Love e a carência da torcida




Era uma vez um(a) menino(a) carente. Sabe aquele (a) que queria ter uma coisa e sentia falta porque não tinha. E o que ele tinha, não preenchia o que ele queria.

Carência é a ausência total ou parcial de laços afetivos.  Laços afetivos........ Para termos laços afetivos precisamos gostar de alguém. E gostando, quando não temos, sentimos falta. Falta do que a pessoa fazia / faz pela gente.  E, por causa dessa falta, dessa carência (e necessidade!), que muitas vezes caí-se em armadilhas perigosas, que quase sempre não acaba em um bom negócio. Ou você nunca escutou dizendo "a carência é uma coisa triste".

Torcida do Mengão anda carente. Carente de um "9" de verdade. N ano de 2011 cogitou-se tantos nomes de atacantes bons e ruins, mas acabamos mesmo com uma briga quase igual de Deivid e Jael, com o Ronaldinho sendo nosso artilheiro no Brasileiro. Ou seja, não preencheram o que a galera rubro negra flamenga, que continua pedindo um atacante que seja digno da "9" do Mengão.

http://www.maisfla.com/wp-content/uploads/2010/01/23-01-2010-Vagner-Love-Flamengo.jpg

Cogitou-se o prego do Kleber, o ex-jogador Adriano e o banco do Atlético Mineiro, o André. Mas o que poderia dar certo mesmo era o Vagner Love. Já jogou pelo Mengão, meio que se salvou no desastre que foi o ínicio do ano de 2010 e ainda é rubro negro. Perfeito né não? 

Mas eu pergunto: será? Será que a carência e a ansiedade de ter um jogador melhor dos que lá estão no Flamengo não faz o Love ser superestimado? 

A torcida chama o Deivid de cone, acha que ele tem que vestir a camisa do Inacreditável Futebol Clube, mas você se lembra quantos gols o Love perdeu, com a camisa do Flamengo, do mesmo estilo?   Aaaaah, a carência.

Carência bandida, que pode trazer o erro em julgamentos, trazendo prejuizos depois porque pagou caro demais.  E sabe qual o pior? É que não só o lado de cá, do Flamengo, que sabe isso. O lado de lá, dos jogadores e etc, não só sabem disso como usam e abusam de formas de divulgar blá blá blá com subterfúgios de jogar dirigente contra torcida e fazer mimimi em imprensa.

Se o Love precisa ir a imprensa pra dizer que o Flamengo não tem mais prioridade para fazer a contratação dele, por que o Flamengo tem que tratar como prioridade alguém que o trata como opção?

Love é superestimado. Não vale o dinheiro que o time russo pediu por ele em outrora.

Mas será que vale agora, por causa dessa carência da torcida?

Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.