Pós-jogo: Em céu de Maracanã, urubu é rei!






Desde o primeiro momento do jogo do Flamengo contra o Corinthians, ficou claro que o Everton seria um dos protagonistas do jogo. Se o Corinthians quisesse anular o Flamengo, teria que anular o Everton. E não fez isso. Everton jogou bola demais. Correndo pelo lado esquerdo do campo, ele infernizou a zaga corintiana e nos pés deles saiu os melhores lances do Fla no jogo,

O primeiro tempo foi morno quase me dando sono. Com o Flamengo esperando o Corinthians que foi bem marcado pelo meio de campo rubro-negro, houve pouquíssimas chances de gol. Se não fosse uma desatenção do Chicão numa reposição de bola do Paulo Victor, eu teria passado o primeiro tempo todo sem friozinho na barriga.

Tudo mudou no segundo tempo. Com o Flamengo saindo mais para o jogo e abrindo espaços, o Corinthians até tentou atacar, mas os seus atacantes estiveram bem marcados pela zaga do Flamengo, Chicão e Wallace. E foi através da zaga que o Flamengo fez o único gol do jogo. Numa falha dupla do bandeirinha, Wallace marcou o gol que incendiou o jogo.

A partir daí, a juizada, que deixou Renato Augusto matar pelo menos um dois contra-ataques sem dar cartão amarelo e numa falta do Marcio Araújo deu o cartão, falou e falhou feio. Foi um horror. Marcou um pênalti para o Flamengo na única possibilidade que mão dentro da área deveria ser aceita: se o cara tira o braço do lance, bateria na barriga. Para que marcar pênalti numa bola dessa? Depois dessa, ainda teve um impedimento primário marcado do Flamengo, que o Eduardo da Silva partiu do próprio campo de defesa para o ataque.

Aliás, o Eduardo da Silva hoje não a fim de marcar gol. Perdeu o pênalti batendo muito mal, perdeu gol cara a cara com o goleiro, escolheu Leo Moura numa jogada que era só empurrar pro Elton fazer o gol... Não vou descartar que armou uns contra-ataques ali no final do jogo que o Flamengo não matou o jogo porque foi incompetente, mas será que conta?

Conseguimos três pontos importantíssimos em casa, contra um time que está a nossa frente da tabela. O gol irregular faz parte do jogo de um campeonato que é organizado por uma entidade que, além de não respeitar o resultado de dentro de campo, prepara muito mal quem o dirige. O resultado disso são erros seguidos, inacreditáveis e que despertam a ira do torcedor. E isso não é só pra Flamengo, Corinthians ou qualquer outro time. É geral.

O Flamengo jogou como time grande  e mereceu a vitória, independente de como ela veio. Quem manda no Maracanã é o urubu, que hoje voou mais alto. Chora, gavião!

Nosso próximo jogo no Brasileirão é contra o Palmeiras. Os caras estão lá embaixo, com técnico novo e sedentos por vitória. Não podemos dar mole e não daremos. Foco, concentração e raça. É tudo nosso!

Saudações!



Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.