Vasco não é vice-campeão mundial no Basquete

Vasco não é vice-campeão mundial no Basquete


Algumas histórias contadas viram verdade se não forem combatidas. Como está em evidência a conquista do Flamengo do título mundial de clubes, muitos adversários procuram desmerecê-la, principalmente os vascaínos, que se gabam se não serem campeões mundiais por que enfrentaram um time de NBA, diferente do Flamengo. Portanto, vamos recordar umas coisinhas.

O torneio intercontinental de basquete nasceu em 1966 e foi disputado até 1996 com o duelo entre os campeões da Euroliga e da Liga das Américas. A aprtir de 1996, a rede de fast food McDonald's organizou um torneio para chamar de mundial que contava até com participação de times da NBA, e teve o Vasco da Gama chegando a final em 99 ficando em vice (A NOVIDADE!), mas a competição não foi reconhecida pela FIBA. Ou seja, até em campeonato de empresa de sanduíche o Vasco é vice.

A entidade que rege o basquete no mundo voltou a realizar o Mundial no ano passado, com o Olympiakos, campeão da Euroliga, vencendo o Pinheiros, que conquistou a Liga das Américas em 2013. O Mundial não conta com a participação de times da NBA porque eles vivem num mundo paralelo, que, inclusive,  tem regras diferentes do basquete praticado no mundo todo.

Portanto, o vasco não é vice campeão mundial porque jogou um campeonato que não é reconhecido pela entidade máxima do basquete. Entenderam?

O Flamengo de 14!

O Flamengo de 14!
http://p2.trrsf.com/image/fget/cf/2432/1632/0/0/619/464/images.terra.com/2014/09/28/trofeugaleragilvandesouzaflamengo.jpg

Uma criança vendo o seu desenho favorito. Se alguém tivesse visto a minha reação quando percebi que o Flamengo seria campeão mundial de basquete,  pensaria, certamente, que eu era uma criança vendo o seu desenho favorito. Eu batia palma, sorria e gritava como se a Peppa estivesse ali na TV. Encantada e extasiada, estava vendo basquete do Flamengo fazendo história de novo. E, dessa vez, não foi pouca coisa!

Flamengo venceu o time que derrotou o Barcelona e o Real Madrid na Europa. Com isso, se tornou, junto com esses dois últimos,  os únicos times campeões do mundo no basquete e no futebol. É coisa pra caramba!
O Flamengo se impôs. Do início ao fim. Com uma defesa diferente, com o Nico e  Meyinsse em quadra e o Olivinha personificando o torcedor que estava assistindo o jogo, nem as bolas de três do Pargo, que joga MUITO basquete, tiraram o nosso titulo. No fim do terceiro quarto, a diferença era de poucos pontos. No último quarto, depois de um lance que o Benite roubou a bola do craque deles, esperou o cara fazer a falta e fez dois pontos, eu pensei: esse título é nosso! E foi.



Temos outro mundial para chamar de nosso. Temos um time que, simplesmente, é campeão de tudo. Se antes tínhamos o Flamengo de 81, agora temos o Flamengo de 14!  Assim como os de 81, os de 14 mostraram uma alegria e uma energia incrível de portar o vermelho e preto, de não ser vasco, de ter dado respeito e comprometimento. Se um time não é campeão a toa, imagina um time multicampeão!



Tomara que esse título sirva de incentivo para outros clubes de futebol investirem em esportes paralelos e que fortaleçam o esporte brasileiro. As Olimpíadas no Brasil vem aí e esse tipo de título tende a fortalecer o esporte. E o basquete precisa ser fortalecido para melhorar a posição nos campeonatos mundo a fora.

http://ejesa.statig.com.br/bancodeimagens/5t/df/s4/5tdfs4jk09fmdgi7e22tttavq.jpg

Parabéns que não deixou o basquete do Flamengo morrer, mesmo com todos os problemas enfrentados. Parabéns, Clube de Regatas do Flamengo. Parabéns ao torcedor rubro-negro que se supera nessa especialidade de levar um grupo vestindo vermelho e preto com CRF no peito às vitórias.
Conquistamos o mundo! E nós, eu e você, presenciamos a história sendo feita!

Siga o Fla Basquete no Facebook e nosso perfil no Twitter.

Chicão e Samir brincaram de ser zagueiros contra o Bahia

Chicão e Samir brincaram de ser zagueiros contra o Bahia
Emanuel Biancucchi luiz antonio bahia x flamengo (Foto: Getty Images)

Nem a substituição do Luxemburgo colocando o Arthur no lugar do Eduardo da Silva me irritou tanto quanto a atuação da dupla de zaga do Flamengo no jogo contra o Bahia pela 25ª rodada do Brasileirão 2014. E a zaga do Flamengo, que vinha bem com Wallace e Marcelo, voltou a levar gols bobos, levando insegurança e gols ao Flamengo.

A queda de rendimento do Samir é impressionante. Mesmo levando em consideração as lesões que ele teve, nem de longe lembra o zagueiro que surgiu, seguro e fazendo a alegria da torcida rubro-negra. Parece que aquela falha lá na Libertadores foi aceso um estopim que desencadeou uma fase ruim que o garoto não consegue sair. A forma como o jogador do Bahia se livrou dele no primeiro gol foi para irritar qualquer rubro-negro. É aquele drible de brincadeira de criança que o cara driblado (no caso o Samir) deixa o driblador passar na brincadeira. Nem a cabeçada que quase acabou em gol me deixou menos irritada.

Falando em brincadeira de criança, Chicão em muitos lances parece o tiozão que só cerca os caras que estão jogando. Saca o que falei do Amaral em muitos jogos? Encaixa para o Chicão. Não dá para, no futebol profissional, dar o bote e ficar para trás em tantas bolas como ele vem ficando. Não dá para deixar a defesa desprotegida quando ele é o zagueiro de área.

A "brincadeira" custou caro. Esse tipo de derrota me irrita porque é um jogo que poderíamos ganhar. Ganhar com atuação desses jogadores que podem jogar mais do que vem jogando. Muito mais.

É torcer para a volta do Wallace e Marcelo. Pelo menos, eles não levavam tantos gols. Essa combinação de zagueiros que está havendo não está com nada. E o Flamengo está levando gol a beça!


A união não faz só o açucar

A união não faz só o açucar

Luxemburgo Flamengo treino (Foto: Cahê Mota)
O título do post pode até ser infame mas retrata bem o momento que o Flamengo vem vivendo no Brasileirão, a união, junto com o trabalho do Luxemburgo vem fazendo com que dos últimos 39 pontos, 24 tenham sido conquistados. Foram sete vitórias, três empates e três derrotas, sofrendo apenas 10 gols em 13 jogos – antes de sua chegada, havia sofrido 19 em 11.

A união de elenco, técnico e a crença no trabalho proposto é o que fez o Flamengo subir tanto de produção no campeonato. O grupo não é tecnicamente excelente mas entendeu o que a comissão técnica quis passar, abraçou a ideia e vem desenvolvendo um bom trabalho.

Sabemos que o Flamengo passou por um momento importantíssimo no campeonato, em que tentava se distanciar da zona de rebaixamento tendo que enfrentar Criciúma, (fora de casa, num caldeirão), Grêmio, Corinthians, Fluminense e São Paulo. E anda enfrentará Bahia e o Figueirense  fora de casa.

O Flamengo pode ir mais longe nesse campeonato. O desempenho nos últimos jogos, mesmo com as bobeadas para Palmeiras e São Paulo mostram isso.

O próximo jogo será contra o Bahia, na casa deles. Dá para conseguir os três pontos, mesmo se Alecsandro,, Cáceres e Everton (se ele não se recuperar.

Vamos Flamengo!

5 motivos para apostar no Flamengo no Mundial de Basquete

5 motivos para apostar no Flamengo no Mundial de Basquete
Taça do mundial de Basquete (Foto: Gilvan de Souza)

O Flamengo disputará o título da Copa Intercontinental de Clubes contra o Maccabi Tel Aviv. Depois de ganhar a Liga das Américas, que o credenciou a estar nesse jogo, todo rubro-negro que acompanha basquete sonhou com esse fim de semana. E ele chegou. Chegou com a confiança do time e da torcida lá em cima. Ah, essa torcida que tem tudo para fazer de novo a diferença!

1) São acostumados ganhar títulos!



Não é de hoje que o basquete do Flamengo é campeão. O video acima, do primeiro titulo do NBB, que nem era NBB ainda, é para comprovar isso. Você acha que isso não é importante? Pergunta para o vascaíno o quanto pesa numa decisão o seu time não ganhar nunca. E, se quiser aguentar chororô, pergunte para um botafoguense também. Time que está acostumado ser campeão faz a torcida ficar confiante. Grupo vitorioso se supera e faz acontecer.

