#DeixaElaTorcer









99939cb9-551b-49cd-8214-709a295cf942

A Natalia Coelho, do blg Tabela RN, lançou uma campanha bem bacana. A campanha se chama #DeixaElaTorcer e tem o objetivo de compartilhar histórias e relatos sobre assédio, preconceito ou violência (física ou verbal) nos estádios/ginásios.

Em uma sociedade machista o que poderíamos esperar do mundo esportivo? “Estádio é lugar de homem.” “Mulher não entende nada de futebol”. “Esporte não combina com a fragilidade da mulher”.

Se você é mulher e gosta de esporte sua vida se resume em provar a todo instante que entende do assunto. “O que é impedimento?” “Então, fala a escalação do seu time no ano de 1981…”

Parece exagero. Parece mentira. Mas quantas e quantas mulheres esbarraram ou esbarram com esse tipo de preconceito disfarçado de “brincadeira”?

Além das profissionais da imprensa que precisam estudar o dobro, se especializar o triplo e se impor mil vezes mais que um homem em seu ambiente de trabalho, também têm as torcedoras.

As mulheres da arquibancada precisam provar a todo momento que merecem estar ali, dividindo espaço nos estádios, ginásios ou arenas com seus “verdadeiros donos”. Precisamos implorar por algo que sonhamos ser comum: respeito!

Portanto, se você é mulher, gosta de esporte (seja ele qual for) e já sofreu com assédio, preconceito ou alguma violência nos estádios ou arenas, compartilhe sua experiência com a gente. Não podemos nos calar. #DeixaElaTorcer

Clique aqui para saber mais!



Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.