Destaque RN: Gaúcho


Se eu tivesse que definir esse atacante que passou pelo Flamengo com uma expressão, certamente seria "artilheiro nato" ou algo relativo a isso. Com uma oportunismo raro, Gaúcho me de muitas alegrias numa época que eu comecei a frequentar o Maracanã. Sabe esse medo que a gente tem com nossa zaga em bola cruzada? Com o Gaúcho, esse efieto era ao contrário: a gente torcia para uma bola cruzada na área de ataque. Dificilmente o Gaucho perdia um gol de cabeça. Goleador, ele atacava a bola como poucos fazem!

Luís Carlos Tóffoli, o Gaúcho, (Canoas, 7 de março de 1964) é um ex-futebolista brasileiro, que atuava como centroavante, atualmente treinador de futebol.

Gaúcho começou sua carreira nas divisões de base do Flamengo, mas depois foi jogar no XV de Piracicaba, Grêmio e Verdy Kawasaki.

Em 1988, após passar pelo Santo André, chegou desacreditado ao Palmeiras. No entanto, Gaúcho começou a marcar gols e, com isso, foi consolidando seu lugar no time. A fama, porém, sobreviria de maneira inusitada, em um episódio memorável na história do futebol brasileiro.

É bem verdade que Gaúcho não conquistou nenhum título pelo Palmeiras, contudo, foi defendendo este time que ele escreveu seu nome nos anais do futebol, quando, em uma partida válida pelo Campeonato Brasileiro de 1988, substituiu Zetti, que saíra de campo lesionado, e atuou como goleiro. Não fosse isso o bastante, por ironia do destino, o adversário do Palmeiras, naquele jogo, era o Flamengo. Mas o melhor de tudo é que a partida, por conta do regulamento da competição, terminou na disputa de pênaltis, quando Gaúcho defendeu as cobranças de Aldair e Zinho, garantindo a vitória ao Palmeiras.

Dois anos mais tarde, Gaúcho retornava ao Flamengo, para desta vez, tornar-se ídolo da torcida rubro-negra. Através de seus gols de cabeça, ajudou o Flamengo a conquistar a Copa do Brasil de 1990, o Campeonato Carioca de 1991 e o Campeonato Brasileiro de 1992. Disputou 198 partidas e marcou 98 gols, tendo sido o artilheiro dos Campeonatos Cariocas de 1990 e 1991, da Libertadores da América de 1991 e da Supercopa Liberetadores de 1991.

Do Flamengo, Gaúcho saiu para ir defender o Lecce, clube italiano da primeira divisão. Infelizmente, sua carreira não embalou na Itália, tendo disputado somente cinco partidas. Em seguida, passou pelo Boca Juniors, até chegar ao Atlético-MG.

Em 1995, Gaúcho jogou na Ponte Preta e no Fluminense e em 1996, no Anápolis, aonde veio a encerrar sua carreira de jogador.

Pós-carreira

Em 2001, Gaúcho fundou o Cuiabá Esporte Clube, sendo que o seu clube foi o representante do Estado do Mato Grosso, na Copa São Paulo de Futebol Júnior. nesse ano, o clube passou a participar do Campeonato Matogrossense e, logo em sua estréia, o clube de Gaúcho conquistou o seu primeiro título regional. em seguida começou a carreira de treinador nesse mesmo clube, como auxiliar. em 2010, começou a treinar equipes principais, no Mixto, atualmente está como técnico do Luverdense.

Títulos no Flamengo

  • Campeonato Carioca: 1991
  • Taça Rio: 1991
  • Copa Rio:1991
  • Copa do Brasil: 1990
  • Campeonato Brasileiro: 1992,1987
  • Taça Guanabara:1984:1988
  • Taça Euzebio de Andrade:1987
  • Torneio El Cabon:1987
  • Copa Kirin:1988
  • Torneio Internacional de Angola:1987
  • Troféu Colombino:1988
  • Campeonato da Capital:1993
  • Troféu Libertad:1993


Artilharia no Flamengo

  • Campeonato Carioca: 1990 (14 gols), 1991 (17)
  • Taça Libertadores da América: 1991 (8)
  • Supercopa Libertadores: 1991 (3)


Gaúcho jogou bola! Veja aí um video com grandes momentos dele no Flamengo


Lulucast #93 Derrota dificil de engolir

Lulucast #93 Derrota dificil de engolir




Uma derrota difícil de engolir. Se não tivesse visto, seria inacreditável. Com uma atuação blergh, o Flamengo perdeu de 4 e saiu da "primeira folha" da tabela.


Sem a @CrisMarassi, mas com a @Cissa_Morena, @NivinhaFla e @DaniSouto, o Lulucast #93 falou sobre a atuação contra a São Paulo, a ida da Patricia à Londres e do jogo contra o Atlético Mineiro.

Está na hora de ouvir o Lulucast #93:


Baixe o MP3 do Lulucast

#Lulucast disponível nos blogs:

Pós-Jogo: São Paulo x Flamengo - Brasileirão 2012



Ah, se o Flamengo de hoje aguentasse os 90 minutos de um jogo de futebol profissional. Enquanto teve pernas, enquanto o preparo físico deixu, jogamos um jogo com orientação tática e disposição. Não sei se por conta da fragilidade do São Paulo que não tem um time formado ou é alguma evolução do Flamengo como time. O fato é que, pra variar, perdemos com gols vindos de falhas individuais. E quando é assim, complica e muito.

Levar uma goleada nunca é fácil. Digeri-la então, é impossível. Não acho o time do Flamengo tão ruim o quanto pintam, mas é fato que há jogadores que estão em péssima fase e que não merecem estar como titulares do Flamengo. Mas o que esperar de um time que tem o Léo Moura como capitão?

Veja as fotos do jogo

Veja os gols desse jogo

Ibson está em péssima fase, sem nenhuma noção de posicionamento em campo. Com isso, corre que nem um desgovenado e erra mais do que o Negueba em campo. Léo Moura é o maior chinelinho dos últimos tempos do Flamengo. Burocrático e preguiçoso, mostra dia após dia que a renovação do contrato dele é uma temeridade. O que falar do Vagner Love, jogador que eu aodro pela sua identificação com o Flamengo? Virou um muro, o "the wall": todas as bolas que vao para ele, voltam. Voltam para a defesa do adversário.

As falhas individuais do Paulo Victor, do Welinton e do Gozanlez é só o retrato do Flamengo de hoje. Um Flamengo que tenta se ajeitar, depois de passar meses num caminho errado.

Ta desanimado, rubro negro? Quem disse que ser Flamengo é fácil?

Veja as notas:





Pré-Jogo: São Paulo x Flamengo - Brasileirão 2012




Com um time ainda sendo trabalhado contra o tempo pelo Dorival, o Flamengo entra em campo contra o São Paulo, na casa dos caras, tentando encontrar uma nova forma de jogar.