2) Temos um timaço!



Os adversários que me desculpem, eles podem ter reforçado um time que perdeu peças importantes mas o Flamengo, além de manter quase o mesmo time da temporada passada, ainda se reforçou lindamente(!!!). Nosso time é tão forte que eu fique na dúvida de como iniciaremos o jogo de logo mais. São jogadores que já foram a Campeonatos Mundiais representar suas seleções em diversas categorias. No basquete, não tem Arth, ops, digo, pereba!

3) Os caras jogam com raça absurda!



Não é a toa que o Basquete é o orgulho da Nação. A identificação que alguns jogadores tem com o Flamengo, com história de títulos e com a torcida é coisa para se orgulhar mesmo. Duvido você não vibrar junto quando um deles cai por cima de placa para tentar salvar uma bola. DU-VI-DO você não comemorar aquela bola de três pontos que insiste em não cair pensando um "até que fim". Se não pegarem esse time num dia péssimo, é difícil ele não dar trabalho para perder um jogo. A raça, a vontade que eles colocam em quadra faz ganhar jogo. E títulos!

4) Exemplo fora de quadra



O Flamengo nesse um ano e meio se transformou em exemplo para outros clubes. Depois de sofrer com atraso de salários, com o basquete totalmente dependente do futebol, o departamento de esportes olímpicos foi remodelado. O clube conseguiu várias certidões que possibilitam a obtenção de patrocínio por leis de incentivo ao esporte e tem a independência do futebol, com patrocínios próprios. Como não acreditar que um time com as contas em dia, com craques em quadra, pode ser campeão do mundo?

5) A torcida vai empurrar o time o tempo inteiro



Sabe aquela música "sei que não existe história de amor mais bonita"? Nesses momentos é que temos a explicação máxima dessa frase. A HSBC Arena vai se transformar num caldeirão, principalmente no domingo. E não é aquela coisa de meter medo no adversário. É aquela parada que coloca o time do Flamengo para ir pra cima, não dar espaço na defesa, estar atento nos lances do jogo e, principalmente, que diverte até o RN mais turrão!

Pra quem não for a Arena, alguns blogs que cobrem o basquete do Flamengo costumam fazer um excelente serviço de informação. Você já curte a Fanpage e o Twitter do Fla Basquete que é mantido pelo Primeiro Penta?

Eu indico também:

A Fanpage e o twitter do Garrafão Rubro-Negro
A Fanpage e o twitter do IFlamengoNews
A Fanpage e o twitter do Magia Rubro-Negra

Vamos Mengão! Vamos trazer mais um título!!!

O grande prejuízo de uma arbitragem desastrosa

O grande prejuízo de uma arbitragem desastrosa
http://s2.glbimg.com/eut3aS8CiZFgzEW-LcAX-XBKQRY=/0x0:2000x1264/690x436/s.glbimg.com/es/ge/f/original/2014/09/24/vanderleiluxemburgo-flamengo-get.jpg

Não há como negar que os erros fazem parte da história do futebol. Longe (MESMO!) de querer ser politicamente correta ou até mesmo puxar a sardinha para o lado do meu time, que é o Flamengo, é bem complicado falar de uma arbitragem como a de São Paulo e Flamengo no Morumbi. Mais do que interferir no resultado do jogo, mostra como estamos reféns de juízes ruins, que erram o básico. Paga-se uma nota para profissionalização de jogadores, departamentos de futebol, salário de jogadores para um cara marcar lances como vimos ontem.

Eu não vi pênalti no Pato. Já busquei todos os ângulos possíveis do lance. Mas o que deu ainda mais a certeza que não foi pênalti foi a vergonha que senti vendo a entrevista dele no intervalo. E depois quando vi a do Márcio Araújo falando do mesmo lance.

Eu não consideraria sequer mão no lance do Samir, que foi fora da área e o juiz marcou pênalti. Eu também não consideraria mão do Cáceres, que num lance de girada de corpo para combater uma bola no meio de campo, levou o cartão amarelo. Não sei se eu daria o cartão amarelo para o Alecsandro por reclamação. O Ganso com cartão amarelo não levou o segundo quando xingou o juiz com as câmeras da TV mostrando o lance. O que o STJD, que tanto preza pelos bons costumes dentro e FORA de campo, vai fazer? Ainda teve o impedimento do Canteros que é lance para escola de arbitragem e do Gabriel, alguns lances antes que fiquei com a impressão de não estar impedido. E esse, pasmem, a TV nem repetiu. Eu poderia falar também que, se o juiz aplicou com tanto rigor as bolas que bateu na mãos dos jogadores, não deveria ter deixado passar o lance do segundo gol do São Paulo, do Luis Fabiano.

Embora esteja  em evidência os dois pênaltis inexistentes, o Flamengo foi bem prejudicado nos lances dos jogadores que levaram o terceiro cartão amarelo. Primeiro porque ficou sem o Cáceres no final do jogo, já que o Luxemburgo ficou com medo da compensação depois da expulsão do Michel Bastos e ficou sem ele no próximo jogo, contra o Bahia fora de casa. No caso do Alecsandro, fica mais a reclamação de um jogador do time de lá ter feito coisa pior, mostrada em rede nacional e não levou o cartão amarelo enquanto o nosso levou. E esse cartão também o tirou do próximo jogo.

As grandes coisas de ontem estão sendo bem faladas. Mas as pequenas coisas é que nos darão prejuízo mais longo!

OBS.: Isso não é choro por causa da arbitragem. O que passou, passou! O Flamengo teve a oportunidade dos três pontos e não o fez.  Mas falar desses erros traz a certeza que eles não são só a favor do Flamengo, como muita gente acredita.

Pós-Jogo: Que bobeira, Flamengo! Que mole, time!

Pós-Jogo: Que bobeira, Flamengo! Que mole, time!

http://s2.glbimg.com/g1fTixGl__Podl2UVR7hsTjBP-g=/1295x178:2000x822/300x274/s.glbimg.com/es/ge/f/original/2014/09/08/fernandinho-gremio-flamengo-marcosarcoverde-ae.jpg


O que falar de um jogo que tem o juiz caseiro? O que falar de um jogo que o juiz que está na linha de fundo marca dois pênaltis inexistentes contra o Flamengo?  E os impedimentos? E o

Até o São Paulo fazer o seu gol de pênalti, o jogo estava equilibrado. Depois que o Ceni converteu o pênalti, o Flamengo deixou de respeitar tanto o São Paulo e foi para o jogo. Não demorou para criar lances de perigo e fazer o seu fol, numa falha do Ceni. E poderia ter saído do primeiro tempo ganhando, simplesmente porque jogou mais. O juiz terminou o tempo num contra-ataque claro do Flamengo. Logo no primeiro tempo, ficou bem claro que o medo de compensação que o Luxemburgo tanto falou, está mesmo acontecendo.

Quando o segundo tempo começou depois da vergonha do Pato dando entrevista no intervalo afirmando que foi pênalti, o juiz tratou logo de marcar um pênalti. De uma mão em cima, com o zagueiro desequilibrado, fora da área. Mais vergonhoso impossível. Mas foi tão vergonhoso que o Rogério Ceni deve ter ficado com vergonha. Paulo Victor que não tem nada a ver com isso, fez mais uma defesa num pênalti e salvou o inicio do primeiro tempo do Mengão. O erro do pênalti parece que paralisou o São Paulo. E o Flamengo foi pra cima.

Foi tão pra cima que o São Paulo teve jogador expulso e Everton saindo de campo por causa disso, impedimento do Canteros mal marcado que poderia resultar num gol do Flamengo, Nos últimos minutos do jogo, o Flamengo dominou o São Paulo e o gol foi uma questão de tempo. Numa cobrança de escanteio, Alecsandro pulou entre dois zagueiros e fez o gol da virada. Virada essa que não terminou em vitória porque Luis Fabiano fez um gol nos últimos momentos do jogo. Que bobeira, que mole! A gente deu mole, o empate dos caras não poeria ter acontecido

Com ou sem compensação, com ou sem mole, vamos seguir em frente.   O próximo jogo do Flamengo é contra o Bahia, na casa dos caras. O Bahia vem de três vitórias nos últimos quatro jogos. Todo cuidado é pouco!

Saudações!

Treino na Gávea e alterações no time titular do Flamengo

Treino na Gávea e alterações no time titular do Flamengo


Como já havia acontecido no jogo contra o Palmeiras fora de casa, o Flamengo treinou na Gávea antes de outra viagem para terras paulistas, dessa vez para enfrentar o São Paulo. Treinos na Gávea remetem a um passado legal, bacana e vitorioso, mas não é mais o lugar de se treinar todos os dias. O time precisa mesmo do sossego e do isolamento do Ninho do Urubu para ter um melhor resultado nos treinos.



