O preço duplo dos medalhões





No Brasil, pagar duas vezes pela mesma coisa, é senso comum. As pessoas até reclamam, fazendo um protesto uma vez o outra, mas acabam enfiando a mão no bolso e pagando. Há um tempo atrás, tinha um imposto chamado CPMF que era retirado da minha conta bancária e diziam que era pra melhorar a saúde do Brasil. E, ainda assim, eu tinha que pagar o plano de saúde no fim do mês, porque o sistema de saúde do SUS (o que a CPMF deveria financiar) não entende com a qualidade que se deve. O brasileiro paga impostos atrelados à produtos e serviços que não deveria pagar escola pra filho, plano de saúde pra familia e nem pedágio pra viajar. Logo, paga duas vezes pelo mesmo serviço pra ter um apenas. E esse serviço, muitas vezes, é de boa qualidade.

Com o Flamengo, está sendo diferente. Flamengo paga duas vezes por alguns jogadores, com salários e regalias internas que derrubam treinadores (por exemplo) mas não o serviço é uma porcaria.. Além do serviço porcaria, os medalhões estão arrebentando com um time que não é pra estar na posição que está na tabela. E sabe por que isso não acontece? Porque simplesmente eles deixaram de se importar com o bem comum. Cada um olha pro seu umbigo e está bom demais. Se o treinador coloca para correr demais ou tira do time titular, é a hora de tirá-lo do cargo. Aí entra setorista de veículo de comunicação, vazamento de briga em vestiário, xilique no meio de jogo reclamando de companheiro, cara fechada dizendo que a situação é difícil e o raio que o parta.

Na verdade, estou cansada com as pessoas que fazem o Flamengo de hoje e que, nem de longe, lembra o Flamengo que apaixonou tantas pessoas. Pagar duas vezes por um serviço não é legal, basta a vida! Mas eu não farei como o Marco Aurélio na novela Vale Tudo. Não darei uma banana para as coisas que não me agradam. Não darei banana e nem abandonarei aquele que paga duas vezes pelo serviço mal feito.

Seguirei o curso, levarei nosso hino como mantra em busca da coisa que me faz ter prazer: ver o Flamengo brilhar.



Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.