Só com a abolição do rachão antes dos jogos, que foi trocado por treino tático e de posicionamento, muita gente na torcida do Flamengo comemorou. Não posso negar que me incomodava ver a alegria nos rachões de um time que, no tempo que tinha, preferia a brincadeira do que treino para tentar acertar o que não estava certo.

Dorival mudou a escalação do Flamengo, dando uma chance ao Camacho. Olha o time armado:




Rogério Ceni volta ao time do São Paulo depois de 7 meses fora. Só eu que pensava que ele tinha se aposentado?

Pra cima da Bambizada, Flamengo! Fora de casa e contra um time instavel como eles estão, é a presa fácil pro Urubu se dar bem!

#VamoPraCimaDelesMengoooooo!


Fuga até Londres deve valer a pena

Fuga até Londres deve valer a pena

Patrícia está em Londres. Muito criticada por essa decisão, principalmente por torcedores que acham que o Flamengo é só futebol, a justificativa se faz em cima dos atletas que o clube patrocina, fechamento de parcerias comerciais e bla bla bla.

Acho justo a ida da mandatária de um clube que investe o que o Flamengo investe nos esportes olimpicos para as Olimpiadas de Verão. Assim como eu acho justo ir para uma Copa do Mundo de futebol. Se queremos representação mundial, a presença nesses eventos é importante. Mas tem um PORÉM! Aliás, vários "PORÉM".

É senso comum que quem mantém esses esportes é o dinheiro do futebol. Não acredito que inscrições em escolinhas de natação ou patrocínios pontuais paguem o salário de Cesar Cielo e cia. E olha que sou uma entusiasta do "Flamengo Olimpico". Sempre achei o quão bacana seria Flamengão forte com time em tudo que é esporte. Mas cada um com a sua grana, cada um no seu quadrado financeiro.

Com o dinheiro que o Flamengo investe nos chamados esportes olímpicos, as Olimpíadas é uma chance de ouro pra tentar diminuir o prejuizo que esses esportes causam aos cofres do clube. Mas eu DU-VI-DO que haja algum plano de ação da Patricia ou qualquer assessor em prol de obtenção de recursos ou prospecção de qualquer coisa do clube em Londres. E aí, não havendo isso, a torcida está no seu direito de debochar, criticar e reclamar.

Patricia, a mandatária, deixa o Flamengo no meio de uma crise política, institucional e administrativa imensa. Não é a toa a má fase no futebol, as várias recusas em contratações, a falta do patrocinador master, atrasos em pagamentos...

Com o carro chefe agonizando, que sustenta toda essa história olímpica, fugir rumo à Londres foi a pior coisa que Patrícia fez. Mas deve valer a pena essa viagem. Espero resultados!

Só não me venha, daqui há um tempo, culpar quem quer que seja pela falta de comando que o Flamengo tem. Num clube em que a mandatária some em períodos de crise, não tem Deus que dê jeito.

Veja a lista de atletas do Flamengo em Londres

Natação:
Cesar Cielo: 50m livre, 100m livre, Revezamento 4x100m livre
Leonardo de Deus: 200m borboleta, 200m costas
Henrique Barbosa: 200m peito
Tales Cerdeira: 200m peito
Nicholas Santos: Revezamento 4x100m livre (Reserva)
João de Lucca: Revezamento 4x100m livre (Reserva)
Joanna Maranhão: 400m medley
Daynara de Paula: 100m borboleta

Remo:
Fabiana Beltrame: Double Skiff peso-leve
Luana Bartholo: Double Skiff peso-leve
Kissya catlado: Single Skiff

Canoagem:
Erlon de Souza: C2 1000m
Ronilson Matias: C2 1000m

Judô:
Érika Miranda: meio-leve (52kg)

Ginástica Artística:
Daniele Hypolito (equipe)
Diego Hypolito (solo)
Sergio Sasaki (individual geral)

Basquete:
Marcelinho Machado – ala/armador
Caio Torres – pivô
Marquinhos – ala

Abolição do rachão: trabalho ou castigo?

Abolição do rachão: trabalho ou castigo?

http://www.flamengo.com.br/site/upload/galeria/fotos/20120728120315_56.jpg
E o rachão, grande brincadeira antes dos jogos do Flamengo no Brasileirão, foi abolidoo pelo técnico Dorival Júnior.

Nada mais justo do que Dorival acabar com os rachões. Sem tempo pra treinar, correndo contra o óe com o time sem estar arrumando, primeiro a obrigação, depois a diversão. Mas que serve como um castigo pra esse time, serve. Ou não?

Dorival terá muito trabaho, é claro. E foi pra isso que ele foi contratado. Flamengo está pagando caro para ter um técnico que ajeite um time que está com fama de paneleiro e cheio de "vícios". Impossível não observar, mesmo de longe, a influência que os medalhões tem na escalação do time, mesmo eles estão mal das pernas há tempos.

Não venha me dizer que medalhões como o Ibson e Renato tem vaga num time que tem Luis Antonio, Adryan, Mattheus e Bottinelli com oopções. Todos esses quatro estão jogando melhor que os dois citados primeiramente. Até o Botti, que é o argentino mais sem sangue que eu já vi, está numa fase melhor que Ibson e Renato.

A retirada do rachão, prática que os jogadores adoram, não é uma punição. Com a falta de tempo, acaba sendo uma necessidade diante do pouco tempo que se tem para treinamento.

Então, bora trabalhar, negada! Jogador que veste o Manto tem que entender que primeiro a obrigação para depois a diversão. E rachão é diversão demais, quase um presente. E presente é o que esse time, do jeito que está jogando, não está merecendo!

É claro que a abolição do rachão é devido a falta de tempo para trabalho. Mas se fosse um castigo, você acharia merecido?

Pós-Jogo: Flamengo x Portuguesa - Brasileirão 2012



Para os que esperavam que a mudança de técnico iria trazer uma motivação nova aos jogadores e isso faria com que o time do Flamengo fizesse uma atuação razoável contra o fraco time da Portuguesa, o jogo de ontem um foi bade de água fria. Com a mesma burocracia de sempre, o time cansou depois dos 30 minutos do segundo tempo e, mesmoc om o time ceio de garotos, não conseguiu vencer um jogo como o de ontem. Dois pontos perdidos que farão falta no final do campeonato.

A forma como o time iniciou o jogo deu a esperança que o jogo seria melhor que os passados. Time leve, solto, tocando 4,5 bolas sem errar um passe, ao longo do tempo foi caindo na mesmice de sempre. A impressão que dá é que o preparo físico do time não está bom!

Veja os melhores momentos do jogo

Veja algumas fotos do jogo

Os garotos entraram e deram conta do recado. Mattheus e Adryan deram a movimentação esperada, mas jogar com um atacante de origem deixa o jogo muito chato. Se esse atacante não está numa fase boa, como o Love não está (o gol que ele perdeu ontem foi inacreditável!), o jogo de ping pong, como a bola rebatendo o tempo todo mostra que o time tem que ter outras opções de ataque. Assim, o jogo chato e previsível.