Pelo treino que o Luxemburgo comandou, Gabriel e Samir estarão no time titular contra o São Paulo. Gabrile entrará na vaga do Eduardo da Silva e Samir na vaga de Chicão.

Se o Gabriel seria uma ótima alternativa pela direita, fazendo o mesmo papel que o Everton faz pela esquerda. Mas, como cai muito e parece mesmo não ter força para se manter de pé em disputas de bolas com os adversários, acaba jogando fora as oportunidades que tem quando entra em campo. Isso atrapalha muito o desenvolvimento do jogo dele e do próprio Flamengo. Não é a toa que parte da torcida tem marcação quando ele entra em campo.

O Samir retorna ao time titular depois de um período entre recuperação de lesão e esperar o seu lugar na fila para ser titular. Ele se lesionou ainda quando Ney Franco era técnico e com as boas atuações de Marcelo na zaga e com Chicão entrando no lugar do Marcelo, só agora ele terá uma chance de voltar ao time titular, desta vez com Luxemburgo.

Flamengo viaja esta tarde para enfrentar o ão Paulo pelo Brasileirão. Vmos em busca de mais três pontos!











Fla Basquete vive uma semana histórica

Fla Basquete vive uma semana histórica


Sim, é uma semana histórica para o Flamengo, mais precisamente para o Fla Basquete. Se você acha que o Flamengo é só futebol, só lamento porque tudo o que a gente quer ver nos gramados, o Fla Basquete faz em quadra. Não é a toa que é campeão de quase tudo. Quase porque falta o título maior, o título mundial. A disputa é sexta e domingo, numa melhor de dois jogos. Entendeu por que a semana é histórica ou tem que desenhar?

O time está treinando muito. Não tenho duvidas que estarão preparadíssimos para esses dois jogos. Já começaram a disputar o título carioca, venceram os dois amistosos contra o Pinheiros no fim de semana e terão a semana de treinamentos para o confronto contra o Maccabi Tel Aviv, pela Copa Intercontinental.

Segundo informações do site oficial, hoje os atletas treinam na Gávea. A partir de quarta-feira (24.09), as atividades passarão a ser realizadas na HSBC Arena, local onde acontecerão as partidas da Copa Intercontinental. Na quinta-feira (25.09), os jogadores folgam pela manhã, e voltam às atividades no período da tarde. Fechando a semana de treinamentos, na sexta-feira (26.09), os atletas vão à quadra pela manhã para trabalhos leves, no mesmo dia em que disputam a primeira partida contra o Maccabi, às 21h30, na HSBC Arena.

A grande pergunta é: você já garantiu sua vaga nesse duelo espetacular?  Você pode comprar seus ingressos pelo site Ingresso Rápido ou nos pontos físicos de venda. No dia da partida, a venda será feita na bilheteria da HSBC Arena.Faça parte dessa festa e compre já seus ingressos pela internet ou nos pontos físicos de venda.

Eu confio muito que sairemos desse confronto com uma vitória inesquecível, mais uma que só esse povo basqueteiro nos dá! :D

Pós-Jogo: Cada time teve o gol que mereceu!

http://1.bp.blogspot.com/-41k3A52Irtc/VB9ZFP4Lb_I/AAAAAAAAv3E/tD5pzE0UFfA/s1600/eduardo%2B21%2B09.jpg

Sabe aquele jogo que você lamenta por não ter saído com a vitória, principalmente por causa dos últimos momentos?  O Fla-Flu despertou isso em mim. Depois de começar ganhando e mandar no jogo praticamente o tempo todo o Flamengo não conseguiu sair com a vitória do Maracanã e não consegue dar o salto para começar a brigar pela parte de cima da tabela. Ah, se não fossem os moles dados!
Gosto muito da forma como o Luxemburgo arma o Flamengo. Pena que quem está na direita do Flamengo não consegue desempenhar o bom papel que o Everton faz na esquerda. Se tivéssemos isso, seríamos um time muito mais forte. Luiz Antonio, aquele da final da Copa do Brasil, poderia desempenhar esse papel. Mas vem numa fase que até o esforçado Márcio Araújo consegue barrá-lo. Aliás, que disposição desse cara. Longe de ser craque, a entrega que esse cara tem deveria servir de exemplo, principalmente para os mais novos.

Foi no primeiro tempo que o jogo aconteceu, com os dois lados. Se por um lado tivemos o oportunismo do Eduardo da Silva para fazer nosso gol, do outro lado teve-se a esperteza do Fred, que empurrou o zagueiro do Flamengo para ficar livre na área e cabecear para o gol. O gol pode até ter sido legal, mas a gente sabe que foi imoral. Igual pênalti cavado em Copa do Mundo.

Os destaques do segundo tempo  vão para uma defesa sensacional do Paulo Victor um chute do Fred e para o final de jogo do Flamengo que teve pernas para buscar a vitória  e quase saiu do Maracanã com uma vitória. Poderia até falar do juiz que deixou o Everton ser caçado em campo, com revezamento de faltas em cima dele, com direito a chute no peito e tudo, mas vida que segue!

http://og.infg.com.br/in/14005374-188-4b4/FT1086A/421/2014092165629.jpg-G581S6UA4.1.jpg

Estamos em décimo primeiro lugar de uma tabela que poderíamos estar mais na frente. É nessas horas que eu acho que essa coisa de rebaixamento nos nivela por baixo.

Nosso próximo adversário é o São Paulo, vice-líder do Brasileirão na casa deles. Parada dificílima mas como o Flamengo tem se especializado em se superar nesse tipo de jogo e dar moles em jogos fáceis, acredito na vitória. A volta do Canteros vai trazer um equilíbrio maior ao meio de campo e o Everton no contra-ataque vai ser mortal!

Saudações!

Pré-Jogo: Flamengo x Fluminense - Brasileirão 2014

Pré-Jogo: Flamengo x Fluminense - Brasileirão 2014


Dia de Fla-Flu é uma que o Rio amanhece mais colorido. Principalmente porque eles mostram que tem time quando enfrenta o Flamengo. Com camisas verdes desbotadas e um rosa meio puxado para o vinho, eles tendem a achar que aquilo ali é a camisa oficial mesmo tendo comprado há sei lá quantos anos atrás.

Fla x Flu é o típico exemplo em que o discípulo superou o mestre. Nascido do Fluminense, o Flamengo multicampeão em muitos esportes e principalmente, no futebol, coloca o clube que se originou no chinelo, na freguesia. Em relação a ele o Flamengo está um pedestal acima. E se os resultados de dentro de campo importassem, estaria uma divisão também.

No primeiro turno, mesmo jogando bem, perdemos por m placar que não disse o que foi o jogo. Agora, está na hora de ganhar para nos aproximarmos deles na tabela. Se ganharmos ficamos a apenas uma vitória de um time que, há pouco tempo, estava no G-4. Sabe o que isso significa? Pois é!

Os relacionados para o jogo foram: Alecsandro, Amaral, Arthur, Cáceres, Cesar, Chicão, Eduardo da Silva, Elton, Everton, Frauches, Gabriel, João Paulo, Léo Moura, Lucas Mugni, Luiz Antonio, Marcelo, Marcio Araújo, Mattheus, Muralha, Paulo Victor, Recife, Samir e Wallace.



A grande duvida é quem entra no lugar do Canteros, que fez uma partidaça contra o Palmeira,s mas está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Eu aposto na entrada do Luiz Antonio e com Luxemburgo mantendo o esquema que vem dando certo.

Tem tudo para ser um jogão com o detalhe do Maracanã ser (quase) todo rubro-negro  Nação comprou cerca de 90% dos ingressos disponíveis, o que é promessa de show nas arquibancadas. Tomara que contagie e o Flamengo dê show também dentro de campo.

Preparados? Vamos Flamengooooo!!!!

A arena do Flamengo na Gávea

A arena do Flamengo na Gávea

Com a proximidade das Olímpiadas no Rio e Janeiro, o Flamengo pode ser beneficiado com a construção de uma arena na Gávea. O sonho é antigo e parece estar mais próximo do que nunca. O clube está esperando as ultimas licenças para que a obra da Arena para 4 mil pessoas possa ser iniciada, numa área onde hoje funciona um estacionamento e já foi um posto de gasolina.

A previsão é que, uma vez iniciada as obras, demorem 10 meses para ficar pronta. O vice-presidente de Esportes Olímpicos do Flamengo, Alexandre Póvoa, quer começar a temporada 2015/2016 jogando nela.

