A coragem do croata salvador





Um amigo me falou: "se fosse bom, estava na seleção do Brasil, não na da Croácia." E, aposto, a maioria dos torcedores rubro-negros torceram o nariz quando foi anunciada a contratação de um croata brasileiro, um brasileiro que desenvolveu o seu futebol longe do país de origem. Pois bem, o croata vem salvando o Flamengo.

O Flamengo sofreu para vencer o Atlético-MG. A torcida e o Eduardo da SIlva precisaram entrar em campo para que isso acontecesse. Brasileiro naturalizado croata, ele saiu do banco, sofreu um pênalti (convertido por Léo Moura), fez um gol e assim decidiu a vitória por 2 a 1, de virada. O resultado mantém o embalo do Flamengo, que está em ascensão desde a chegada do técnico Vanderlei Luxemburgo - tem três vitórias consecutivas, está com 19 pontos, no 13º lugar do Campeonato Brasileiro.

Corajoso esse tal de Eduardo. Saiu de uma Copa do Mundo que ele quase não jogou, pra uma equipe que estava na última posição de um campeonato que nuca foi rebaixado. A cobrança seria enorme. Será que seria a forma ideal de voltar a jogar no seu país de origem, mas que, praticamente não conhecia o seu futebol?

Eduardo aceitou o desafio, como vem aceitando o banco de reservar porque entende a importância que tem no segundo tempo. Polido e inteligente, as suas entrevistas pós-jogos é um alento ao torcedor acostumado com tanta baboseira dita. Os seus gols (dois decisivos nas últimas três vitórias) aqueceram o coração rubro-negro que andava meio frio.

Mais uma vez, ele foi decisivo. Vida longa ao Eduardo da Silva o croata corajoso!

Saudações!


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.