Elias: vaias ou aplausos no reencontro?






http://extra.globo.com/incoming/10532907-199-239/w640h360-PROP/eliasflamengo.jpeg.jpg

Não é segredo para ninguém que tenho sim um carinho especial pelo Elias. Por mim, ele estaria no Flamengo. Foi um jogador sério, comprometido, eficiente e ganhou um título, teve nuances de idolatria, principalmente depois daquela campanha para o filhinho dele doente. Moleque fofo e carismático, despertou o carinho da Nação. A não ser que ele faça uma papagaiada em cima do clube, tem o meu respeito. E, por esse respeito, não o vaiaria, por exemplo, se estivesse no Maracanã no jogo contra o Corinthians.  Mas daí a aplaudir e gritar seu nome? Sei lá, estranho!

Entranho porque o Elias, por mais alegrias que tenha nos dado, está no passado e do lado de lá. Está longe da condição de ídolo do Flamengo. Vamos parar com essa carência de achar que qualquer um que jogue um ano no Flamengo e vá bem tem que ser ídolo. Além do mais, ele preferiu jogar no time adversário, que enfrenta o Flamengo. Como é que você vai dar força para isso e gritar  nome dele ou aplaudi-lo? 

Não consigo entender quem diz que vai aplaudi-lo e se quiserem usar os comentários para me explicar, eu até agradeceria, para não aparecer injusta. Mas, sinceramente, aplaudir e nomear Elias como ídolo do Flamengo está muito mais para carência do que para eficiência do rapaz dentro de campo.

Saudações!



Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.