Outro benefício que o Flamengo ganhará é a reforma do ginásio de ginástica artística e dos vestiários. Vale lembrar que a área do futebol e o gramado já foram reformados pela Holanda para a Copa do Mundo.

A parceira do Flamengo é com os Comitês Olímpicos do Brasil, Estados Unidos e Reino Unido.
.

A punição do capitão Léo




Não gosto muito de falar sobre a política do Flamengo. Primeiro porque não frequento aquilo lá. E segundo, para falar desse assunto, quase que necessariamente tem que se falar de pessoas e procuro não falar de pessoas. Simplesmente porque as pessoas passam e o Flamengo fica. Elas compõe o Flamengo mas não são o Flamengo. E aqui quem importa é o Flamengo.

Porém, essa semana saiu uma punição para o Capitão Léo, o Leonardo Ribeiro, ex-presidente do Conselho Fiscal do Flamengo por ofensas ao vice de marketing, Luís Eduardo Baptista, o Bap. Como é a segunda desse tipo (em agosto ele foi condenado a 30 dias de suspensão por agressão a sócio), cabe a aplicação do artigo 57 do estatuto do clube, que prevê a eliminação do quadro social no caso de duas punições em menos de um ano.

Ele é o principal alvo dos partidários da atual gestão nos bastidores. Lendo a entrevista que deu ao GloboEsporte.com, fala em direito de opinião e citando Cuba, disse que vai recorrer da decisão e que nunca perdeu uma votação no Flamengo. E não descarta se candidatar a presidente do Flamengo.

A punição foi comemorada nas Redes Sociais principalmente em perfis de pessoas que falam quase que o tempo todo de Flamengo. Porém, acho que ele conseguirá reverter a punição e que o "Não é agora que eles vão se livrar do Capitão Léo" estará mais presente do que nunca.

Quanto a ganhar as eleições como presidente do Flamengo, acho hipotético. Você votaria nele para presidente o seu clube?

#FrasesDaSemana 5: De quem foi a frase da semana no Flamengo?



http://2.bp.blogspot.com/-O9fGR-G7ToM/ULr_eYZojQI/AAAAAAAANMc/XOhn4maUh-Q/s1600/bla+bla+bla.jpg


Presidente, Alexandre povoa, Alecsandro, Chicão, Samir.... Na semana que tivemos apresentação do time do basquete, zagueiro convocado para a seleção e empate amargo contra o Palmeiras, de quem foi a frase da semana envolvendo o Flamengo? A minha escolhida é do presidente Eduardo. E a sua?


Apresentação do uniforme e elenco do Basquete Profissional

Apresentação do uniforme e elenco do Basquete Profissional

O  Flamengo, tricampeão do Novo Basquete Brasil e campeão da Liga das Américas, apresentou os novos uniformes do time de basquete em um evento digno dos times internacionais. Além dos modelos, o principal reforço para a temporada, o argentino Walter Herman, que disputou a Copa do Mundo da Espanha pelo seu país e tem passagens pela NBA, esteve junto do restante do grupo, praticamente o mesmo do último NBB, com exceção de Shilton, que não teve seu contrato renovado.















Ninguém jogou como ele contra o Palmeiras

Ninguém jogou como ele contra o Palmeiras
http://s2.glbimg.com/YKXSTwLFQJx3mrfoqQFr51hcZ0I=/141x0:1310x1264/524x567/s.glbimg.com/es/ge/f/original/2014/09/17/cantero-flamengo-get.jpg

Ninguém jogou como ele no jogo contra o Palmeiras. Se contra o Corinthians ele insistiu em cruzamentos/lançamentos/passes logos que foram poucos efetivos, contra o Palmeiras ele teve uma atuação de gala. Daquelas para bater palma e lamentar porque no próximo jogo ele não jogará. Depois de tomar o terceiro cartão amarelo, Canteros não enfrentará o Fluminense. Esses caras tem uma sorte!

Gol do Canteros! Palmeiras x Flamengo - Brasilierão 2014

Sorte que o Canteros teve quando o zagueiro furou a bola na frente dele e ele teve calma para colocar a bola para o lado e "fuzilar" o goleiro do Palmeiras, marcando o seu primeiro gol com o Manto Sagrado. Sorte que ele não teve quando depois de uma jogadaça pela direita do ataque, rolou a bola pra o Elton, sem goleiro e ele teve a incompetência de chutar em cima do zagueiro que estava chegando.

Canteros é o argentino que mais fácil se adaptou ultimamente no Flamengo. Se a gente for lembrar de quanto tempo o Cáceres, entre idas e vindas, começou a jogar bem e comparar com o Bottinelli ou até com o próprio Mugni, ele ganha em disparado em efetividade e benefício para o time. Não é de hoje que ele vem jogando bem.

A camisa 20 que trouxe tanta reclamação ano passado com Caduzin ganhou um novo dono e uma nova energia. Energia de um argentino que ajudou a mudar a cara do Flamengo nesse segundo semestre de 2014. Flamém!


Pós-Jogo: Empate está de bom tamanho fora de casa

Pós-Jogo: Empate está de bom tamanho fora de casa
http://images.jovempan.uol.com.br/yfltVkzLO4eVIrMvbmaoRqjFCBU=/fit-in/619x380/media.jovempan.uol.com.br/archives/2014/09/18/2258451902-palmeiras-e-flamengo-empatam-no-pacaembu-por-2-a-2-1126095650.jpeg

Estava bom demais para ser verdade. Aliás, estava estranho. Flamengo ganhando tranquilo, uma quarta-feira (logo ela!)  fora de casa. Antes de tivesse ido dormir no intervalo do jogo mas fiquei querendo ver ma goleada e...
O jogo começou com o Flamengo bem potado em campo. Como o Palmeiras vinha ansioso demais, totalmente compreensível pelo momento que eles atravessam, quem assistia o jogo via que era questão de tempo para o placar se movimentar a favor do Flamengo. E assim foi feito. Depois de uma confusão e de uma falha do zagueiro deles, Canteros fez o seu primeiro gol com o Manto sagrado. Não demorou muito para que o Alecsandro fizesse o segundo, numa jogada do Eduardo da Silva que gerou muita reclamação, já que a bola bateu na mão dele quando dominou a bola.

O segundo tempo começou, antes dos 5 minutos com um gol dos caras. Luxemburgo preferiu poupar o Cáceres para o clássico já que ele e Canteros estavam com cartão amarelo do jogo, colocou o tiozão que só cerca e trota, deixando a zaga do Flamengo bem desprotegida. Com a torcida apoiando, eles chegaram ao segundo gol e poderiam ter virado o jogo senão fosse a burrice do Valdívia ser expulso depois de um pisão no tiozão.
Não dá para culpar o Luxemburgo pela saída do Cáceres mas dá para culpar pela insistência no Amaral. O Canteros vinha fazendo uma partida muito boa (aliás, foi a melhor partida dele no Flamengo) e ele não poderia correr o risco de ficar com um jogador a menos, fora de casa. Pensou preventivamente e a gente não está muito acostumado com isso no futebol brasileiro.

Muitos falam em gosto amargo no empate mas ele está de bom tamanho. Fora de casa, com um time que está ameaçado e com a torcida apoiando, o lamento vem das falhas do Léo Moura, da falta de tesão do Luiz Antonio de marcar, do Amaral que só trota em campo e do gol que o Elton perdeu, depois de uma jogada sensacional do Canteros. Não dá para esperar a vitória quando o capitão falha, a defesa fica desprotegida, o cara que é pra fazer gol não faz...

Nosso próximo desafio é contra o Fluminense, que perdeu de forma inacreditável do ex-lanterna da competição. Está na hora do Flamengo partir para cima e afastá-los de vez do sonho da luta pelo título. Título só da série B, quando eles a pagarem e olhe lá.

Saudações!

Pré-Jogo: Palmeiras x Flamengo - Brasilerão 2014

Pré-Jogo: Palmeiras x Flamengo - Brasilerão 2014


O treino pré-jogo contra o Palmeiras foi em ritmo de festa, como é todo o treino na Gávea. Com a presença de torcida e sócios. o Flamengo fez o ultimo treino na sua casa e partiu para São Paulo, para enfrentar um dos times que mais vem nos dando alegrais ultimamente.

Espia aí: 5 momentos inesquecíveis do Flamengo contra o Palmeiras.

O Palmeiras não vem numa boa fase no Brasileiro. Rastejando ali na zona de rebaixamento, foi a única vitória que o Flamengo tinha antes do Luxa chegar. Eles trocaram  de técnico recentemente e o Dorival Junior, o técnico deles, vai fazer apenas a sua segunda partida na frente da equipe.

