Mano e a base: jovens precisam de minutos (por @olavodc)




http://www.futebolaraxa.com.br/NOVOSITE/wp-content/uploads/2011/01/Flamengo-campeao-taca-sao-paulo-juniors.jpg

Com a chegada do renomado técnico Mano Menezes ao Flamengo, muito se comenta sobre possíveis reforços indicados por ele, mas o que há de mais concreto é a jovem aposta argentina Adrián Martinez, de 21 anos, que talvez nem venha mais.

Martinez se encaixa na mesma faixa etária de muitos outros jogadores do atual elenco, em grande parte com notáveis potenciais futuros. É salutar Mano, que por onde passou teve bons trabalhos com revelações, saiba utilizar corretamente nossos jovens, não os "queimando" em jogos perdidos, mas sabendo apostar na hora certa para que decidam jogos.

Abaixo farei uma breve análise sobre cada jogador com menos de 23 anos do elenco, observando seu potencial técnico, oportunidades pregressas, encaixe de posicionamento no estilo do Mano, entre outros aspectos:

César, 21 anos

Após atuações heróicas no título da Copa São Paulo de 2011 e uma série de contusões, parece bem encaixado na posição de 3º goleiro. Importante projetar uma promoção a 2º goleiro no mais tardar até o 2º semestre do ano que vem. Paulo Victor, embora seja bom reserva, não tem condições técnicas de ser titular do Flamengo em algum momento, algo que o César tem. O cenário ideal, como torcedor, seria o César assumindo a titularidade do Flamengo daqui umas quatro temporadas, recebendo as luvas do aposentado Júlio César, maior goleiro da história do Flamengo.

Frauches, 20 anos

Falta-me conhecimento sobre seu potencial técnico, já que fez jogos fracos no profissional, como contra o Coritiba em 2012 - algo absolutamente justificável dada a bagunça e fragilidade do time à época e ao seu companheiro de zaga ser o terrível e patético Welinton. Porém, já teve boas atuações. Parece ter boa liderança e uma certa calma, muito positiva em zagueiro. Eu o emprestaria imediatamente após a contratação de um novo zagueiro (especula-se que Leandro Castán, atualmente na Roma). O empréstimo seria para algum clube sulista da série B, onde a rigidez com sistemas defensivos é maior ou mesmo para algum clube sul-americano, para ganhar cancha em futuras competições internacionais, que deve ser sempre o nosso norte.

Samir, 18 anos

Este vem pedindo passagem. Após eminentes exibições nas categorias de base, Samir fez sua estreia contra o Criciúma e teve atuação absolutamente impecável. Sua força, calma e certa técnica são assustadoras e me parece que se trata de uma joia rara. Devemos mantê-lo no elenco, inicialmente como 2º reserva, mas podendo utilizá-lo sem medo. Mano deve colocá-lo em campo quando tivermos jogos já decididos a nosso favor, afim de adicionar experiência a esse bom zagueiro o quanto antes.

Digão, 20 anos

Renovou seu contrato recentemente e quando esteve em campo no profissional - uma vez -  foi muito bem, jogando melhor que 90% das partidas do titular Léo Moura nos últimos 5 anos. Já li e ouvi algumas reclamações sobre seu futebol na base, mas me falta conhecimento. Perde espaço com a chegada de...

Adrián Martinez, 21 anos

Contratado junto ao Olimpo, que subiu da série B para A na Argentina, já teve passagem pelas seleções de base do país. Nunca o vi jogar, mas o fato de estar disputando temporadas profissionais há bastante tempo já é positivo. Deve receber chances de eventualmente barrar o cansado Léo Moura, mas se trata de uma aposta. Comenta-se que pode jogar de volante pela direita também, à conferir.

Luiz Antônio, 22 anos

Certamente grande parte da Nação não sabe que o Luiz tem apenas 22 anos. Com postura de veterano, vem demonstrando sua tranquilidade, calma e qualidade desde 2011. Teve seu desenvolvimento atrapalhado pelos seguidos erros amadores de planejamento da antiga gestão, que contratava treinadores semi-analfabetos, ou jogadores sem critério algum, caso do Ibson, que com sua ridícula passagem em 2012/13, atrasou demais o amadurecimento do Luiz. Creio ser justa sua atual barração no time, já que a referência Elias vem sendo o grande nome da temporada e tem zona de atuação parecidíssima com a dele. Uma notável evolução em 2013 foi a melhora clara de finalização, inclusive com a perna esquerda. Deve ser mantido no elenco como futuro titular por muitos anos, já que deve ser objetivo do clube manter uma base formada em casa .

Adryan,18 anos

Trata-se de uma jóia, com potencial pra ser craque de nível internacional. Já teve grandes momentos no profissional, quando fez um golaço de falta contra o Grêmio e também atuações medianas, com afobação e erros em passes curtos. Assim como Luiz Antônio, foi atrapalhado por erros de planejamento e treinadores medíocres. A torcida deve ter paciência, pois se trata de um adolescente com grandes responsabilidades. Deve ser mantido no grupo e usado imediatamente em mais jogos, precisa somente de minutos em campo para despontar.

