Samir e a coxa direita que não dá tregua




http://cdn.foxsports.com.br/sites/foxsports-br/files/img/notes/materia/620x465/flamengo-samir-480-CelsoPupo-Fotoarena.jpg

Samir só tem 20 anos e já frequenta tanto o departamento médico que, se continuar assim, vai ser impossível não associá-lo a um chinelo e ao departamento médico do clube.  E nesse ano de 2015 ele vinha sendo importante para o time, inclusive marcando gols importantes.

No ano passado,  sofreu com a coxa direita, que o tirou de campo por mais de um mês entre agosto e setembro e voltou a incomodar na reta final do Campeonato Brasileiro. Houve ainda uma lesão nas costas que não permitiu que atuasse na decisão do Carioca, contra o Vasco. 

No clássico contra o Botafogo, ele saiu aos 17 minutos do primeiro tempo com uma lesão. Após passar por exames, Samir teve constatada uma lesão no músculo adutor da coxa direita e não terá condição de jogo por no mínimo um mês, uma vez que o problema é mais grave do que o departamento médico imaginava inicialmente. E essa não foi a primeira lesão que o zagueiro teve em 2015.


Observou que é sempre a coxa direita, né? Como é canhoto, a perna direita serve de apoio para chutes. É preciso avaliar o que ele está fazendo para que a lesão sempre seja no mesmo membro, mesmo que não seja a mesma lesão.  Essa coxa direita não está dando trégua para que ele tenha continuidade no time titular do Flamengo

Com a recuperação de Pico e Paulinho,  Samir é o único jogador do elenco entregue ao departamento médico.

Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.