Prêmio ao Bonde da Stella: a vergonha não tem fim!




http://cdn.atl.clicrbs.com.br/wp-content/uploads/sites/24/2015/11/1_2.jpg

O jogo nem acabou mas aos 32 minutos do segundo tempo, todo o bonde da Stella, os jogadores que foram afastados do Flamengo durante o campeonato estavam em campo. Paulinho, Everton, Alan Patrick, Cirino e Pará. O resultado, obviamente, só poderia ser derrota. Mas os caras que dirigem o futebol do Flamengo premiam quem joga o nome do Flamengo no lixo.

Sim, no lixo. Como é uma vergonha atrás da outra, o time de hoje que entra em campo está longe de representar qualquer coisa que possa significar o Flamengo que os torcedores querem. Não estou só falando de vitórias. Só imbecil acredita que a história de um time de futebol se faz só com vitórias. Mas essa vergonha que vejo jogo após jogo não pode, NUNCA, JAMAIS, fazer parte da história de qualquer time de futebol.

Como se não bastasse premiar o bonde da Stella, o Flamengo perdeu bisonhamente para o time do seu ex-técnico, aquele que foi mandado embora porque não conseguia acertar esse mesmo bando que hoje entrou em campo.

Na época que os torcedores do Flamengo tinham orgulho do time, entravam em campo quem honrava o Manto. Hoje, nesse Flamengo que perde a cada jogo sua identidade, entram em campo quem envergonha o Flamengo dentro e fora de campo.

Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.