Luxa vai continuar com Chicão e Eduardo da Silva no time e acho que não tem muito como fugir disso. A grande novidade foi o Mattheus ser relacionado, já que o Mugni vinha sendo relacionado naquela posição. Veja a listagem dos relacionados:

Confira a lista completa de relacionados:

Goleiros:  Cesar, Paulo Victor

Laterais: João Paulo, Léo Moura

Zagueiros: Chicão, Frauches, Marcelo, Samir, Wallace

Volantes: Amaral, Cáceres, Canteros, Luiz Antonio, Márcio Araújo, Mattheus, Recife

Meias: Eduardo, Everton, Gabriel 

Atacantes: Alecsandro, Arthur, Elton

Vamos rumo aos três pontos, Mengão. Dá para fazer uma vitória, mesmo dentro da casa deles e continuar subindo no Brasileirão!

Saudações!

5 momentos inesquecíveis do Flamengo contra o Palmeiras

5 momentos inesquecíveis do Flamengo contra o Palmeiras
http://atdigital.com.br/futebolinternacional/wp-content/uploads/2012/11/camisa-flamengo-umbro-1999_MLB-O-2874295014_072012.jpg

O próximo adversário no Brasileirão é o Palmeiras, na casa deles. Eles estão patinando naquela zona do rebaixamento na qual já estivemos e não queremos voltar. Vem numa temporada que não time certo, com troca de técnico, mas vão jogar na casa deles. Todo o respeito é pouco para podermos aproveitar as oportunidades que aparecerem e finalizar o jogo com uma maior facilidade do que foi contra o Corinthians.

O Palmeiras sempre foi um adversário querido pra mim. Tenho jogos inesquecíveis que resolvi colocar como pré-jogo para inspirar a mulambada. Dois jogos dos jogos inesquecíveis que tive no Maracanã foi contra eles.


1) Palmeiras x Flamengo - Brasileirão 2005

Sabe esse medinho que grande parte da torcida estava do rebaixamento? Amigos, em 2005 eu perdia o sono com isso. Talvez porque a minha vida em si estava bem ruim na época, eu tinha pesadelos. O time do Flamengo não jogava bola. Lembro da segunda-feira que Joel Santana foi anunciado como técnico do Flamengo. Era um dia de caos no Rio de Janeiro, uma chuva que inundava Jacarepaguá e fui conseguir chegar na Barra para trabalhar perto das 10h. Joel conseguiu acertar o time, que ganhou do Palmeiras fora de casa e conseguiu respirar. Como esquecer Ramirez S2?




2) Primeiro e segundo jogo da final da Mercosul 1999

Na primeira partida de uma final de campeonato sul americano,o Maracanã não estava cheio. Uma quinta-feira a noite, com o Maracanã em obras, o Palmeiras com um time muito melhor no papel. E o Flamengo, depois de estar perdendo de 3x2, virou o jogo para 4x3 e levou a vantagem do empate para o segundo jogo. "Gol do Mengo"

O segundo jogo, amigos, o segundo jogo foi aquela coisa que só mesmo Flamengo produz. Sabe o Rodrigo Mendes, o Reinaldo, o Leandro Machado? Sabe o Caio, que hoje é comentarista? Sabe o Lê, o Maurinho, o Iranildo? Sabe o Carlinhos? Não teve Arce, Alex, Cesar Sampaio, Junior Baiano, Marcos, Zinho, Paulo Nunes que tirassem esse título do Flamengo. E a reação do Lê, o menino que fez o gol do título, foi uma das coisas mais lindas que já vi.



3) Flamengo 5 x 2 Palmeiras pela 35ª rodada do Brasileirão 2008

Eu não estava no Maracanã nesse jogo. Domingo de sol, preferi ficar na piscina do que enfrentar calorão para ver um Flamengo tinha Ibson e Kleberson como destaques. E nesse jogo eles só não fizeram chover. Junto com Marcelinho Paraíba, aplicaram uma goleada histórica na galera verde de São Paulo.



4) Palmeiras 0 x 2 Flamengo - 2 golaços de Petkovic - 18/10/2009

Na reta final da caminhada para o Hexa, Flamengo foi visitar o Palmeiras em casa. Líder durante um bom tempo daquele ano, o gringo mostrou que o Mengão estava na briga. Como esquecer o primeiro gol e não incluí-lo no rol de golaços que o Pet marcou no Fla?



5) Flamengo 1 x 1 Palmeiras | 18/11/2012 | 36ª Rodada Brasileirão 2012

Aqui decretamos o rebaixamento eles em 2012. Eles teriam que nos vencer. E veio com requintes de crueldade, com o gol do empate vindo do Vagner Love, que foi rejeitado no Palmeiras, quando o Flamengo estava com um jogador a menos no jogo. O desespero dos jogadores do Palmeiras no gol do Love fala por si.




Claro que tem mais momentos inesquecíveis contra o Palmeiras. Porém, procurei focar nos mais recentes e que nos tragam boas recordações.

Qual foi o seu Flamengo x Palmeiras inesquecível?

Que o realismo não vire acomodação

Que o realismo não vire acomodação


Parece que a opinião que o Flamengo não tem um elenco que o faz brigar pelo título do Brasileirão, um campeonato longo que precisa de peças de reposição, é unânime. Embora o time venha numa boa recuperação, com 6 vitórias nos últimos 8 jogos, é notório de que, para disputar o título, o time precisaria do "algo mais". Será?

A vinda do Luxemburgo, logo de cara, trouxe uma realidade que outros técnicos insistiam em fugir: a luta para fugir do rebaixamento. O Jayme não falava nisso e o Ney Franco insistia em falar em briga pela parte de cima da tabela enquanto saia do Flamengo sem nenhuma vitória. Logo nas primeiras palavras sobre o seu novo trabalho, Luxemburgo foi de encontro ao que todo mundo pregava e falou que a luta do Flamengo era contra o rebaixamento. Calçou a sandália da humildade, colocou o time para marcar, trouxe um preparador que fez o time correr e conseguiu resultados. O time, de acomodado que estava, passou a vibrar até numa tirada de bola na defesa. Uma mudança e tanto.

Colocamos a cabeça fora d´água, literalmente. Depois de 8 jogos, passamos para a primeira folha da tabela e o time encontrou uma forma de jogar que "vem dando certo".

A questão que fica é: fugir do rebaixamento não é pouco para o Flamengo?  Sei dos erros de planejamento, da demora para tomar decisões que, se oneraram a folha salarial, trouxeram eficiência para dentro de campo e que, em comparação a times que estão na frente da tabela, o elenco do Flamengo carece de jogadores em algumas posições. Mas continuo me fazendo a pergunta. acima

Essa coisa de brigar com o rebaixamento nivela a equipe por baixo. Será que é o parâmetro certo que queremos para o Flamengo, seja qual for o time que entre em campo?  A questão é que, nivelando por baixo, a sua "linha" de satisfação vai abaixando e gerando uma acomodação que, geralmente, não existe em time campeão.

Confesso que me incomoda as falas do Luxa sobre rebaixamento e Z4, justamente por achar que está nivelando por baixo. O nosso ponto de corte, um dia, foi o Z4. A nossa realidade estava lá.  Será que não está na hora de subir esse "ponto de corte" para evitar a acomodação de um elenco que provou atuar melhor quando precisa vencer?

Espero mesmo é que essa coisa de fugir do rebaixamento (e estar mais longe dele do que há umas rodadas) não traga acomodação ao elenco. Afinal de contas, jogadores que portam o Manto sempre podem ir além do que acham que podem. Essa é uma das leis Flamengas mais certas que tem no universo.

Saudações!

5 vídeos de Flamengo x Corinthians - Brasileirão 2014

5 vídeos de Flamengo x Corinthians - Brasileirão 2014

O Flamengo venceu o Corinthians no Maracanã num jogo importantíssimo na classificação do Brasileirão. Separamos 5 vídeos para mostrar como foi esse jogo.

Gol da vitória - Wallace



Melhores momentos do jogo



Penalti perdido pelo Eduardo da Silva



Lances do Everton no jogo



Lances do Eduardo da Silva no jogo



Saudações!





Wallace bate recorde e faz gol da vitória no Maracanã

Wallace bate recorde e faz gol da vitória no Maracanã

wallace flamengo x corinthians (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)

O destino sempre prega peças. Quis, dessa vez, que fosse a favor do Flamengo. No seu 35º jogo no Maracanã após a reforma, Wallace se transformou no jogador que mais atuou no tempo do futebol e fez o gol da vitória do time.

