Não volte nunca mais ao Flamengo, Adriano!






Nunca quis o Adriano de volta no Flamengo. Costumo dizer que o que ele fez de bom em 2009, apagou em 2010. Para quem tem memória curta e esqueceu o nome do Flamengo em páginas policiais por causa dele, eu não esqueci. Não costumo esquecer quem joga o nome do Flamengo na lama.

Quase num sopro de esperança, quando o Adriano chegou ao Flamengo em 2012, torci para ele se recuperar fisicamente. Dei boas vindas. Relembrei momentos fantásticos que esse menino teve com o Manto. Mas não me enganou.

Eu, por alguns poucos momentos, acreditei que o Flamengo tinha esse poder de reabilitar o Adriano.  Não teve. Os problemas dele (não sei quais são e nem me cabe julgá-los para dizer que precisa de tratamento para isso ou aquilo) foram maiores do que a boa vontade do clube em estender a mão para o homem Adriano. É claro que essa boa vontade do clube vem com o interesse da Patricia de fazer o Adriano de escudo, mais um em sua gestão. Adriano foi o escudo mais barato que Patricia teve e foi pago com o dinheiro do clube (????). Adriano protegeu a Patricia do maior escândalo que a ela teve em sua gestão, aquela vergonha na Câmara dos Vereadores.

Entendeu por que ele não tem que voltar pro Flamengo?  Ele não respeita o clube, como instituição. Ele protegeu a Patricia, que tanto mal faz ao Flamengo, com a sua péssima gestão. Não vem me dizer que ele não sabia. Ele SABIA! Ele engana o sentimento mais genuíno sentimento do torcedor: a esperança de ver um ídolo brilhar. Ele jogou o nome do Flamengo na lama (e não me venha com bla bla bla de perseguição jornalística. Se ele não desse motivo, os caras não estariam lá!)

O Flamengo merece mais, muito mais do que esse tipo de ídolo fajuto que declara amor ao clube mas não o prova. O Flamengo merece que quem passe por ele, o faça de forma limpa, honesta. Se não se deu bem, se não houve adaptação ou rendimento esperado, paciência. Mas cabe a cada torcedor, integrante do que é o Flamengo hoje estigmatizar quem o trata mal para que repetições equivocadas, como essa, não ocorram.

Adriano não soube sair do Flamengo. Não tratou o como o Flamengo (enquanto torcida e instituição - não diretoria) merece ser tratado. A Nação foi exemplar no apoio ao suposto ídolo. Quantas e quantas mensagens de apoio ele ganhou?

Adriano não pode reclamar das oportunidades que lhe foram dadas. A saída de cena é com vaias, Adriano. Com vaias e com o desejo de não vê-lo nunca mais com o Manto sagrado.


Comente:



Um comentário:

  1. Adriano é um cara doente, um jogador acima da média que não quer mais saber de jogar futebol profissionalmente, simples assim. Temos que resolver nossas carências por títulos importantes e ídolos de outra maneira, não podemos sempre nos apegar ao passado, o Flamengo tem que olhar para frente, tem que se planejar, investir, ousar, não podemos esperar que o improvável aconteça para sermos campeões, como aconteceu em 2009.
    Sem Adriano e Pet não chegariamos nem perto do título de 2009, é verdade, mas já passou, ficou para trás, temos que ser gratos ao Adriano pelo título de 2009, mas já vamos para 2013, o tempo não pára.
    Espero que algo mude na Gávea, espero que a Paty e seu bando sejam varridos de lá, para que não tenhamos que esperar mais 17 longos anos por um título de verdade, o Flamengo é muito grande para isso.

    ResponderExcluir

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.