Ouça o Lulucast desse jogo, com Dani, Nivinha e Cissa.

Dorival terá muito trabalho mas a gente já sabia disso. Fazer o Ibson acertar passe de meio metro, tirar os medalhões do time porque eles não estão jogando mais nada, ensinar que o Wellinton não pode tirar a bola pro meio da área, ensinar que lateral tem que jogar na lateral e colocar o Love pra fazer gol de novo não é trabalho fácil. Embora pelo menos metade desse trabalho teria que estar pronto por causa do período de férias que se teve para ajeitar esse time, o técnico que nõs temos agora é o Dorival e temos que confiar no trabalho do cara. Pelo menos, a lucidez na entrevista dele foi um alento para quem estava se aconstumando com as entrevistas do Joel.

Agora é dar tempo para o técnico acertar a marcação da defesa, orientar para que os laterais joguem nas laterais, zagueiros que chutam a bola para a entrada da área e atacante que se joga o tempo todo para cavar falta.

Vamos as notas:


Nosso próximo jogo é contra o São Paulo, na casa dos caras. Confio na vitória do Mengão, para que possamos dar uma respirada e tirar essa uruca de falta de gol.

Bora desecantar, Love!

Lulucast #92 Muito trabalho pela frente!

Lulucast #92 Muito trabalho pela frente!



Com um novo técnico no banco e um time ainda muito desorganizado, o Flamengo empatou em casa contra a Portuguesa pelo Brasileirão 2012.

Sem a @CrisMarassi, @Cissa_Morena, mas com a @NivinhaFla e @DaniSouto, falou sobre a atuação dos jogdores no jogo contra a Portuguesa, falou sobre o Dorival como técnico e sobre nosso próximo jogo contra o São Paulo na casa dos caras!

Está na hora de ouvir o Lulucast #92:



Baixe o MP3 do Lulucast

#Lulucast disponível nos blogs:

Pré-Jogo: Flamengo x Portuguesa Brasileirão 2012




Finalmente o Flamengo entrará em campo com um armador e com um time sem grandes gambiarras. Nada de volante na lateral direita, Ibson e Renato no mesmo meio de campo e volante no lugar de zagueiro. Para ficar completo, só faltava o Adryan sem ser atacante mas para o que tínhamos, com o JoHELL, está bom demais.

Siga o nosso twitter

Jaime de Almeida, o interino, colocou Renato para o banco de reservas e finalmente viu que o meio de campo, não tem mais a eficiência de outrora. A partir dos 30 minutos do primeiro tempo, parece que estamos nos trinta minutos do segundo tempo. A economia na corrida e na disposiçao é impressionante.

Com um time mais leve, com o Mattheus no papel de armador, o Flamengo tenta decolar em um campeonato que passamos para a segunda folha da tabela. E nem preciso dizer o quanto isso é péssimo. Segunda folha da tabela não é lugar para o Flamengo.

Teremos a volta do Welinton na zaga no lugar do Marllon. Para mim, serve como vitrine: ele aparece em dois ou três jogos do Brasileiro para ser negociado para o mercado europeu. Temporada está para iniciar e times estão atrás de reforços.

Veja a nossa escalação, com a disposição tática que acho que teremos:


Não tem chorumelas! Flamengo tem que se impor dentro de casa contra a Portuguesa e trilhar o caminho da vitória novamente.

#VamoPraCimaDelesMengoooooo!

Eu eu eu o Levy se deu mal. Mas será que se deu mal mesmo?

Eu eu eu o Levy se deu mal. Mas será que se deu mal mesmo?

Eis que, antes da viagem a Londres para acompanhar atletas do Flamengo que vão competir pelo Brasil, Patrícia Amorim solta uma nota oficial dizendo que haverá mudanças na diretoria do Flamengo. A nota, que será colocada na íntegra logo abaixo desse post, diz que um novo plano reformulará a diretoria do Flamengo criando-se um novo cargo de diretor de finanças par evitar que o vice de finanças, o Michel Levy tenha tanta influência no futebol. Mas a pergunta que não quer calar é: isso adiantará alguma coisa?

Não é de hoje que o vice de finanças tem uma atuação maior do que deveria no futebol do Flamengo. E não sou eu que estou dizendo isso. Isso é senso comum em jornalista que cobrem o clube, pessoas ligadas ao Flamengo. Inclusive em matérias que falam dessa comunicação, TODAS citam que essa medida tem como objetivo principal limitar o poder de alguns vice presidentes, com o primeiro "afetado" pela decisão da presidência será Michel Levy, vice-presidente de finanças. O dirigente vinha sendo duramente criticado pelos companheiros de diretoria e viu seu prestígio, anteriormente muito alto, ser drasticamente abalado.
Pela nota, o clube irá contratar um diretor executivo de controle e finanças como forma de evitar a interferência do vice presidente em outras áreas do clube. A ideia é repetir a estrutura no departamento de futebol, com um dirigente abaixo do vice. No futebol, temos a impressão de que o diretor manda mais que o vice de futebol. Será que na área de finanças será assim? 

No futebol, diferentemente da área de finanças, não precisa de liberação de ordem de pagamento. A ordem não precisa vir de cima para que o diretor possa agir. Na área de finanças, é diferente. O vice presidente precisará emitir a ordem para que o diretor precise trabalhar.  Quem tem o poder da assinatura, da liberação, não vai usufruir desse poder? Quem é que mandará nesse "elo" entre o futebol a na área financeira?


Será mesmo que o Levy se deu mal?

Veja o comunicado do Conselho Diretor:


"O Clube de Regatas do Flamengo comunica que sua presidente, Patricia Amorim, estará nos próximos 10 dias em Londres, representando o clube, que possui, dentre os clubes brasileiros, o maior numero de componentes da delegação verde-amarela nos Jogos Olímpicos de 2012 – 20 atletas e cinco treinadores.


Os Jogos Olímpicos constituem ademais, como é óbvio, oportunidade para a prospecção de parcerias esportivas e acordos comerciais, tendo em vista a realização das Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. Por exemplo, o Flamengo já tem parceria firmada com o Comitê Olímpico dos Estados Unidos (Usoc), onde o clube será Centro de Treinamento das equipes olímpicas e paraolímpicas norte-americanas, nas modalidades em que possui instalações. O Usoc investirá no Rubro-Negro, proporcionando melhorias estruturais na sede.

Neste período, conforme determinação estatutária, o vice-presidente geral do clube, Hélio Paulo Ferraz, responderá pelo comando do Conselho Diretor, no Brasil.