Mattheus, 18 anos

Trata-se de um típico camisa 10, de toque refinado e bom chute. Mas, diferente de Adryan, Rafinha e outros, sua fragilidade física ainda atrapalha, devido ao posicionamento que demanda muitos choques e confronto com cabeças-de-área. Sua postura na "quase negociação" com a Juventus não agradou, terá que demonstrar muito mais raça do que já demonstrou se quiser ter algum sucesso no Flamengo. Tenho dúvidas se conseguirá.

Rodolfo, 20 anos

Parece um nível acima de Adryan e Mattheus em termos de maturidade. Canhoto, habilidosíssimo, com visão de jogo excelente, tem tudo para ser utilíssimo. Parece ter personalidade, embora falte ainda evitar alguns dribles desnecessários. Deve ser mantido sempre no banco, podendo mudar uma partida em poucos minutos. Espero que Mano não siga a tendência dos últimos treinos de preterí-lo. Vida longa no Flamengo!

Thomás, 20 anos

Já teve boas atuações no profissional, aparenta ser inteligente, focado e raçudo, mas ainda falta maturidade técnica. Não finaliza bem e parece desatento ao passar. Deve ser emprestado imediatamente para um clube da série B por 6 meses, afim de ganhar minutos de jogo e competitividade. Se ficar na reserva sem atuar poderá ter desperdiçada  sua carreira.

Bruninho, 23 anos

Nunca vi jogar,só valerá a pena dar qualquer oportunidade a ele se tiver pedindo passagem e voando nos treinamentos. Temo que tire espaço dos outros meias que temos revelados na Gávea.

Lucas, 21 anos

Embora esforçado, não tem condição de ser profissional no Flamengo. Deve ser emprestado ou vendido imediatamente.

Nixon, 20 anos

Vem sendo utilizado como 1ª opção  de reserva pelo Mano Menezes, algo que preocupa. Já teve atuações regulares pelo profissional jogando aberto ou de centroavante, mas não tem condições técnicas de ser útil em alto nível esse ano. Assim como Thomás, deve ser emprestado imediatamente para adquirir experiência. Se possui algum talento, ainda falta lapidá-lo quase que por completo. O curioso é que já fez 2 gols no profissional, um de peito e um de bicicleta, ambos em clássicos, contra Vasco e Botafogo. Está muito abaixo de Adryan e Rafinha tecnicamente.

Rafinha, 20 anos

Após um início de 2013 avassalador, perdeu um pouco de espaço. Tem muita habilidade, visão de jogo e velocidade. Como finalmente temos um treinador de ponta, nutro muita esperança de que logo se tornará um craque. Deve intensificar o treinamento físico e receber boas orientações pra evitar erros infantis como:  bolas atrasadas e falta de atenção. Tem a benção do Rei ZICO e tomara que se mantenha por muitos e muitos anos no Mengão. Tem potencial, inclusive, para Seleção Brasileira.

Ainda temos o Muralha, emprestado para a Portuguesa, que vinha sendo titular mas se contundiu. Outro que tem potencial para ser titular por muitos anos, já fez jogos impecáveis. Caso vença questões psicológicas como a marra e a máscara, poderá ser muito útil ao Mengão.

Ainda há outros jovens com potencial, como Sartori, Felipe Dias, Fernandinho e Lorran, e outros fracos como Marllon, mas como a curto prazo não devem ser utilizados, fica para uma próxima análise.

Torçamos para que os jovens acima listados dêem certo e possam nos trazer troféus. Não é impossível, aliás, é até provável que nos próximos anos a base do Flamengo seja formada por esses jogadores, como nos anos 80 que tínhamos 8 ou 9 titulares formados em casa. Uma meia cancha de Muralha, Luiz Antonio, Rodolfo, Adryan e Rafinha pode inteira servir à Seleção Brasileira no futuro. Que sigam vestindo rubro-negro.

E que a Diretoria contrate um zagueiro, um meia e um atacante de ponta para que possamos disputar a Libertadores 2014. Seis meses de Carioca no ano da Copa no Brasil, com o mundo inteiro aqui, seria catastrófico para nossos cofres,marca e história.

Saudações Rubro-Negras,

Olavo Domingues Condurú. (@olavodc)



E aí Nação, o que vocês acham? Comentem!





Comente:



2 comentários:

  1. O Lorran é um que não vem tendo chance, e que para mim pode ser um importante curinga, por ter uma excelente dinâmica de jogo, combativo, bom chutador, bom lançador, bom marcador. CADÊ O LORRAN, Mano???

    ResponderExcluir
  2. Ola Andre!

    Saiu a noticia semana passada se nao me engano que ele foi dispensado pelo Flamengo, por indisciplina.

    Valeu pela visita. :)

    ResponderExcluir

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.