Uma coisa é uma coisa. Outra coisa é outra coisa!




http://passapalavra.info/wp-content/uploads/2009/06/f090625_futvarzea2.jpg

Aos poucos, estou deixando de fazer o pré-jogo e o pós-jogo aqui no blog. Eventualmente até teremos, mas não será mais uma obrigatoriedade, como era em outros tempos. Mas não dá para escrever sempre as mesmas coisas, reclamar dos mesmos jogadores. Além de se tornar uma coisa chata para quem lê, acaba-se tendo uma visão errada que tenho marcação com fulano e beltrano. E não é nada disso.  A minha relação com o Flamengo é de curtição e esse espaço é para isso. Então, para ficar falando de jogador que não se esforça e técnico que muda o time do nada, prefiro continuar com a minha energia flamenga. É por isso que no Flamengo Fotos não são postadas fotos de adversários, no Flamengo Videos só entra gols dos outros times nos melhores momentos e noticias de outros times nem se for para falar de algo bom para a gente. É uma linha de atuação, a linha que eu escolhi para o Primeiro Penta.

Embora eu tenha essa "linha" de proteção com o Flamengo, enquanto time e instituição, não dá, mesmo, para colocar um venda nos olhos e achar que, porque há uma diretoria mais preocupada com o clube do que as outras aparentemente, tudo se solucionará. Não solucionará! Essa história do que a bola não entra por acaso não é só para o lado administrativo/financeiro, como muitos preconizam.  A bola não entrará se o elenco for ruim. A bola não entrará se o técnico for incoerente. A bola não entrará se a torcida não jogar junto com o time. A bola não entrará se uma derrota como a de ontem não envergonhar um jogador do Flamengo.

A derrota para o Resende, sob todos os aspectos, foi para envergonhar. Para lamentar. Para emputecer. Para entristecer. E não estou desmerecendo o Resende. Aliás, eles estão de parabéns.  Estou querendo é que o Flamengo não se nivele a um time que perde um jogo em 20 minutos, da forma que foi, dentro de casa. Um time que perde da forma que o Flamengo perdeu,  não pode ser chamado de grande, de gigante. É, simplesmente, um time de várzea.

Não é novidade que o elenco do Flamengo não é o melhor do Brasil. Não temos um lateral direito reserva (e titular só temos pq o técnico o escala), não temos zagueiros decentes, não temos atacantes que nos façam vibrar e a qualidade de alguns jogadores que compõe o elenco é bem questionável.  Embora todos os elencos do futebol brasileiro tenha jogadores de qualidade questionável (e isso nem entro no mérito porque é questão de opinião entre um ou outro jogador), o Flamengo além disso, tem a FALTA DE JOGADORES em algumas posições. Não dá, definitivamente, para ser feliz assim.

Como escrevi no ínicio do Carioca, ele é uma gota de um oceano que teremos no nosso futuro. Quero ganhar até campeonato de cuspe a distância se houver Flamengo na disputa, mas entendo usar  o Carioca  para um bem maior, como preparação para campeonatos mais importantes. O que não dá para assistir o Flamengo sem sangue, sem vontade e sendo superado como um time de várzea. Desculpa, mas é demais para o meu coração que é apaixonado por um gigante.

Uma coisa é curtir o Flamengo. Outra coisa é ter que assistir um time com um time de várzea.

Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.