Café com leite

O jogo de hoje foi como todo mundo esperava. Café com leite. Se perdessemos, não era o time titular que estava em campo. Se ganhássemos, mostraria a força do plantel rubro negro.



Ganhamos de 3x0. Veja os gols aqui.

Menos mal. Mas esse jogo serviu para deixar certas verdades bem claras para qualquer torcedor rubro negro. A primeira delas, impiedosa, é como o Dênis Marques perdura em uma fase que já não é mais mã há algum tempo. Se for má fase o que ele faz com a bola, é uma puta injustiça com jogadores que não apanham da bola como ele apanha e que passam por uma fase ruim.  Nem discuto o quanto ele ganha, o desperdício que é. Isso é desmerecer uma pessoa profissionalmente e não gosto disso. Se ele recebe, tem quem pague. Se ele ganha um salário que muitos dizem que ele não merece, alguém do Flamengo acertou isso com ele. Caça a bruxas mesmo de quem acertou com ele. 

A segunda verdade que esse jogo revelou é que o tal do Michael joga bola. Bem mais que o Ramon, que é outro que está no mesmo caminho do Denis Marques. Quem tem que ser a primeira opção de reserva é ele. Só o chapéu que ele deu no inicio do segundo tempo, valeu o jogo. 

A terceira verdade é que o receio que tínhamos no gol quando o Bruno se machucava, pode ficar bem pra escanteiro. O reserva Marcelo Lomba é bom, rápido, tem ótima colocação e ainda tem sorte. 

No mais, sabado (ou domingo) tem semi final da Taça Rio contra o Vascú, o mais freguês de todos. Senão entrarmos na onda que será fácil, porque não o será, rumamos para a final da Taça Rio.

Na quarta feira tem Libertadores. Espero que a molezinha de hoje tenha servido para os titulares relaxarem e darem tudo de si em um jogo que é importantíssimo para a classificação para as oitavas da Libertadores.

Postado por Dani Souto. Contato: danisouto@gmail.com


Espero que você tenha gostado do texto. Aproveite e confira também:

Poste um Comentário




Próximo
« Prev Post
Previous
Next Post »
1 Comentarios
avatar

Vamos pra cima do Vasquim agora. Não podemos bobear!

Balas

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!