Pós-Jogo: Flamengo x Volta Redonda - Carioquinha 2015







Estou autorizada a falar só do segundo tempo nesse jogo contra o Volta Redonda? Não? Ok, cornetarei o time no primeiro tempo e depois elogiarei no segundo. Simplesmente porque isso descrever como foi o jogo do Flamengo.

O primeiro tempo, de novo, foi uma coisa para esquecer. Com o Manto 3 e sem conseguir se organizar para 'bater' a defesa do bem postada Volta Redonda, o Flamengo foi nulo. E foi nulo mesmo, sem chutar de longa distância, sem Cirino atuar, com a defesa batendo cabeça e com o torcedor impaciente. O gol deles, mesmo com a ajuda da mão que o juiz, bandeirinha e os caras da televisão não viram, dava bem o retrato do que estava acontecendo no Maracanã.

Menos mal que logo no intervalo, o Flamengo trocou a camisa e dois jogadores inoperantes. Saíram Mugni e Eduardo da Silva e entraram Alecsandro e Paulinho. Não por acaso foram os jogadores que fizeram os gols que levaram o Flamengo a vitória que o manteve na parte de cima do G-4.

No segundo tempo, o Cirino acordou um pouco, Gabriel se movimentou mais e o Paulinho voltou, depois de seis meses fora, fazendo gol, esquentando o jogo e preparando o time para a virada. E até essa virada chegar, o time lutou. Meio desorganizado, meio na vontade dos jogadores, o time lutou tanto que cansou. Achei que não teria pernas para conseguir o segundo gol mas numa jogada excelente do aniversariante do dia, o Luiz Antonio, o Alecsandro fez o gl da vitória aos 40 minutos do segundo.

Os três pontos foram importantes, como sempre. Estamos em segundo lugar no Carioquinha, atrás apenas do Botafogo. Nosso próximo jogo é sábado, as 16h contra o Tigres.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.