Tirem de campo os perebas do Flamengo




http://colunadoflamengo.com/wp-content/uploads/2017/07/Fla-x-Santos-640x400.png

Comemorei a classificação, como poucas vezes fiz. Um jogo que estava com cheiro de vexame, mesmo com o time não jogando mal, e ter o resultado ao nosso lado, é para comemorar. Comemorei a classificação para a semifinal de um campeonato nacional. Não é pouca coisa essa classificação. Porém, não dá para relevar a papagaiada que os perebas que entram em campo com o Manto fizeram contra o Santos. Um gol para cada falha de pereba e ainda teve pereba que falhou em mais de um gol.

Sou do tipo de torcedora que não acredita que falha de jogador em campo tem culpa do técnico. Sei bem que você pode retrucar "mas quem escala é o técnico" mas isso é crença, né? Por exemplo, duvido que qualquer técnico instrua um jogador a sair com a bola como o Vaz tentou fazer ontem e que resultou no escanteio que saiu um gol do Santos. Duvido que um técnico fale para o jogador ter cuidado para não fazer o penalti para justificar a moleza do Marcio Araujo em ser driblado duas vezes em outro gol do Santos. Duvido também que o técnico fale para o goleiro sair de forma bisonha como o Muralha saiu do gol, caçando borboleta em mais de um lance. Sei bem que o técnico não tem culpa de falhas individuais de jogadores. O grande problema do Flamengo é que os três citados não tiveram essa falha apenas. Muralha foi tirado do time porque estava mal e voltou ontem. Os outros dois estão em falhas do sistema defensivo quando o Flamengo leva gol. Acha que estou exagerando? Flamengo levou gol nos últimos jogos. O único zagueiro que esteve em campo em todos os jogos foi o Vaz. Falhando, achando que joga mais do que joga, irritando com a sua inoperância. Embora continue achando que o técnico não é culpado único por falhas desse tipo, não dá para isentar o treinador se o Flamengo tivesse sido desclassificado ontem.

Como falei ontem durante o jogo, não adianta pagar R$ 1 milhão para o Guerrero decidir jogos quando se tem um Vaz na zaga. Um Muralha no gol. Um Márcio Araujo apontando sabe-se lá pra onde e sendo facilmente driblado por adversário. Tô feliz pela classificação mas eu tô muito P da vida com a permanência desses perebas. É injustificável a presença deles no time titular do Flamengo.

Tirando o apagão que o time teve depois de levar os dois gols seguidos, não achei a atuação do time ruim. Flamengo só foi ameaçado porque a perebada resolveu agir. Na maioria do tempo, principalmente no primeiro tempo, conseguiu colocar em campo uma proposta de jogo decente. O posicionamento do Diego foi muito bom, tanto que ele teve várias oportunidades de puxar contra-ataque. Santos quase não teve segunda bola no segundo tempo. Pena que ele não teve a mesma atuação no segundo tempo que teve no primeiro.

Quem me acompanha sabe que evito qualquer tipo de adjetivos negativos para descrever jogador. Até porque estão lá trabalhando, erram num jogo e acertam em outro e etc. Mas não encontrei outra palavra para descrever o que realmente vi na atuação deles ontem. Torcer para o Flamengo com eles em campo em jogo decisivo é para os fortes. Ontem, me senti tipo a mulher maravilha, com uma força sobrenatural.

Nos classificamos e enfrentaremos o Botafogo na semifinal da Copa do Brasil. Vamos pra cima deles, Mengo. Sem Vaz, Marcio Araujo e Muralha.

Saudações!


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.