu-comemora-o-gol-do-flamengo-contra-o-caxias-neste-domingo-1329081161364_1024x768.jpg

Mais um vez dependemos da cobrança de falta do Renato Abreu para ganharmos um jogo. E desta vez, foi contra o Campinense, todo-poderoso campeão da Copa Nordeste. Se não fosse o Renato,  teríamos perdido. Eele,  de lambuja, ainda colocou uma no travessão....

Não desgosto do Renato Abreu. Acho que ele tem muitas atitudes bcanas, inclusive fora de campo que o fazem ser muito mais legal que muitos por aí pintam. Embora eu não consiga esquecer a calcanhada que ele deu no jogo contra o Corinthians no Brasileirão 2012, há outros lances também que eu não esqueço: o gol de falta que acabou com a agonia no Brasileiro de 2010, os dois gols contra o Defensor em 2007 que quase nos classificava na Libertadores, dentre outros. 

A pergunta que fica é: quanto vale para o coletivo um jogador que bate falta? Aposto que se no futebol tivesse a possibilidade do jogador entrar só para bater falta,  o Renato entraria só para isso.

Com o esquema que o Jorginho está querendo implantar, com o meio de campo com Amaral, Elias, Renato e Gabriel (quase que como atacante), haverá um deficit na marcação que não aguentará times mais bem estruturados. Infelizmente a forma física do Renato deixa a desejar. Tanto que aos 5 minutos do segundo tempo no jogo contra o Campinense, ele já estava morto, prostado no meio de campo.

Se por outro lado, ele não corre num determinado momento do jogo, por outro lado, ter um cobrador de faltas é importantíssimo num time de futebol. Quantos titulos o Flamengo já ganhou título em cobrança de falta ou numa cobrança de escanteio perfeita feita por um exímio batedor de faltas?

Por enquanto, acredito que Jorginho está confiando nesse poder de decisão e na própria liderança que ele exerce dentro de campo. 

Vamos ver até quando o sistema defensivo do Flamengo aguentará!

Uma vitória com um pingo de esperança



Finalmente vejo um padrão tático no time do Jorginho. É claro que o adversário não era um Barcelona, embora tenha lido que os cras não joaram nada. Porém, coisas que não se viam antes, como laterais subindo para cruzar na área, cabeça de área cobrindo subidas do laterais, jogadores de meio de campo com posicionamento certo e zagueiros sem estar desesperados me fizeram ter uma esperança maior no trabalho dele o Flamengo. Aguardemos a prepração do time para o Brasileiro.

É fato que o time do Flamengo morreu depois dos 20 minutos do segundo tempo, sem ímpeto algum para buscar mais um gol que eliminaria o jogo de volta, mas acho que a fase da preparação física, com essa "pré-temporada" no meio da temporada, pode ter influído nisso.

Vale lembrar que um time como o Flamengo não pode depender das cobranças de falta do Reinato, que mais uma vez salvou o bicho da rapaziada. É pouco, muito pouco. A vitória veio, foi importante, mesmo sem ter eliminado o jogo da volta. Simplesmente porque marcamos dois gols da casa do adversário e pela regra do campeonato, vale muito.

Jorginho FINALMENTE acertou numa substituição, tirando o Amaral (mesmo com dor) para colocar o Luiz Antonio como primeiro homem de meio de campo. Acho que, se o Renato melhorar a condição física e não morrer aos 5 mintuos do segundo tempo, dá para manter esse estilo de jogo. Pelo menos, eles parecem obedecer ordens táticas, coisa que não acontecia com o Ibson.

Veja as notas, noticias, videos e fotos do jogo abaixo:


Noticias do jogo: 
Videos do jogo:
Fotos do Jogo:

O jogo de volta é dia 15 de maio e está marcado pra Volta Redonda. Porém, há uma possibilidade, que eu duvido que aconteça, que esse jogo seja no Novo Maracanã.  É trabalhar essas duas semanas para melhorar o padrão tático que está sendo estabelecido pelo Jorginho pensando no Campeonato Brasileiro. Há a noticia de reforços que nao me empolgam e que falarei mais adiante.

Valeu Mengão. Conseguimos a vitória e evoluímos. Vamos ver se o padrão se mantém.

Saudações Rubro Negras.