Por orientação da presidente Patricia Amorim, o vice-presidente geral dará início a um projeto de reformulação da gestão do clube, que terá como ponto de partida um estudo elaborado pela empresa Accenture, a lhe ser submetida em seu retorno ao Brasil. Além deste, já elaborado, estão em andamento outros estudos.


A ideia central do mesmo é que os vice-presidentes integrem este Conselho de forma colegiada, com as funções executivas exercidas por profissionais contratados para cada área específica da administração do clube.


O primeiro passo neste sentido será a contratação de um diretor executivo de controle e finanças, da mesma forma como já temos um diretor executivo do Futebol, e estes dois executivos deverão esgotar as questões comuns aos dois setores.


Entrementes, serão respeitadas todas formalidades estatutárias apicáveis, sem prejuízo da adoção do conceito explicado acima.


A implantação deste modelo deve resultar, no próximo exercício, na contratação de um CEO (Diretor Geral) profissional, reportando-se ao Conselho Diretor para aprovação de metas, objetivos e correspondente acompanhamento dos resultados."


Parece que a Patrícia apostará a sua reeleição nessa estruturação. Mas isso é para se pensar depois de Londres, é claro.

Mais uma novela pro Mengão: impeachment da Patrícia.

Mais uma novela pro Mengão: impeachment da Patrícia.


E Márcio Braga resolveu aparecer na cena política flamenga. Ex-presidente vitorioso, que tem na história do Flamengo seu nome marcado e que está na vida política do clube há muito tempo, Márcio enviará (ou já enviou, quem sabe?) um documento pedindo o impeachment da Patrícia Amorim para o conselho deliberativo do Flamengo. A principal alegação do Márcio Braga é a gestão temerária que Patricia está fazendo no seu mandato.

É claro que não dá pra comentar alguma coisa sobre O DOCUMENTO sem estar de posse dele. Sabe-se pouco disso. Sabe-se que ele alegou o que foi citado acima e foi feito por um escritório de advogacia. Sabe-se também que é ano eleitoral na Gávea.

Flamengo ferve mesmo em ano eleitoral. Com a reeleição eminente, muito por causa do que faz na sede social do clube e não no futebol, o carro chefe do Flamengo, acredito que os ataques em cima da mandatária se intensificarão. E a falta de credibilidade do futebol, comprovado pela péssima atuação do clube na janela de transferência, onde atirou em vários nomes sem noção, inclusive com propostas beirando o surrealismo, parece ajudar todo esse quadro.

Além da gestão da Patricia Amorim não ter conseguido negociar um patrocinio master decente (a menina azul foi negociada pela gestão anterior e o patrocinador do \o/ foi por uma agência de pubicidade externa), os seguidos fracassos de negociação,  a inabilidade de lidar com o caso Ronaldinho e grande safadeza que aconteceu com o Zico,  faz da presidenta ser a grande "Carminha" (ou seria a Nina?)  da Nação.

Os torcedores querem o impeachment, até porque o risco da reeleição é enorme. A grande questão é: os argumentos serão válidos ou é só mais uma cartada para aparece em ano político.

Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos!

O que eu espero do Dorival?

O que eu espero do Dorival?

Quando o Joel Santana chegou ao Flamengo para o lugar do Luxemburgo, muito rubro negro já pensava no próximo técnico. Com a fama de motivador e arrumador de time, Joel Santana deixou o Flamengo como técnico ultrapassado e trapalhão. Embora tenhamos que agradecer aquela linda arrancada em 2007 que ele conseguiu ajeitar o time do Flamengo, as substituições em muitos jogos,  a insistência da escalação com volantes demais e em péssima fase, fizeram a cabeça dele rolar mais tarde do que muita gente queria.

O que eu espero do Dorival é coerência. Nada demais em se tratando de um técnico, mas nunca é demais pedir. Quero coerência para se escalar jogador em sua posição, coerência para botar em campo que está em mellhor fase técnica e física e coerência na armação do time com os jogadores que temos, sem desrespeitar a tradição ofensiva do Flamengo: embora seja bom demais ser campeão, a tradição do Flamengo não é ser campeão na retranca. Flamengo é campeão jogando pra frente.

Espero o Dorival do Santos, que mesclou uma galera que ja estava na "estrada" há algum tempo com a garotada que estava subindo para os profissionais. Fez um time lindo, que muita genta gente sorrir com o futebol moleque. Aí veio o Muricy e estragou tudo. Quem sabe o Dorival não faz um time daquele no Mengão? É isso que eu espero do Dorival.

Espero do Dorival a seriedade que o Flamengo e seus torcedores apaixonados merecem. Que ele não ache que a bagunça que lá impera seja pré requisito para qualquer coisa que não seja o trabalho sério. Com seriedade e compromisso, a Nação leva esse grupo (e qualquer outro) ao céu. E levando ao céu, coisa ruim não é. Façam o trabalho sério que eu DUVIDO a Nação não abraçar.

Espero do Dorival um time organizado, com cada jogador na sua faixa de campo, com função estabelecida. Quero jogadores na sua posição, nada de meio de ligação como atacante ou cabeça de área como zagueiro. Quero jogadores que não são comprometidos, que correm pra não chegar e que estão mais preocupados com o cabelo do que com a chuteira FORA do Flamengo. Basta de gente estúpida que não merece vestir o Manto no Flamengo. Comecemos a faxina, vamos à mudança.

Espero, por último, que Dorival tenha sorte. Que as bolas que não estão entrando, entre. E que as bolas que estão entrando, não entre! Simples assim!

Boa sorte nesse novo trabalho, Flamengo! E que os profissionais que chegam tenham o carinho e o prazer de trabalhar com você!

Pós-Jogo: Cruzeiro x Flamengo - Brasileirão 2012




Flamengo e Cruzeiro entraram ontem em campo com um peso nas costas: o Cruzeiro de retimar o rumo do campeonato e o Flamengo com o peso de livrar o técnico da demissão. Com um gol feito aos 45 minutos do primeiro tempo numa falha da defesa e tambpem do goleiro do Mengão, a vitória do Cruzeiro consolidou, talvez, a demissão do Joel.

Veja os melhores momentos do jogo

Veja fotos desse jogo

O time do Flamengo não jogou mal. Mas é impossível um time jogar pra frente, ter jogadas ofensivas que façam a galera vibrar com gols com tanto cabeça de área. Mas o problema do Flamengo não é só isso. O problema do Flamengo é que os cabeças de áreas são o Renato e o Ibson. E adotaram o calcanhar como recurso durante o jogo. Ou seja, viramos o time dos calcanhadas!

Vamos as notas:


Ouça o #Lulucast desse jogo

Quinta-feira tem mais. Num período em que tem jogo final de semana e dia de semana, mais uma vez a falta de planejamento prejudicará o Flamengo. A troca de técnico vem num período que não se tem tempo pra treinar.

