Que o realismo não vire acomodação






Parece que a opinião que o Flamengo não tem um elenco que o faz brigar pelo título do Brasileirão, um campeonato longo que precisa de peças de reposição, é unânime. Embora o time venha numa boa recuperação, com 6 vitórias nos últimos 8 jogos, é notório de que, para disputar o título, o time precisaria do "algo mais". Será?

A vinda do Luxemburgo, logo de cara, trouxe uma realidade que outros técnicos insistiam em fugir: a luta para fugir do rebaixamento. O Jayme não falava nisso e o Ney Franco insistia em falar em briga pela parte de cima da tabela enquanto saia do Flamengo sem nenhuma vitória. Logo nas primeiras palavras sobre o seu novo trabalho, Luxemburgo foi de encontro ao que todo mundo pregava e falou que a luta do Flamengo era contra o rebaixamento. Calçou a sandália da humildade, colocou o time para marcar, trouxe um preparador que fez o time correr e conseguiu resultados. O time, de acomodado que estava, passou a vibrar até numa tirada de bola na defesa. Uma mudança e tanto.

Colocamos a cabeça fora d´água, literalmente. Depois de 8 jogos, passamos para a primeira folha da tabela e o time encontrou uma forma de jogar que "vem dando certo".

A questão que fica é: fugir do rebaixamento não é pouco para o Flamengo?  Sei dos erros de planejamento, da demora para tomar decisões que, se oneraram a folha salarial, trouxeram eficiência para dentro de campo e que, em comparação a times que estão na frente da tabela, o elenco do Flamengo carece de jogadores em algumas posições. Mas continuo me fazendo a pergunta. acima

Essa coisa de brigar com o rebaixamento nivela a equipe por baixo. Será que é o parâmetro certo que queremos para o Flamengo, seja qual for o time que entre em campo?  A questão é que, nivelando por baixo, a sua "linha" de satisfação vai abaixando e gerando uma acomodação que, geralmente, não existe em time campeão.

Confesso que me incomoda as falas do Luxa sobre rebaixamento e Z4, justamente por achar que está nivelando por baixo. O nosso ponto de corte, um dia, foi o Z4. A nossa realidade estava lá.  Será que não está na hora de subir esse "ponto de corte" para evitar a acomodação de um elenco que provou atuar melhor quando precisa vencer?

Espero mesmo é que essa coisa de fugir do rebaixamento (e estar mais longe dele do que há umas rodadas) não traga acomodação ao elenco. Afinal de contas, jogadores que portam o Manto sempre podem ir além do que acham que podem. Essa é uma das leis Flamengas mais certas que tem no universo.

Saudações!


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.