Cuidado com a base do Flamengo





Fiquei sabendo, com uma certa preocupação, que o Flamengo mandou embora alguns ex-jogadores que trabalhavam como olheiros nas categorias de base. Segundo essa reportagem, eles foram avisados por telefone, depois de ser prometido, no ínicio do ano, que eles seriam aproveitados. Mais uma vez, cai na imprensa a maneira pouco agradável que essa diretoria tem dispensado quem presta serviço para o Flamengo.

Esse tipo de coisa não é novidade no clube. Quantas vezes, na gestão Patricia Amorim (e em outras também!), reclamamos da maneira torpe e sem respeito que ídolos foram mandados embora? O expoente foi a forma como o Andrade foi demitido quando era técnico do Flamengo. E essa troca por funcionários, teóricamente, mais eficientes, vai fazendo com que o Flamengo perca a sua identidade. Se está dificil manter a escola do rubro negrismo para essa garotada desta forma, imagina colocando pessoas que não tenham identificação com o Flamengo.

Essa reformulação, feita no futebol de base rubro negro, que envolve troca de olheiros, de treinadores, professores, faz parte da nova filosofia do futebol. Com o futebol na mão de gente nova, é normal que cada qual queria trazer para trabalhar consigo pessoas de confiança. Só espero que a diretoria tenha a sabedoria para não "entregar de bandeja" a base do Flamengo. O aliciamento a jovens valores pode ser facilitado com a participação de profissionais ruins. E o clube pode ser muito prejudicado com esse tipo de ação.

Espero que a diretoria do Flamengo esteja atenta para esse tipo de coisa!




Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.