Torcedores merecem um tratamento melhor do Consórcio Maracanã




fila flamengo x botafogo maracana (Foto: Ivan Raupp)

Não foi a primeira vez que aconteceu as filas no Maracanã nesse Estadual no jogo do Flamengo. Na quinta-feira pós-carnaval, falaram que não esperavam o movimento que teve no Maracanã. Quero saber o que esperar das lamentáveis filas que o clássico entre Botafogo e Flamengo tiveram. Aniversário da cidade, clássico que, pelas vendas, sabia-se que o movimento seria bem maior do que o consórcio está acostumado a receber e, ainda assim, providências não foram tomadas para que o torcedor tivesse uma diversão sem aborrecimento.

Não me venha com a história de que os torcedores chegaram em cima da hora. Pára, né? Isso daí era papo para década de 90 e olhe lá! Estádio que foi remodelado para uma Copa do Mundo, empresa que cobra caríssimo para administrar toda essa estrutura e uma federação que ganha mais do que os clubes em jogos NÃO PODEM PECAR EM ORGANIZAÇÃO. DE MANEIRA ALGUMA!!!! Ainda mais em data comemorativa da cidade do Rio de Janeiro. UMA VERGONHA que, com certeza, não terão responsáveis. Aliás, terão sim: os torcedores, que não chegaram cedo ao estádio.

Em pleno 2015, a pessoa compra ingresso na internet e tem que ir para uma fila trocar ingresso para entrar, no estádio. Uma empresa que administra o maior estádio do mundo (será mesmo?!) não tem competência para instalar um sistema de vendas que não precise dessa troca. Mas cobra um absurdo para organizar esse evento e deixa o seu cliente esperando, no sol do Rio de Janeiro, em filas quilométricas para retirar um ingresso comprado pela internet.

Os cambistas agiam sem serem incomodados no entorno do estádio. Não há polícia, não há fiscalização? Sabe o que é pior? Não aparece um político, um deputado para incomodar essa gente, que, jogo após jogo (não foi a primeira vez que aconteceu isso em jogos do Flamengo no campeonato), desrespeita o torcedor. Mas para aparecer e querer mandar em preço de ingresso de jogo do Flamengo, apareceu aos montes.

A nota oficial do consórcio Maracanã soltou uma nota oficial depois do lixo de atendimento que prestou:

"O clássico dos 450 anos da cidade do Rio de Janeiro, Botafogo e Flamengo, pelo Campeonato Carioca, teve 49.833 presentes e 44.329 pagantes, recorde de público pagante no futebol brasileiro, em 2015. Até o início da partida 45 mil torcedores já haviam entrado no estádio. Até 13h, horário da abertura de portões, 31 mil ingressos haviam sido vendidos. Em duas horas, cerca de 13 mil torcedores chegaram para comprar ingressos e mais de 3.500 para trocar seus bilhetes comprados via internet. O Maracanã trabalhou com suas seis bilheterias abertas, com 92 guichês funcionando para atender o público, além das bilheterias da Gávea (Flamengo) e General Severiano (Botafogo), que funcionaram das 10h às 13h".

Pela nota oficial, as filas, as reclamações, o lixo de atendimento foram por causa de 3500 ingressos que seriam trocados. Até a hora que eu escrevi esse post, a Federação Carioca, o sócio majoritário do campeonato que só fica com o lucro não falou NADA sobre o lamentável fato. Nem sei se falará também, a não ser que mexessem nos 10% que o sócio tem direito.

A torcida do Flamengo está dando uma sobrevida a um campeonato falido. E nem o consórcio Maracanã e nem a Federação estão entendo isso para tratar o torcedor como ele merece.  Torcedor continua sendo tratado mal e as filas são uma prova disso. TEM QUE se arrumar um jeito de otimizar essas filas. Se virem! 

A foto foi retirada do GE!




Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.