Futebol: o calcanhar de Aquiles do Flamengo




http://frigideira.soubh.com.br/wp-content/uploads/2013/04/campeonato-de-futebol-ao-vivo-2012.jpg

Todo mundo sabe que o carro chefe do Flamengo é o futebol. Embora seja legal ter a fama de clube polidesportivo, ter sempre atletas formados no Flamengo nas Olimpíadas e ser campeão no remo e no basquete, por exemplo, quando o futebol do Flamengo vai mal, parece que o mundo fica menos colorido. E é justamente o futebol, o carro chefe, o esporte que move o Flamengo, que o Flamengo vem patinando, sem conseguir acertar o passo, como em outras áreas. O futebol parece mesmo ser o calcanhar de Aquiles deste início de gestão.

É claro que, do jeito que eles pegaram o futebol, com muita coisa a ser reformulada, ajuda essa "patinação". Não posso e ninguém deve ser irresponsável em creditar essa fase do futebol só aos que estão lá agora. É preciso ter a consciência que o Flamengo tinha um elenco/técnico/comissão/departamento que não podia pagar com as condições do momento (do inicio do ano!), com jogadores ganhando muito e rendendo pouco, técnico ganhando acima do teto estabelecido com reajuste importante de salário chegando além de receitas todas comprometidas para um bem maior: o pagamento/negociação de impostos para obtenção da CND.

Para arrumar um departamento de futebol como o do Flamengo deve ser trabalhoso. Identificar jogadores que tenham um bom custo-benefício, conhecer o dia a dia de quem pode ser prejudicial ao grupo, além de reorganizar toda parte que cuida da base demanda tempo. Deve ser por saber disso que boa parte da torcida está com uma paciência de se elogiar.

Porém, em algumas atitudes, parece que a cúpula do Flamengo está perdida no tempo e no espaço, sem uma linha de conduta para obtenção de resultados práticos no futebol. A política de economia máxima cortando os salários mais caros não está dando tão certo quanto em outras áreas e o futebol, dentro de campo, pena com isso. Como a bola não entra por acaso e futebol não é sorte, está mais do que na hora do futebol do Flamengo se orientar rumo a um caminho. Pode ate´ser que a chegada do Mano Menezes possa ser essa orientação, mas se a torcida não tivesse uma paciência enorme com os que lá estão, as criticas poderiam ser muito maiores.  Ser eliminado do Carioca com um péssimo futebol, trocas de treinadores, reforços que não agradam.... Realmente, a bola não entra por acaso!

Em muitos momentos parece que os caras estão perdidos. A promessa em bons reforços que não chegam, a dicotomia entre contratações de jogadores não conhecidos e renovações de meninos da base com salários maiores que ganhavam e notícias da possibilidade de reintegração do Alex Silva e do Renato Abreu me deixam dúvidas se há mesmo um planejamento a ser seguido ou é na base do "vamos ver o que dá certo".

Algumas coisas facilitaram para que o futebol seja o ponto fraco deste novo Flamengo. É claro que não se contava com o fracasso do Jorginho tão cedo, mesmo com tempo para treinar em Pinheiral, nem com a ineficiência do Carlos Eduardo, a principal contratação e muito menos com os pitis do Renato Abreu, que teve o seu contrato renovado por essa gestão.

A parte boa da história é que o futebol tem uma margem de grana para trabalhar e tirar essa inhaca que anda assombrando o Flamengo há algum tempo.A situação não é mais a mesma do que no inicio do ano. A competência para obtenção de patrocínios, a ajuda quase filantrópica do rubro negro ao sócio torcedor e a chegada de treinador gabaritado pode ser a cabeça fora d´água que o Flamengo precisa para fazer um Brasileirão digno das tradições do Flamengo, mesmo que a gente saiba que esse ano é ano de arrumação, porque a bagunça era enorme.

Sigo torcendo para que o Futebol deixe de ser o calcanhar de Aquiles do Flamengo, que Alex Silva e Renato Abreu não voltem para o elenco, que o Mano acerte o passo na condução do time, que a dor de cotovelo do Love diminua,  que o Vaskin seja rebaixado e que o Fluminense pague a série B.

Saudações!


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.