Mas deve ser o planejamento da diretoria. Num time que o provável capitão chama torcedor de otário, diretoria sem planejamento é apenas consequencia. Ou será a causa?

Saudaçoes!

Lulucast #91 JoHELL caiu, JoHELL não caiu?

Lulucast #91 JoHELL caiu, JoHELL não caiu?


Com a ansiedade pela queda do Joel para ver se alguma coisa melhora no Flamengo, o Lulucast com time completo, @CrisMarassi, @Cissa_Morena, @NivinhaFla e @DaniSouto, falou sobre o jogo contra o Cruzeiro, debateu sobre o time e o elenco com Flamengo e palpitou sobre o próximo jogo contra a Portuguesa no Engenhão!

Está na hora de ouvir o Lulucast #91:



Baixe o MP3 do Lulucast #91

#Lulucast disponível nos blogs:

Pré-Jogo: Cruzeiro x Flamengo - Brasileirão 2012




Flamengo enfrenta o Cruzeiro hoje em Minas Gerais atrás de uma vitória para a manutenção do Joel no cargo de treinador. Com a demissão do Dorival Junior pelo Internacional e a insistência num esquema que, desde sempre, não vem dando certo com o atual elenco do Flamengo, a corda bamba que se encontra o técnico está cada vez mais balançando.

Sinceramente, eu não consigo entender como um técnico acha que um jogador, que jogou a vida inteira numa posição do campo, possa render jogando em outra depois que se profissionaliza. Não consigo entender como mantém, num time titular, um jogador que dá um passe de calcanhar errado para a entrada da área defensiva que resulta em gol quando o time está perdendo dentro de casa. Não consigo entender como, ferrado e fritado do jeito que está, não muda os paradigmas para, pelo menos, dizer que tentou. Mas a verdade, a verdade mesmo, é que eu não preciso entender. O que eu só posso mesmo é torcer, porque, meu papel, como torcedora que sou, é esse.

Vamos a nossa escalação:


Tomara que as pessoas que estão dirigindo o Flamengo entendam que, quando uma coisa foge a sua vocação, a tendência é o erro. Enquanto o Flamengo for um time covarde, que não se impõe, os domingos não terão a energina do "Domingo, eu vou ao Maracanã".

Mas é Flamengo. Vestiu rubro negro, não tem pra ninguém. Vamos arrebentar a raposa dentro de casa.

VamoPraCimaDelesMengooooooooo!

Destaque RN: Jorginho





Tive a honra de ver o Leandro jogando. Por isso que o Joginho não oi o melhor lateral que eu vi jogar com a camisa do Flamengo. Jogador sério, que fazia cruzamentos muito bem, Jorginho foi revelado nas divisões de base do América-RJ. Começou a se tornar mais conhecido quando foi contratado em 1984 pelo Flamengo. Rapidamente, Jorginho se transformou no lateral-direito titular do rubro-negro, uma vez que Leandro, em virtude de uma grave artose nos joelhos, optara por jogar na zaga central. Jorginho vestiu a camisa rubro-negra durante cinco anos e, nesse período, contribuiu para a conquista de um importante título, o Campeonato Carioca de 1986 eo Campeonato Brasileiro de 1987 .



Na seleção brasileira, Jorginho começou sua história pela seleção olímpica, quando atuou em 25 jogos entre 1983 e 1988. Conquistou a medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de 1983, os Torneios Pré-Olímpicos de 1984 e 1987 e a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Seul. Neste período, também participou da importante conquista do Campeonato Mundial Sub-20 em 1983. Já pela seleção principal, Jorginho fez 89 partidas entre 1987 e 1995, tendo participado das conquistas da Copa América de 1989 e da Copa do Mundo de 1994.

Em meados de 1989, o Flamengo vendeu Jorginho para o Bayer Leverkusen, time da Liga Alemã de Futebol. Nesta nova equipe, foi deslocado da lateral direita para o meio-campo, o que permitiu ao jogador usufruir melhor de toda sua capacidade técnica. Posteriormente, Jorginho também jogou pelo Bayern de Munique, aonde logo de cara faturou o título de campeão alemão na temporada 1993-94. Certamente, em seis anos na Alemanha, Jorginho conseguiu marcar seu nome na história do futebol europeu.


Lulucast #90 - Parece que a arquibancada acordou...

Lulucast #90 - Parece que a arquibancada acordou...



E dessa vez, a bagunça em que o Flamengo se encontra se mostrou no resultado. Perdemos para o Corínthians, dentro de casa, de 3x0, nos livrando d e um 4º gol, já que Paulo Vitor defendeu um pênalti.

Sem a @CrisMarassi, o #Lulucast 90 com @Cissa_Morena, @NivinhaFla e Dani Souto, falou sobre o jogo contra o Corinthians, as "barrigadas" nas últimas tentativas de contratação do Flamengo e do próximo jogo, contra o Cruzeiro no Brasileirão.

Bora escutar?



Baixe o MP3 do Lulucast #90

#Lulucast disponível nos blogs:

Pós-Jogo: Flamengo x Corinthians - Brasilierão 2012




O que esperar de um bando sem raça, sem vontade e sem orientação? O que esperar de um grupo comandando por um cara que insiste em não enxergar o que está diante dos seus olhos? O que esperar de um capitão como o Léo Moura? O que esperar de um jogador IRRESPONSÁVEL que usa o calcanhar para afastar uma bola para o meio da área DEFENSIVA?

Desse grupo, que dizem que é o Flamengo, mas eu me nego a qualificá-lo como tal, eu não espero mais nada. Não espero a seriedade que o Renato mostrou quenão tem. Não espero mais o acerto que o ibson provou ontem que não acerta. Não espero mais entendimento de futebol que o Airton perdeu e MUITO MENOS um resquício de inteligência que um humano como o Joel poderia ter.

Vamos ver se sem esperar nada, sem expectativas, eu deixo de ficar do jeito que eu estou, quase 12 horas depois da derrota do Flamengo.

Segue as notas:


Eu confio no Flamengo, não mais nesse grupo que lá está. Quem tem Léo Moura, Airton, Renato Abreu e Ibson perfazendo 40% de um time não pode esperar grandes coisas!

Nosso próximo jogo é contra o Cruzeiro, dentro da casa deles. Um estádio acanhado, com um campo horroroso e que o Flamengo penou pra ganhar do Cruzeiro e do Atlético o ano passado.

Vamos pra cima deles!

Pré-Jogo: Flamengo x Corinthians - Brasileirão 2012




Flamengo enfrenta pela 10ª rodada nada mais nada menos do que o campeão da Libertadores 2012. E para quem acha que o jogo será moleza, que o Corinthians vem ainda com a ressaca da conquista, pode tirar o cavalo da chuva. Em franca ascensão no Campeonato Brasileiro, receberemos um Corinthians querendo subir da tabela. Mas como estamos em casa, a obrigação de vencer é do Flamengo.