Será que teve algum torcedor que aplaudiu a contratação do Wallace pelo Flamengo? Jogador que estava na reserva no Corinthians, sem jogar e que o torcedor não tinha nenhuma informação, ele foi conquistando a sua posição e criando a sua identificação pouco a pouco com o clube. A seriedade em campo, a presença na final da "libertadores" do basquete ajudou isso, claro. Torcedor gosta dessa integração.

Quando ele entrou no time do Flamengo, em meados de 2013, o time estava desacreditado. Cresceu, sem duvida, com o time. Acabou campeão de um campeonato nacional O título da Copa do Brasil em 2013 tem muito da seriedade que Wallace implantou na zaga. 

Calhou do jogo "comemorativo" ser contra o ex-time, aquele que ele penou para ter um chance. Calhou ele fazer o gol da vitória, o seu primeiro gol do ano e que presenteou uma torcida que aprendeu a respeitá-lo. 

Já foram dois títulos com o Manto sagrado. E que não sejam os únicos.

Saudaçoes!


Pós-jogo: Em céu de Maracanã, urubu é rei!

Pós-jogo: Em céu de Maracanã, urubu é rei!


Desde o primeiro momento do jogo do Flamengo contra o Corinthians, ficou claro que o Everton seria um dos protagonistas do jogo. Se o Corinthians quisesse anular o Flamengo, teria que anular o Everton. E não fez isso. Everton jogou bola demais. Correndo pelo lado esquerdo do campo, ele infernizou a zaga corintiana e nos pés deles saiu os melhores lances do Fla no jogo,

O primeiro tempo foi morno quase me dando sono. Com o Flamengo esperando o Corinthians que foi bem marcado pelo meio de campo rubro-negro, houve pouquíssimas chances de gol. Se não fosse uma desatenção do Chicão numa reposição de bola do Paulo Victor, eu teria passado o primeiro tempo todo sem friozinho na barriga.

Tudo mudou no segundo tempo. Com o Flamengo saindo mais para o jogo e abrindo espaços, o Corinthians até tentou atacar, mas os seus atacantes estiveram bem marcados pela zaga do Flamengo, Chicão e Wallace. E foi através da zaga que o Flamengo fez o único gol do jogo. Numa falha dupla do bandeirinha, Wallace marcou o gol que incendiou o jogo.

A partir daí, a juizada, que deixou Renato Augusto matar pelo menos um dois contra-ataques sem dar cartão amarelo e numa falta do Marcio Araújo deu o cartão, falou e falhou feio. Foi um horror. Marcou um pênalti para o Flamengo na única possibilidade que mão dentro da área deveria ser aceita: se o cara tira o braço do lance, bateria na barriga. Para que marcar pênalti numa bola dessa? Depois dessa, ainda teve um impedimento primário marcado do Flamengo, que o Eduardo da Silva partiu do próprio campo de defesa para o ataque.

Aliás, o Eduardo da Silva hoje não a fim de marcar gol. Perdeu o pênalti batendo muito mal, perdeu gol cara a cara com o goleiro, escolheu Leo Moura numa jogada que era só empurrar pro Elton fazer o gol... Não vou descartar que armou uns contra-ataques ali no final do jogo que o Flamengo não matou o jogo porque foi incompetente, mas será que conta?

Conseguimos três pontos importantíssimos em casa, contra um time que está a nossa frente da tabela. O gol irregular faz parte do jogo de um campeonato que é organizado por uma entidade que, além de não respeitar o resultado de dentro de campo, prepara muito mal quem o dirige. O resultado disso são erros seguidos, inacreditáveis e que despertam a ira do torcedor. E isso não é só pra Flamengo, Corinthians ou qualquer outro time. É geral.

O Flamengo jogou como time grande  e mereceu a vitória, independente de como ela veio. Quem manda no Maracanã é o urubu, que hoje voou mais alto. Chora, gavião!

Nosso próximo jogo no Brasileirão é contra o Palmeiras. Os caras estão lá embaixo, com técnico novo e sedentos por vitória. Não podemos dar mole e não daremos. Foco, concentração e raça. É tudo nosso!

Saudações!

Flamengo estreia com vitória por 49 pontos no Carioca

Flamengo estreia com vitória por 49 pontos no Carioca

Na estreia do Campeonato Carioca de basquete, o rubro-negro, que busca o décimo título seguido, não tomou conhecimento do Liga Super Basketball, equipe da Baixada Fluminense, e venceu por incríveis 102 a 53 (53 a 23 no primeiro tempo).

Na próxima rodada, no dia 19, às 20h, o Flamengo volta a jogar na Gávea, quando encara o Macaé. Já o Liga Super joga no dia 11 de outubro, contra o mesmo Macaé, mas em local ainda a ser definido.

O jogo

O Flamengo entrou em quadra com Gegê, Benite, Chupeta, Olivinha e Meyinsse, e não contou com os brasileiros Marcelinho e Marquinhos, e os argentinos Laprovittola e Herrmann, que ainda não se reapresentaram após o Mundial de basquete da Espanha. Nos dias 26 e 28, o Flamengo disputa contra o Maccabi Tel Aviv a decisão da Copa Intercontinental, o Mundial de clubes, no Rio de Janeiro.

No primeiro quarto, o Flamengo abriu impressionantes 31 a 7, com boa participação do pivô americano Meyinsse. No segundo quarto, o rubro-negro perdeu Benite, com uma lesão no tornozelo. No mesmo quarto, um apagão atingiu o ginásio Hélio Maurício. Em pouco menos de dez minutos, a luz foi restabelecida e o Flamengo seguiu atropelando, fechando o primeiro tempo com 53 a 23. Nos dois quartos seguintes, o rubro-negro manteve o ritmo, com Cristiano Felício se destacando, e terminou o confronto com uma vitória arrasadora por 102 a 53.

Flamengo estreia no Carioca de Basquete rumo ao 11º título

http://4.bp.blogspot.com/-gcEAzAcsd_8/Uv7GPvY4ThI/AAAAAAAAHJI/0MpMZhrdtwc/s1600/3F9271337A864BBB91185C13025B8FB7.jpg

A caminhada do basquete do Flamengo na temporada começa com a estreia do falido campeonato carioca que este ano terá apenas três times.

O Flamengo defende o título contra a LSB e o Macaé, em um campeonato de tiro curto, onde todos se enfrentam em turno e returno. Os dois melhores times fazem as finais nos dias 24, 27 e 28 de outubro. Aquele com melhor campanha faz o segundo jogo da decisão em casa e, caso necessário, o jogo de desempate também.

A estreia será contra a Liga Super Basketball (LSB) no próximo sábado (13.09), às 18h, na sede da Gávea, no ginásio Hélio Maurício. Os torcedores deverão trazer um quilo de alimento não perecível. As doações serão entregues ao Lar Evangélico de Queimados - Estrada Padre José de Anchieta, 820 - Bairro São Francisco, Queimados.

Confira a tabela completa do Flamengo na competição:

Turno

13.09 - 18h - Liga Super Basketball x Flamengo (Gávea)
19.09 - 20h - Flamengo x Macaé (Gávea)

Returno

20.09 - 18h - Flamengo x Liga Super Basketball (Gávea)
22.10 - 19h30 - Macaé x Flamengo (Macaé)

Fase Final

24.10 - 19h30 - 2º Colocado x 1º Colocado
27.10 - 20h - 1º Colocado x 2º Colocado
28.10 - 20h - 1º Colocado x 2º Colocado (se necessário)

Remo tecnológico

Remo tecnológico
http://s.glbimg.com/es/ge/f/original/2011/09/10/fabianabeltrame_flamengo1_silviapontes62.jpg

A tecnologia, que está em vários esportes olímpicos, chegou ao Remo do Flamengo. Um dispositivo desenvolvido em parceira com a UFRJ, que mede vários fatores relacionados ao barco e ao atleta, pode ser o diferencial em resultados para a modalidade. Acoplado à embarcação e com sensores ligados ao remador, o equipamento conta com um sistema GPS que registra em um cartão de memória dados precisos e detalhados do movimento do atleta, como o trajeto percorrido, a velocidade do barco e o número de remadas por minuto. Essas informações podem ser acessadas em um computador pelo técnico e pelo atleta. O resultado é imediato, com o treinador podendo intervir no atleta treinando para ganho de performance no treino

Essa parceira já é desenvolvida desde 2010 e com os dados fornecidos, os remadores podem focar o treinamento nos seus pontos fracos, indicados pelos números, e melhorar sua performance. O sistema está em fase de aprimoramento e deve ser finalizado em dois anos.

