Veja o que Cristovão falou na sua apresentação no Flamengo





Cristóvão Borges Flamengo (Foto: Richard Souza/ GloboEsporte.com) 
 
Cristovão não é uma unanimidade. Porém, não há como negar que o seu jeto sereno e calmo, além da sua seriedade habitaul pode trazer benefícios para o momento atual que o Flamengo vive, principalmente or causa dodesempenho do time dentro de campo e da demissão do Luxemburgo.

Depois de ser apresentado aos jogadores, ele deu a sua primeira entrevista como treinador do Flamengo. Veja alguns pontos abordados:

Confira outros tópicos abordados:

Marcelo Cirino como referência?
Não é jogador de referência, mas como é de velocidade, alto, foi adaptado e jogou. Ganha mais uma maneira de jogar. Como referência, fez gols. Isso o completa como atacante e isso é muito bom. A maneira de utilizar vai depender da necessidade. Se precisarmos por dentro ou pelos lados, vamos utilizar.

Demonstração de que está crescendo
Uma grande oportunidade, me senti privilegiado, pois estou buscando isso. Procuro fazer da melhor maneira possível, me dedicar e estar preparado para isso. A sequência de trabalho que fiz e estar aqui hoje me dá muito orgulho, é demonstração de que minha caminhada está correta. Estou muito feliz de comandar o Flamengo, que é um clube onde todo profissional quer estar.

Viagens
Quando fui ver os jogos, foi pelo prazer de ver futebol. A noção tática eu já tinha, estudo durante todo o tempo. Procuro me atualizar. Aproveitei o tempo para ver os jogos e passear. Vi o que já sabia. Coisas que a gente pode e deve melhorar. Equipe organizada, bem compactada, com disciplina tática. É por aí, é assim que se joga em todo lugar do mundo.

"Irmão gêmeo do Flamengo"
Tenho a cara do Flamengo, tenho. A cara do Flamengo é de vitória, título, vim aqui para isso. Vou buscar. Se conseguir, e logo vou virar irmão gêmeo do Flamengo.

Preparado para adversidades
Enriquece trabalhar com dificuldades. No Vasco foi assim, depois no Bahia. Tivemos problemas, problemas que interferem, mas o saldo é positivo porque consegui realizar muitas coisas. Eu estou mais preparado para poder lidar com essas dificuldades. Tínhamos problemas que interferem muito, mas acho que saldo é positivo, pois acho que consegui realizar bastante coisas. Hoje, quando chego no Flamengo ou em qualquer clube com dificuldades, chego mais preparado.

Tempo até o Fla-Flu
É curtíssimo. Vamos fazer um treino amanhã, aproveitar a véspera do jogo. Serão dois treinos táticos, você não faz grandes mudanças. Temos jogadores de nível, jogadores  inteligentes. Assimilação é boa, a gente vai ter que colocar alguma coisa no jogo.

Pressão da torcida e relação com Jayme
Flamengo é um clube de uma exigência muito grande, por isso é deste tamanho. Existe a cobrança. Clube cresce por isso. É necessário e importante. Começo não foi bom, estamos vivendo isso no momento. Jayme é um treinador que conhece a equipe, é da casa por muito tempo, uma pessoa maravilhosa. Nos conhecemos, jogando bem, temos amizade de muitos anos. Minha relação é muito legal e assim vai ser. Com a competência e o conhecimento vai ajudar o nosso trabalho.

Novo patamar na carreira
Só o fato de estar aqui é um avanço. Ganhei alguns degraus, não tenho dúvida. Ser treinador do Flamengo é desejo de qualquer profissional. Engrandece, valoriza. Mas vai depender do que consegui aqui. Estou motivado, confiante e otimista. Espero que tudo ocorra da melhor maneira para seguir crescendo.

Ficou bem de rubro-negro?
Ficou muito bem. Falei que é a primeira vez que ficamos bem. Segunda vez no Flamengo, fui auxiliar do Ricardo Gomes. Feliz por voltar à casa.

Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.