Será que dessa vez a verba será utilizada para coisa certa?




  É ver para crer. Depois de usar a verba paga pela REX (empresa imobiliária e hotelaria de Eike Batista), relativa à transformação do Morro da Viúva em hotel, de R$ 9 milhões, para quitar salários atrasados, a diretoria do Flamengo promete usar a verba de um acordo com a prefeitura do Rio de Janeiro, para obras no Ninho do Urubu. 

O acordo com a prefeitura irá render R$ 5 milhões e ainda tem mais R$ 1 milhão referentes à parceria do Rubro-Negro com a Ambev, que também servirão para retomar as construções no centro de treinamento em Vargem Grande.

Esses R$ 9 milhões que vieram do Morro da Viúva, na verdade, deveriam ser aplicados no Ninho do Urubu, segundo acordo de concessão do Morro da Viúva, firmado em abril de 2012, na assinatura da ata que oficializou a aprovação no Conselho Deliberativo do acordo. Mas não foi isso que foi feito. 

Não tem como questionar um grupo que critica a aplicação de verbas no passado em outras áreas, quando ele faz o mesmo no presente. Observem que não estou questionando o pagamento de salários, que é importante para o andamento do clube. O que não se pode fazer é um acordo e depois direcionar verba para necessidade e não querer que haja questionamento. 

O fato é que as obras do Ninho do Urubu estão paradas. E se o Flamengo continuar utilizando o dinheiro destinada a ela para outras coisas, continuarão paradas.

A pergunta que não quer calar é: depois da história dos R$ 9 milhões, se você fosse a prefeitura entregaria os R$ 5 milhões para o Flamengo sem garantia?

Saudações!



Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.