Para este jogo, teremos a volta de supostos titulares que podem beneficiar a qualidade do time: González, Léo Moura, Vagner Love e Bottinelli. Tudo bem que teremos que aturar o Magal porque o Ramon, por força do contrato, não joga contra o seu ex time, mas a volta desses titulares dá uma esperança maior para a torcida.

Veja como nosso time entrará em campo:


Embora a escalação do Flamengo esteja chegando perto da ideal com o elenco que temos, eu não escalaria Ibson e Renato Abreu no mesmo meio de campo. No segundo tempo, é irritante como o Flamengo deixa de jogar e como o lado esquerdo, principalmente, se transforma numa mina de ouro para os adversários.

Vamos em busca dos três pontos, dentro do Engenhão. Enquanto o migué das contratações continua, o camisa 10 do Mengão tem que ser a torcida!

#VamoPraCimaDelesMengooooooooooooooooooo!

Campanha para novos sócios até 31 de agosto


Se você não está satisfeito com o Flamengo, tem duas opções: ficar reclamando de fora ou virar sócio e participar da mudança. 11/8/2012 – Dia Nacional de Mobilização Rubro-Negra

Sábado, 11 de agosto
, foi escolhido como o primeiro Dia Nacional de Mobilização Rubro-Negra. A campanha tem adesão de grupos de sócios, Embaixadas, blogs, sites e Twitters rubro-negros. E a data está marcada para quem é Flamengo tornar-se verdadeiramente parte de seu clube, fortalecendo e influenciando nos destinos desta instituição que já influencia a vida de milhões, mas tem seus rumos decididos por muito poucos.
- Se você mora no Rio de Janeiro, é dia de ir à Gávea e tornar-se Sócio do clube!
- Se você mora fora do Rio de Janeiro, é dia de ir a uma Embaixada Rubro-Negra assistir Flamengo x Náutico e levar os documentos necessários para tornar-se Sócio Off-Rio!
Acesse o site da campanha: www.sejasociodoflamengo.com.br.


• Por que ser sócio do Flamengo?

As instituições mudam conforme a determinação de seus controladores e é crucial que cada um de nós deixe de ser apenas torcedor para virar DONO do Mengão. Ser sócio é deixar de ser consumidor e tornar-se acionista!

Não é admissível que os destinos da nossa Nação estejam nas mãos de apenas 0,02% de Rubro-Negros, que são os que têm direito de voto – e, ainda assim, uma parte deles com pouca ou nenhuma vinculação com o futebol. Para um candidato com ideias parecidas com as suas tenha chance de se eleger, é preciso que existam dentro do clube sócios que apoiem estas ideias. Se você pode ser um deles, a hora é agora!

Pense no tamanho do investimento emocional, financeiro e de tempo você já faz no Flamengo e reflita: você deve ou não dar o passo seguinte para poder realmente influenciar no futuro do clube?
Clique aqui e entenda melhor por que todo rubro-negro que tiver esta possibilidade deve se tornar sócio.
Atenção: para poder votar nas eleições de 2015, é preciso ser sócio até o dia 31 de agosto deste ano! Clique aqui e entenda os prazos para participar das eleições do clube.


• Quanto custa ser sócio?

Se você mora fora do Rio de Janeiro, a mensalidade do sócio Off-Rio, com direito a voto, hoje custa R$40,00. Para quem é do Rio de Janeiro, a mensalidade do Sócio Contribuinte hoje é de R$105,00.
Clique aqui, conheça as categorias disponíveis para se associar e escolha a melhor para você.

• Como se associar?

Clique aqui e saiba todos os documentos e procedimentos necessários para tornar-se sócio do Flamengo.

Participe do Dia Nacional de Mobilização Rubro-Negra!


Vamos tentar conseguir o maior número de novos torcedores sócios possível para o Flamengo em um mesmo dia:
sábado, 11 de agosto. Quem é do Rio deve comparecer a Gávea para se associar; quem não é, procure a Embaixada Rubro-Negra de sua cidade (clique aqui e veja a lista completa), assista a Flamengo x Náutico com outros rubro-negros e leve os documentos necessários para tornar-se sócio Off-Rio – as Embaixadas farão o envio.



Este post está sendo publicado em diversos blogs e sites rubro-negros que estão aderindo ao Dia Nacional de Mobilização Rubro-Negra. Se você quer ajudar nesta campanha, compartilhe e ajude a convencer seus amigos! Clique aqui para deixar seu contato e saber como fazer mais para participar.

Fazem parte desta campanha:
Blogs, Twitters e sites:
Buteco do Flamengo
Cronista Esportivo
DJ Mangueira
DNA Rubro-Negro
Fla Eternamente
Fla Manolos
Flamengo, Aspirinas e Urubus
FlamengoNet
FlamengoRJ
Igreja Flamengo
Magia Rubro-Negra
NewsFlamengo
Ninho da Nação
Ouro de Tolo
Primeiro Penta
Rubro-Negrão
SobreFlamengo
Torcedor EC
Urublog
Grupos de sócios:
Revolução Rubro-Negra
Sócios Pelo Flamengo

Embaixadas Rubro-Negras

Pós-Jogo: Bahia x Flamengo - Brasileirão 2012



Não vou iniciar esse texto com chavões que muitos usarão, como "uma vitória com a cara do Flamengo" ou similares. Não é essa raça que eu quero ainda do Flamengo, muito menos o futebol hoje apresentado. A correria, a entrega, a determinação e a vontade é obrigação de jogador de qualquer time. Falar em heroísmo porque o time jogou com um a menos e ganhou de um time como o do Bahia é subestimar a inteligência do torcedor.

A arbitragem determinou o resultado do jogo. Além de ter expulsado Luis Antonio de uma forma bisonha, marcou um penalti fantasma em cima do Ibson. Menos mal que o Canela fez o gol e saimos com os três pontos. E por causa desses três pontos eu comemoro. EFUSIVAMENTE! Ganhamos o jogo, levamos os três pontos e ponto final.

Uma vitória fora de casa sempre é importante. Mesmo que seja contra o Bahia, na zona de rebaixamento , os três pontos tem que ser comemorados sim. Nada de heroísmo, nada de supervalorizar coisas que os jogadores tem obrigação de ter.

Veja os videos desse jogo

Vi o time do Flamengo mais bem distribuído no jogo de hoje. Com jogadores ocupando o seu espaço em campo, ficou claro que o Renato e o Ibson não podem jogar no mesmo meio de campo. Eles correm por correr, sem se preocupar com cobertura de lateral, de ataque, de nada. Com 10, qualquer time pode se superar. Mas com 9? É muito mais complicado e deve ser por isso que sempre tenho a impressão que o Flamengo correr atrás da bola muito mais do que com a bola.

Gostei do Deivid tentando armar o jogo para um atacante que diz a que veio: Hernane teve a oportunidade, chutou para o gol. Nada de ficar caindo pedindo falta como o Love está se especializando em fazer.

