Sarah Menezes ganha o bronze no Grand Prix de Judô










Há um tempinho, a campeã olimpica Sarah  Menezes foi apresentada pelo Flamengo. Eu nem preciso dizer a importância de ter atletas de alto nível representando o Flamengo pelo mundo. Além de internacionalizar a marca (mesmo a gente sabendo que o alcance não é tão grande assim), serve para impulsionar o surgimento de novos atletas e continuar fazendo o Flamengo grande.

Neste fim de semana, a Sarah fez a sua primeira competição internacional pelo Flamengo. Ela conquistou a medalha de bronze no Grand Prix de Tbilisi, na Geórgia.

À serviço da Seleção Brasileira, a judoca subiu ao pódio pela primeira vez em 2018. Recentemente, Sarah voltou a competir na categoria Ligeiro (48kg), após passar por uma experiência na Meio-Leve (52kg).

Vale lembrar que as equipes de judô do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev, Rede D'or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.