Zico e Geraldo. Geraldo e Zico.




http://api.ning.com/files/O4qH*YKTcAWiBWl0TJpXsd3NOHn5A4leg4Z36TvX4qbjO5iumenza9R*y5PrP*hnS-gA1q*Egv0-xCflEf8nsraMam6jaPNA/geraldozico.png

"Antes de começarem os treinos, os dois, em laterais opostas, ficavam lançando a bola um para o outro, sem deixá-la cair, até se aproximarem e a colarem entre as cabeças no meio do campo. Era lindo."

Foi assim que o jornalista Raul Quadros descreveu um dos muitos momentos de ico e Geraldo assoviador em treinos do Flamengo. Os dois, com uma habilidade fora do comum, davam show em domínio de bola e era gratuito para quem frequentava o Flamengo da época.

A amizade com Zico também saia do comum. Os dois pareciam irmãos siameses desde que chegaram, ainda garotos, ao Flamengo. Se não tivesse acontecido a tragédia que o vitimou, teria feito parte daquele Flamengo campeão do mundo em 1981.

Geraldo faleceu aos 22 anos, numa sala de operação para uma simples operação de amídalas, com anestesia local.

Zico participou de dois amistosos em memória a Geraldo. O primeiro, no dia 6 de outubro (Flamengo 2 x 0 Seleção Brasileira), foi para ajudar a família do jogador, que vivia em Barão de Cocais. A segunda, em 1995, foi entre os másteres do Flamengo e de Minas Gerais, em Barão de Cocais (o Flamengo perdeu por 2 x 1 e Zico fez o gol), para possibilitar a construção do mausoléu para Geraldo.

Uma grande relação que ficou (porque não?) na história do Flamengo.


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.