A tecnologia é mais um benefício para a modalidade, que firmou parceria com o Comitê Olímpico Britânico, que irá promover intercâmbio entre atletas estrangeiros e rubro-negros além da utilização de 21 novos ergômetros.

Elias: vaias ou aplausos no reencontro?

Elias: vaias ou aplausos no reencontro?


http://extra.globo.com/incoming/10532907-199-239/w640h360-PROP/eliasflamengo.jpeg.jpg

Não é segredo para ninguém que tenho sim um carinho especial pelo Elias. Por mim, ele estaria no Flamengo. Foi um jogador sério, comprometido, eficiente e ganhou um título, teve nuances de idolatria, principalmente depois daquela campanha para o filhinho dele doente. Moleque fofo e carismático, despertou o carinho da Nação. A não ser que ele faça uma papagaiada em cima do clube, tem o meu respeito. E, por esse respeito, não o vaiaria, por exemplo, se estivesse no Maracanã no jogo contra o Corinthians.  Mas daí a aplaudir e gritar seu nome? Sei lá, estranho!

Entranho porque o Elias, por mais alegrias que tenha nos dado, está no passado e do lado de lá. Está longe da condição de ídolo do Flamengo. Vamos parar com essa carência de achar que qualquer um que jogue um ano no Flamengo e vá bem tem que ser ídolo. Além do mais, ele preferiu jogar no time adversário, que enfrenta o Flamengo. Como é que você vai dar força para isso e gritar  nome dele ou aplaudi-lo? 

Não consigo entender quem diz que vai aplaudi-lo e se quiserem usar os comentários para me explicar, eu até agradeceria, para não aparecer injusta. Mas, sinceramente, aplaudir e nomear Elias como ídolo do Flamengo está muito mais para carência do que para eficiência do rapaz dentro de campo.

Saudações!

Pós-Jogo: Ensina-me a não me importar com uma derrota Flamengo

A segunda derrota do Flamengo depois de cinco vitórias seguidas no Brasileiro trouxe a dura realidade que, por esses cinco jogos deixei de lado: a capacidade de sentir raiva de uns jogadores no jogo mesmo. Os que muitos chamam de cornetagem, eu chamo de alívio no coração. Tem outra forma de aliviar o coração, depois da ação do Marcelo no gol dos caras, do que um palavrão bem grandão que já já vai estar proibido de falar em estádios em todo o Brasil?

O jogo contra o Goiás começou mostrando a diferença de comportamento entre torcidas do Rio e Off Rio. O apoio e a forma de participação nos jogos são diferentes. E isso parece não ter despertado nos jogadores a atenção que eles deveriam ter com esse jogo. Para mim, perdemos três pontos em casa. Casa que recebeu com um carinho tão grande que merecia os três pontos, mesmo que fosse na marra.

O Flamengo não jogou pelos três pontos. Tirando uma bola do Márcio Araújo no inicio do jogo, uma mini pressão no final do primeiro tempo e os 15, 20 minutos iniciais do segundo tempo, o Flamengo nem sequer ameaçou o goleiro deles, o Renan. Dudu da Silva não deu jeito, Alecsandro parece que passa mais tempo brigando com a vida do que com atenção no jogo, Entendo quando o Luxa fala que os caras mereceram a vitória. Acertaram  uma bola num lance que o Marcelo pareceu um guri de escola saindo atrás de outro que acabou de dar um tapão na cabeça. Espia lá, que coisa mais infantil.

Com os caras fazendo gol aos 25 do segundo tempo, restou para Gabriel, Arthur e Mugni a tarefa de tentar tirar o prejuízo do placar. É nessa hora que a pergunta que está no titulo entra: me ensina a não me importar com uns bagulhos que entram no time do Flamengo e que você não entende o que eles fazem ali?  São Judas Tadeu, ajudai o Mengão nessa!

Para completar a noite ainda teve um bloqueio na área, quase no ultimo lance do jogo que o juiz resolveu que aquilo é bola na mão e não mão na bola. Aliás, uma das maiores idiotices do futebol é essa coisa de bola na mão. Mao e mão e acabou. Futebol, salvo o goleiro dentro da área, é para se jogar com os pés! Mas vida que segue.

Flamengo perdeu os três pontos com resquícios de crueldade, o que deve ter feito a festa do povo que morre de inveja de um time que lota um estádio como lotou ontem a milhares de quilômetros de distância da sua cidade natal. Quantos times conseguem isso?

Continuo mirando a parte de cima da tabela. Mas com a quantidade de time com 25 pontos não posso ignorar a parte debaixo. Como o próximo jogo é contra o Corinthians no Maracanã e tenho certeza que a torcida fará a diferença, meu coração está mais calmo. Até começar o jogo, ele estará mais calmo. Ficaria mais calmo se o Arthur não entrasse como tentativa de reverter placar adverso. Ficaria mais calmo se não tivéssemos apagões em jogadas que resultam em gols dos adversários. Segunda derrota assim, caramba!  Ficaria mais calmo se alguém me ensinasse a não me importar tanto com uma derrota do Flamengo.

Alguém tem um manual ou uma dica?

Saudações!

Pré-Jogo: Goiás x Flamengo - Brasileirão 2014

Pré-Jogo: Goiás x Flamengo - Brasileirão 2014

http://www.gazetaesportiva.net/upload/imagem/2013/08/15/t_93758_asasasas.jpeg

A festa foi linda, a recepção em Cuiabá foi sensacional, mas vamos focar no que é importante: adicionar três pontos na tabela. O jogo é o primeiro do segundo turno do Campeonato Brasileiro e é importante para o Flamengo continuar a sua subida. Esta mais o que na hora de esquecer a derrota para o Grêmio. Sem Cáceres mas com a volta de Everton e Wallace, o Flamengo deve partir para cima atrás da vitória.

O apoio da torcida deverá ser muito importante nesse jogo. Se formos julgar pela procura e pela recepção do Flamengo no aeroporto e no hotel, jogaremos em casa. Todos os ingressos foram vendidos e não tenho dúvidas que a maioria esmagadora torcerá para o Flamengo. Afinal de contas, desde 1996 o Flamengo não joga em Cuiabá.

Cáceres estava com a seleção paraguaia e por causa das viagens, o Luxa deve poupá-lo para evitar uma lesão numa das peças chaves do time. O paraguaio se transformou uma peça chave por causa das umas atuações e um detalhe curioso: nas três derrotas que o Flamengo teve com o Luxemburgo, nenhuma o volante esteve em campo. E basta você ver o meio de campo com o Cáceres e sem o Cáceres. O menino Recife parece não dar conta do recado e o Amaral, tão importante no final do ano passado inclusive marcando gol na final da Copa do Brasil, não consegue obedecer taticamente nenhum treinador, o que dificulta a sua escalação. Tirando Recife e Amaral, quem poderia substituir o Cáceres nesse elenco do Flamengo?

Por outro lado, a volta de Wallace dá mais segurança a defesa, mesmo com o Chicão, que o substituiu contra o Coritiba e contra o Grêmio não indo mal. Porém, com a boa entrada de Marcelo no time, o Samir, depois que se machucou, perdeu mesmo o lugar de titular no time. E Luxemburgo não parece disposto a mudar essa zaga, mesmo com a recuperação completa do Samir.

O Everton, que é um dos melhores jogadores nessa arrancada do Flamengo no Brasileiro, vai jogar em casa. E espero que ele faça um bom jogo, principalmente para fazer a transição defesa/ataque com velocidade. Com o Everton bem, ganhamos uma jogada quase mortal. Ou você não se lembra do terceiro gol do Flamengo contra o Coritiba, que possibilitou a ida aos penaltis, pela Copa do Brasil?  Goiás e Flamengo é um bom jogo para de fazer uma Goiás e Flamengo é um bom jogo para de fazer uma aposta de futebol. E eu aposto que o Flamengo sairá com essa vitória, mesmo jogando fora de casa.

Estamos exatamente no meio da tabela, na décima posição. Como o Brasileirão tem rodadas em meio de semana, não podemos dar mole. Se com duas três vitórias, a gente passa a sonhar com o G-4, com duas três derrotas, a gente volta a falar em rebaixamento. Vencer agora evitará aperto no futuro e possibilitará sonhar com o G-4. Aliás, ele está logo ali! Eu acredito!

O Flamengo entra em campo, provavelmente, com: Paulo Victor; Léo Moura, Wallace, Marcelo e João Paulo; Recife, Márcio Araújo, Canteros e Everton; Eduardo da Silva e Alecsandro.

Vai pra cima deles, Mengo!!! Vamos Flamengo! Saudações Rubro-Negras!