Quarta-feira tem mais um jogo, contra o Corinthians, no Engenhão. Vamos ver como o time se comporta dentro de casa. Teremos desfalques e vamos ver como o Joel armará esse time.

#VamosFlamengo!

Veja as notas dos jogadores:




Ainda bem que o Juan não veio!



Os rubro negros que frequentam qualquer rede social tiveram um assunto para comentar: a não vinda do Juan, zagueiro, para o Flamengo.

Muita gente acredita que ele é o Salvador da Pátria e que, por ser rubro negro, viria para o Flamengo. Internacional parece que ofereceu mais e o melhor: procurou o clube que ele joga para negociá-lo. O Flamengo procurou o time do cara?

Enquanto as opiniões estão divididas e o principal argumento que EU li foi que ele não era rubro negro o suficiente e por isso preferiu o Internacional RS ao invés do Flamengo, eu vou contra a maioria e digo: ainda bem que ele não veio.

Juan há algum tempo não é o zagueiro que o torcedor do Flamengo acha que ele é. Além da idade avançada (33 anos), uma queda técnica na carreira (quem acompanha o campeonato italiano é unânime nessa opinião!), temuma série das lesões repetidas. Hoje, pessoALL, o Juan não consegue fazer 50 jogos por temporada. Só pra você ter uma idéia do que é isso, o Campeonato Brasileiro tem 38 jogos.

Como se não bastasse vir um zagueiro "pela metade" vinha por um salário em torno de R$ 350 mil. MUITA GRANA! Muita coisa para um zagueiro que NÃO seria solução para os problemas da zaga do Flamengo.

Mais uma negociação errada do Flamengo de hoje. Mais uma barrigada. Será que a culpa é sempre de "jogadores mercenários"? Será que a diretoria de hoje do Flamengo está querendo iludir a torcida ou está negociando mesmo com os jogadores que dizem? Se eu soubesse a resposta, eu daria.

Mas eu me nego a fazer esse papel de vítima que essa diretoria se propõe a fazer sempre. Esse posicionamento NÃO CONDIZ com a tradição do Flamengo.

Pré-Jogo: Bahia x Flamengo - Brasileirão 2012





Sem a presença de Vagner Love, González e Bottinelli, o Flamengo, que ainda não agradou no Brasileirão 2012 vai até a Bahia para trazer 3 pontos e acalmar os ânimos na Gávea. Só não me peça para apostar numa possível demissão do JoHELL caso a gente perca porque eu não acredito mais.

Está chegando a hora em que o técnico do Flamengo irá ter a consciência de que um meio de campo que se preze não pode ter Ibson e Renato do jeito que eles estão jogando. Ou é um ou outro. E que Luis Antonio é titular do meio de campo, não da lateral direita.

Tem a estreia do Ramon, lateral esquerdo que veio para esquecermos do Magal que vinha com atuações muito ruins e que se jogar com a vontade que tinha no Vaskin, pode preencher aquele lado esquerdo com jogadas ofensivas, que é o que necessitamos.

Quem pode desequilibrar a favor do Mengão:

- Luis Antonio está cada vez mais adaptado a lateral direita. Estamos vendo um jogador subir a linha de fundo e fazer alguns cruzamentos e isso é bom!

- A vontade que o Deivid e o Adryan entrarão em campo para continuar na equipe titular pode ser o diferencial numa equipe que, muitas vezes, dá a impressão que não quer ganhar o jogo!


Quem pode desequilibrar contra o Mengão:

- A dupla de zaga nunca jogou junta. E eu não conheço o Arthur Sanches, que entrará no lugar do González.

- A dupla de ataque não joga um jogo inteiro há algum tempo. A falta de ritmo (parte física e tempo de bola) de jogo pode prejudicar os dois jogadores, tanto o Deivid quanto o Hernane. Vamos torcer para a rápida adaptação.


Meu Palpite:

O jogo vai ser 2x0 para o Mengão com gols de Luis Antonio e Deivid.

Palpite de vcs:

O migué das contratações do Flamengo

O migué das contratações do Flamengo

Entra ano e sai ano, nomes e mais nomes de jogadores são especulados para vestir o Manto do Flamengão. Muito se fala, pouco de faz e quando acontece, o cheiro de fiasco é eminente. Basta lembrar do caso Ronaldinho e, para não ir muito longe, do Vagner Love.

Assim como temos  fama de ser o doutrinador, o insuperável quando a torcida está junto e o famoso "deixou chegar, F&@*&!", o Flamengo também uma fama danada de mau pagador. Desde os anos 90, os jogadores que vieram jogar no Flamengo sempre pediram salário mais alto do que o normal, justamente com medo do calote. Quantos jogadores não fizeram o seu "pé de meia" no Flamengo em cima salários que não ganhariam em clube algum acrescidos de juros judiciais?

Somando a isso, os clubes que negociam jogadores e conhecendo a fama de péssimo pagador das pessoas que comandam o Flamengo há muitos anos, passaram a exigir garantias e mais garantias para concretização do negócio. Não foi a toa que a vinda do Love demorou. O vice de finanças foi até a Rússia como salvador da pátria para fechar o negócio, mas o Flamengo pagou EXATAMENTE o que os russos pediram.

Essa diretoria do Flamengo deve a jogador do elenco. Está com problemas dentro de casa, passou um vexame histórico com o Assis dentro das dependências do clube e ainda assim manda representantes à Alemanha para negociar a vinda do Diego, um jogador caro! Como se não bastasse isso, ofereceu como forma de pagamento uma das únicas formas para fazer dinheiro e quitar as dívidas existentes, que é o patrocínio master.

Sabe por que o interesse de fazer dinheiro hoje não é o principal? A vitória na eleição do fim do ano deve dar mais lucro que esse patrocínio master do Flamengo. Afinal de contas, as dívidas feitas hoje só serão pagas daqui a 15 anos, 20 anos. Será que daqui a 15 anos o  Flamengo entra em estado de insolvência? Aí não vai ter valorização de  patrimônio nem empréstimo de BMG que dê jeito nas dívidas do Flamengo.

E sabe quem salvará o Flamengo, se houver jeito?  Quem poderá salvar o Flamengo é quem vai a padaria depois de um lance como o que ocorreu com o Assis e escuta que o Flamengo é caloteiro e sente VERGONHA. Quem poderá salvar é quem se emputece com uma derrota medíocre e se orgulha de uma vitória linda. Quem poderá salvar o Flamengo é para quem o Flamengo, HOJE, deveria ser administrado. E não o é.

Todas essas notícias de contratações como Diego, Juan, Riquelme e o raio que o parta, tem o foco de dar o migué na torcida. Igualzinho a política do pão e circo. Resta saber se você quer estar no meio do picadeiro!

