Que bom que você entrou em campo, Flamengo!






Foi um reencontro, como em todo ínicio de ano. Saca a ansiedade quando vem um parente bacana de fora se hospedar na sua casa ou te encontrar na cidade que você vive? Ou aquela expectativa quando vai reencontrar um amigão e que você pensa: "chega logo hora tal"? Era assim que eu estava com o Flamengo. Como uma pessoa que vai reencontrar uma coisa que quer muito ver!

Sinto falta do Flamengo em campo e isso, cada vez mais,  independe dos resultados em campo. O Flamengo só é o Flamengo, para mim, pelas energias boas que traz na minha vida. Quando ele começa a trazer coisa ruim, coloco na caixinha do NMVA(nunca mais vou abrir). E assim eu sigo curtindo o Mengão, com que ele tem de MELHOR!

Ver aqueles 11 caras dispostos em campo, envergando aquele Manto e com uma torcida espetacular que pagou caro para ver um jogo contra o desconhecido Quissamã, me satisfaz a ponto de eu querer jogo do Flamengo quarta e domingo.... Vai entender!

Pouco me importa se quem entrou em campo foi juniores ou meninos subindo para o profissional. Tirando um pouquinho de trabaho que me deu para buscar fotos deles para colocar no painel de notas aqui do blog, eles eram o FLAMNEGO em campo. Como não torcer? E os meninos foram bem. Daqui a um cadinho de tempo, Nixon vai ser capaz de mudar um jogo como eu acho que o Thomaz também pode mudar, se for bem trabalhado. O Rafinha não é nenhum Neymar, mas num clube que contratou Dimba pagando luva, ele pode muito bem se encaixar para fazer a gALLera feliz. E até mesmo o Rodolfo, que era um completo desconhecido para mim (e confesso que nem a cara dele eu sabia qual era!), não foi mal. Foi o que mais sentiu esse jogo, mas não foi mal.

Algumas coisas, que acostumamos no ano passado, podem até desaparecer. Mas outras, até por serem marca do Flamengo, ficarão para sempre. Nesse jogo, destacam-se duas delas: o atacante voluntarioso mas sem grande técnica e a torcida mitando, quando chamou o Ramon de burro.

Hernane é mais um atacante que, se a torcida do Flamengo carregar no colo (como fez com Nunes, Obina...), vira ídolo. Sem ser um craque com a bola nos pés, a força de vontade e a seriedade que ele demonstra em campo é tudo que o torcedor do Flamengo gosta e precisa num momento de reafirmação de valores como estamos passando.

Quanto ao Ramon... O que o Ramon fez ontem é pra se escrever um post só dele. Mas a a torcida que estava no Engenhão foi perfeita. Ser expulso, contra o Quissamã, aos 45 minutos do segundo tempo, numa falta no ataque, só pode mesmo ter aquele coro. O "burro, burro, burro" foi perfeito!

Mas vamos as notas das atuações dadas pelo blog e por quem votou. Logo abaixo tem as fotos, os videos e as noticias do jogo.


Notícias:
Videos: 

Quarta-feira tem mais, num jogo as 17h. Nesse Carioca, como mudou o regulamento e o time que tem maior soma de pontos entra com vantagem de empate na semifinal, não perder pontos para times pequenos (inclui aí o time sem água de São Cristovão) é essencial. 

Que o Dorival comece a usar logo o que temos de melhor para dar o gostinho de como será nosso 2013. 

É o meu maior prazer, vê-lo brilhar!




Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.