Pós-Jogo: Flamengo x Vasco - Semifinal - Carioquinha 2015






Muitos falam em vexame, alguns falam de falta de tesão, outros culpam jogadores específícos e a maioria critica a arbitragem. Eu só tenho uma palavra para escrever esse pós-jogo. Um sentimento: tristeza.

Tristeza pela derrota, claro. Apesar de ser nesses momentos que uma frase do hino se  faz presente (eu teria um desgosto profundo, se faltasse um Flamengo no mundo), perder sem o Flamengo passar perto daquilo que a gente, torcedor, preconiza como bacana, me deixa assim. Ainda mais quando junto com a resultado vem a eliminação de uma competição, mesmo sendo o Carioquinha.

Assim como no primeiro jogo da semifinal, o juiz foi o protagonista de um jogo entre Flamengo e Vasco. Isso está ficando tão comum que muita gente esquece o quanto o Flamengo não vem se encontrando em campo nos últimos jogos. E quando eu vejo a inacreditável insistência da ligação defesa x ataque através de lançamentos de Bressan e Márcio Araujo, quando eu lembro da inoperância do Marcelo Cirino nos últimos jogos e penso no R$ 1 milhão que o Flamengo deixou de ganhar porque não conseguiu vencer um time pequeno, todos os motivos que teria para reclamar da arbitragem vão perdendo força.

A arbitragem interferiu no resultado final da partida. O penalti não existiu, errou em não ter dado cartão amarelo para jogador que foi comemorar com a torcida (contra o mesmo Vasco, Alecsandro levou amarelo pelo menos motivo) e amarrou o jogo todo para o vasco, principalmente no primeiro tempo.

A derrota veio com um gol de penalti. Porém, poderia dizer que veio porque o Marcio Araujo e Anderson Pico foram displicentes em muitos passes no meio de campo, poderia dizer que veio porque nosso capitão, depois que herdou a braçadeira do Léo Moura, entrou numa curva descendente com atuações horríveis ou porque nosso ataque não faz gol  há três jogos.  Poderia falar das substituições do Luxa que não fazem o time melhorar e das inúmeras lesões que já estão atrapalhando o Flamengo nesse inicio de ano. Mas nada disso seria maior do que a minha tristeza.

Tristeza essa que tem a ver como o Flamengo jogou, independente se o campeonato foi comprado ou não, se o Flamengo foi prejudicado ou não. Hoje, o Flamengo foi eliminado de um campeonato e quando isso acontece não consigo ter outro sentimento.  Ainda não.

Quanto ao Carioca, vamos ver se o Flamengo deixa de reclamar da federação e jogar para o torcedor. Estou ansiosa para ter novidades sobre isso. Reclamar e não fazer nada fica parecendo coisa de gente mimimizenta. E isso eu não quero, definitivamente, para o Flamengo.

O próximo jogo do Flamengo é contra  o Salgueiro, pela Copa do Brasil, na quarta-feira. Vamos ver se o Luxa levará para Pernambuco o time titular ou um alternativo.

Saudações!


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.