Elenco Atual: Adryan







Nome: Adryan Oliveira Tavares // ADRYAN
Natural: Assis. Rio de Janeiro
Nascimento: 8 de outubro de 1994
Posição: Meio de campo.
Número: 37

Histórico no Mengão:

O jovem meia Adryan é figura conhecida nos corredores da Gávea. Revelação do clube, o jogador, dada a sua notória habilidade, sempre foi tratado como verdadeira pérola pelo departamento de futebol. Na sua ainda curta carreira, Adryan coleciona passagens pelas mais diversas categorias da Seleção Brasileira de base: Sub-15, Sub-16 e outras. Campeão juvenil pelo Flamengo em 2010, o meia foi relacionado para disputar a tradicional Copa São Paulo de Juniores em 2011 onde foi campeão, mesmo ano em que fez sua estréia pelo time profissional do Fla em amistoso contra o Londrina, então aos 16 anos.

Ganhou o Sul-Americano Sub-17 pela Seleção Brasileira, em 2011, e foi um dos destaques do Mundial da categoria no mesmo ano, mesmo que o selecionado tenha ficado apenas em quarto lugar. Ele foi o artilheiro do Brasil na competição com 5 gols.

Adryan continuou sendo destaque na equipe de juniores do Flamengo e da Seleção Brasileira em 2012. Pelo Brasil foi mais vez o destaque, desta vez na Copa do Mediterrâneo, onde o escrete canarinho acabou eliminado na semi-final, mas Adryan foi eleito o craque do torneio.

Pelo time profissional, fez seu primeiro gol em partida do Campeonato Carioca contra o Bonsucesso. Sendo lançado aos poucos pelo técnico Joel Santana, é a grande esperança de criatividade num meio de campo só formado por volantes. Sempre que entra no jogo, muda a partida para melhor, fazendo grande parte da torcida o querer como titular.


Redes Sociais Oficiais:



Saiba mais sobre ele: 



Mais notícias nas Redes Sociais: 


Siga no Twitter


Curta no Facebook




Ser Flamengo: a tarde que o Flamengo dominou o Vaskin no Maracanã

Ser Flamengo: a tarde que o Flamengo dominou o Vaskin no Maracanã




Tarde de um jogo do Flamengo no Maracanã, primeiro jogo da final do estadual de 2000. Campainha da minha casa toca e era meu primo com a namorada me chamando para ir ver Flamengo e Vaskin. Ah, o Flamengo e Vaskin daquela tarde!

Arrebentamos com o Vaskin. Não me lembro de um jogo que o Flamengo teve tanto dominio sobre eles no Maracanã. Tanto que, chegando no meio do segundo tempo, eu desesperada, olhava para as pessoas que foram comigo, p da vida e repetia: não é possível que o Flamengo não vai conseguir ganhar esse jogo com a diferença de bola que está jogando.  E se alguém ainda tem dúvida de que a torcida do Flamengo ajuda o time em campo, recomendo assistir esse jogo de forma integral, principalmente o primeiro tempo.  A cada toque de bola do Vaskin, a torcida vaiava espetacularmente. Foi distribuído um apito que ajudou e muito naquela tarde. Os caras ficaram des-nor-tea-dos! Foi lindo, sensacional!

E o melhor da festa estava guardado para o final. O Mengão, que dominou todo jogo agiu como como um predador no final dele. Nos últimos 20 minutos, fez três gols, assegurou o título e ainda teve direito a embaixadinha do Beto que deixou o povo de SanJanu de cabelo em pé! Como tem que ser sempre.

O segundo jogo desse ano, o de 2000,  foi pra cumprir tabela. O Flamengo colocou a mão no título no primeiro jogo com uma atuação épica em conjunto do time e torcida. Inesquecível. Espetacular. Delicinha de se contar!


Tenho certeza que você também tem o seu jogo inesquecível. Mande para o email blog@primeiropenta.net que a gente publica na seção "SER FLAMENGO"

Destaque RN: Zé Carlos, goleiro!





Zé Carlos foi um dos meus maiores ídolos dentro do Flamengo. Coisa de identificação com o jogador, que gostava por ser um goleiro nada esparafatoso, sério e que defendia as cores do Mengão com orgulho. Tanto que, se fosse para fazer uma seleção dos melhor que vi jogar pelo Flamengo, ele estaria no gol, sem sombras de dúvidas.

José Carlos da Costa Araújo, o Zé Carlos (Rio de Janeiro, 7 de fevereiro de 1962 — Rio de Janeiro, 24 de julho de 2009), foi um futebolista brasileiro, goleiro do Flamengo nas décadas de 80 e 90.



No início de sua carreira, Zé Carlos atuou pelo Americano-RJ e Rio Branco-ES. Entretanto, sua carreira acabou sofrendo uma guinada em 1984, quando o goleiro foi contratado pelo Flamengo. Entre 1986 e 1991, Zé Carlos foi o goleiro titular do Flamengo e, apesar de nunca ter sido uma unanimidade entre os torcedores, sempre se destacou por realizar defesas impossíveis, de puro reflexo e elasticidade.  Durante as eliminatórias da Copa do Mundo de 1990 atuou em duas partidas e, em seguida, foi convocado para disputar aquela Copa, na reserva de Taffarel e Acácio. 

Em 1991, com a chegada de Gilmar, Zé Carlos perde espaço no time do Flamengo e deixa o clube. Após deixar o Flamengo, teve rápida passagem pelo Cruzeiro e, em seguida, transferiu-se para o futebol português, onde defendeu o Vitória de Guimarães, o Farense, o Felgueiras e o FC Pedras Rubras.

No retorno ao Brasil, em maio de 1996, voltou a atuar pelo Flamengo. No entanto, pouco mais de um ano depois e a falha na final do torneio Rio-São Paulo de 1997, deixou a Gávea pela última vez e foi defender o Vitória. No Vitória participou das vitoriosas campanhas do Campeonato Baiano e da Campeonato do Nordeste. Antes de sair do Flamengo, Zé Carlos foi o segundo goleiro da história do clube a marcar um gol, em cobrança de pênalti.

Antes de encerrar a carreira, Zé Carlos ainda jogou pelo XV de Piracicaba, América-RJ e Tubarão-SC.

No dia 24 de julho de 2009, Zé Carlos morreu devido a um câncer no abdômen. Foi sepultado no Cemitério São João Batista no dia seguinte.

Dentre várias homenagens, dois dias depois da morte de Zé Carlos, o amigo e companheiro de equipe no Flamengo e na Seleção Brasileira Andrade, estando interinamente no comando do Flamengo, dedicou ainda em campo e emocionado a primeira vitória do clube sobre o Santos em jogos oficiais dentro da Vila Belmiro ao falecido companheiro. Também foi homenageado pelo goleiro Bruno, que usou uma camisa com seu nome no dia do título de hexacampeão brasileiro do Flamengo.