Calma, Jonas!




Paulo Victor é o destaque do empate entre Vasco e Flamengo (Foto: Wagner Meier/LANCE!Press)

Disposição não pode ser confundida com violência. Ainda mais no futebol e num Flamengo e Vasco, onde a rivalidade exala. Espero que com os menos de vinte minutos que passou em campo hoje, o Jonas entenda isso.

A entrada que ele deu no Gilberto foi criminosa. Violenta. Lamentável. Não machucou mais o jogador do Vasco porque não foi de propósito. Não foi com o intuito de violência. Foi vontade demais, eu sei. Mas foi feia.

Não é a primeira vez que o Luxemburgo tira o Jonas de um jogo por causa de um cartão amarelo. No clássico contra o Fluminense, o Jonas, mesmo marcando o gol do jogo até então, foi substituído por já ter um cartão amarelo. Hoje, ele foi substituído pelo mesmo motivo.

Calma, Jonas. O futebol é feito de vontade, na medida certa. Na medida errada, torna-se violência.

Saudações!

Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.