#OpinaAi 14




Parece que o calote do Hernane, infelizmente, se consolidou. O vice de finanças garantiu que o Fla tem um ótimo departamento jurídico e tem a possibilidade da volta do Brocador ao elenco rubro-negro.

http://s2.glbimg.com/YC4MBZdRgoqmSl9n-SRlc-SPs0c=/0x0:1500x948/690x436/s.glbimg.com/es/ge/f/original/2014/02/27/hernane_camisaflamengo_facebook.jpg

O OpinaAí, que é um quadro onde a gente pergunta coisas relacionadas ao Flamengo para saber a sua opinião, vem com uma pergunta para você responder: SIM OU NÃO!


A grande maioria das pessoas que votaram são a favor da volta do Brocador. Do jeito que estamos precisando de artilheiro, me incluo nessa galera ai.

#VoltaBrocador

Os R$ 10,00 da discórdia

Os R$ 10,00 da discórdia
http://grupopilau.com.br/arq/img/amp_f49cba927c1d4ee467944c2c0216d1fe20120809.jpg

Estava muito bom para ser verdade mas tem coisas no Flamengo quem nem a retomada do bom andamento das coisas dentro de campo faz com que certas coisas acalmem. E a falta de timing da diretoria para algumas medidas faz com que essa calmaria não dure muito.

Infelizmente, não sou mais torcedora de Maracanã. Por morar em outro estado, as minhas idas ao Maraca se resume a duas, três por ano, quando eu consigo ir. Para essa galera, como eu, que o ingresso não está no orçamento mensal do lazer, é bem fácil dizer: "poha, essa reclamação toda por 10,00? Se não tem os 10,00 não vai, ué." É bem por aí: se você não tem os R$ 10,00 a mais para dar em ingresso de jogo do Flamengo, não vai. Mas a pergunta que fica é: quem reclama desse aumento, é por que não tem o dinheiro?

Os R$ 10,00 (ou menos, se o cara for ST) não farão falta a 95% pessoas que reclamaram do aumento. Mas deve fazer muita diferença para a conta final a grana recebida depois de um jogo de Maracanã cheio. Não sou ninja em cálculos, nem em planilhas de borderô, mas também não sou boba em achar que esse aumento foi a toa, sem motivo algum. Como esses caras tem tudo na ponta do cálculo, esses R$ 10,00 devem fazer uma boa diferença. Pode acreditar. Isso pode até justificar esse aumento, mas não significa o acerto da decisão.

Ao torcedor do Maracanã, aquele que vai apoiar o Mengão numa quarta-feira as 22h, num dia de chuva, não se sinta traído. Eu sei que quando o Flamengo mais precisa, quando estão no perrengue máximo, eles abaixam o preço do ingresso e quando a situação melhora um cadinho, eles aumentam. Mas sabe quem ganha com isso? VOCÊ! Você ganha horas e mais horas de "vê-lo brilhar", do "eu teria um desgosto profundo, se faltasse um Flamengo no mundo",  você ganha horas e mais horas de rouquidão com sorrisão no rosto no dia seguinte e o melhor: ganha histórias de rubro-negrismo puro para espalhar aos quatro cantos do mundo.

Para quem acha que isso vai frear o sócio-torcedor, eu acho justamente ao contrário. O aumento de ingresso leva o cara que está empolgado com a boa fase do time a fazer o sócio-torcedor, justamente para aproveitar os descontos oferecidos. Além, claro, do privilégio na compra de ingressos antecipada. Mas isso não será o maior problema desses R$ 10,00, de tanta discórdia.

O maior problema do aumento dos R$ 10,00 não foi despertar o sentimento de "ingratidão" por parte da torcida. Para mim, o maior problema desse aumento foi a queimada no novo vice-presidente de futebol, que prometeu a manutenção do preço do ingresso para aproximar a torcida do time. Um problema que deveria ser interno mas está sendo debatido, opinado e noticiado em redes sociais, blogs e sites especializados. Medidas que poderiam ser adiadas em troca da calmaria vermelha e preta.

Tem gente que parece ainda não ter entendido o ritmo Flamengo. Se quiser entender, pergunta para o torcedor, rapaziada. Esse entende de Flamengo com o ninguém!

Saudações!

O grande barato de receber o Flamengo na sua cidade

O grande barato de receber o Flamengo na sua cidade
http://s2.glbimg.com/TrGLlYK5nC0mSOkn1sTZwLO4ui0=/0x0:950x713/690x518/s.glbimg.com/es/ge/f/original/2014/09/08/chegada-flamengo-cuiaba-cahemota-7.jpg

Algumas cidades não tem o privilégio de ver o Flamengo sempre. E quando o Flamengo vai a essas cidades, um clima de festa se instala. Vira quase um amistoso e ter foco é complicado. Assim como aconteceu na Bahia há pouco tempo, o Flamengo chegou a Cuiabá com quase 2 mil pessoas recebendo a delegação. Se isso não tirar o foco dos jogadores, não sei o que tira.

Os ingressos para o jogo entre o Flamengo e o Goiás, pela 20ª Rodada do Campeonato Brasileiro, nesta quarta-feira, às 21h, horário local, na Arena Pantanal, estão esgotados. O Flamengo não jogava em Cuiabá fazia 18 anos, Já imaginou a corrida por um dos 30 mil assentos esportivos disponibilizados para o jogo? O último jogo do Flamengo em Cuiabá, em 12 de julho de 1996, foi uma vitória contra o Grêmio, por 2x0 em um torneio que não existe mais - a Copa dos Campeões Mundiais.

Vai ser a primeira vez do Flamengo na Arena Pantanal, estádio construído para a Copa do Mundo e 2014. Além disso vai ser a primeira vez de muitos rubro-negros no estádio, vendo o Flamengo. Fico imaginando a alegria do pessoal de Cuiabá em receber o Flamengo para um jogo oficial, de um campeonato brasileiro. Olha essa entrevista de um membro da URUBU CUIABANO, que falava justamente desse amor, do apoio a cada jogo que o povo de lá tem. É o amor puro e espetacular!

Quando a gente fala que o Flamengo é um time nacional é porque, aonde quer que vá, ele se sente em casa, com gente cheia de carinho, mor e torcida para dar. Que essa toricda linda seja acarinhada e ganhe uma vitória bacanuda de presente. É o que todos esperamos!

Destaque RN: Parabéns Renaaaato, Gaúúúúcho!

http://1.bp.blogspot.com/-TW80EFP2XwM/TxSA1m0bDAI/AAAAAAAAAkE/pcHM1pLG4XI/s1600/renight.jpg

Ainda torço o nariz em ter qualquer tipo de homenagem ao Renato Gaúcho relacionado ao Flamengo. Mas é claro que não dá para desprezar a importância que o Renato teve no título de 87. O Renato está para o título de 87 assim como um Pet está para o 2009. Ele não foi só importante, ele foi MUITO importante.



Teve um gol em 87, que foi o da arrancada contra o Atlético Mineiro, que ficou lindamente registrado na minha memória infantil. Caras, se você vibrou com gol de Eduardo da Silva contra o Goiás no Maracanã num jogo de oitavas de final de Copa do Brasil, imagina o que você não faria nesse gol do Renato? O Flamengo levava uma pressão danada do Atlético MG, dentro de um Mineirão lotado e que a gente não era favorito. Faltavam uns 10 minutos para acabar o jogo, todo mundo morto em campo e ele, numa bola que sobrou, que escapou correu meio campo, ganhou na corrida do zagueiro, driblou o goleiro, fez um golaço, inesquecível e decretou a passagem do Flamengo para as finais da Copa União.

http://www.lancenet.com.br/futebol/Montagem-Renato-Gaucho-Fla-Flu_LANIMA20120311_0067_26.jpg

Há uma discussão enorme sobre a posição de ídolo do Renato no Flamengo. Se, por um lado, a campanha de 87 pesa a favor, o gol de barriga, que tirou um título no centenário do Flamengo, pesa contra. E, nessa balança, os rubro-negros não chegarão nunca a uma conclusão.

O Renato não é meu ídolo no Flamengo, assim como o Bebeto não é. Mas é inegável a importância dele pra uma geração, principalmente aquela que se gostava de ver o futebol com um ponta direita que consagrou muito atacante.

http://s2.glbimg.com/witr9vd5GDct-XYCmSigIcMUqF1r9Xm0vpo4BuCVgwlfbr2JtvlwcjEibLW3T1e-/s.glbimg.com/es/ge/f/original/2012/07/06/renatogaucho_flamengo_1997_glo.jpg

Títulos do Renato pelo Flanmengo:

Copa União: 1987
Taça Guanabara: 1988
Copa do Brasil: 1990

Feliz aniversário, Renaaaaaaato, Gaúúúcho!