Pós-Jogo: Flamengo x Emelec Libertadores 2012




http://i1236.photobucket.com/albums/ff443/chakalat/posjogo.gif


Para se lamentar. Ok, os três pontos foram importantíssimos mas como ficar bem depois de um jogo com o que o Flamengo fez contra o Emelec? 

Joel Santana deu uma de Muricy Ramalho: entrar com um time num jogo importante sem ter testado em treinamentos. Lembra-se do que aconteceu com o time do Muricy né? Com o Flamengo só não aconteceu porque era o Emelec que estava na nossa frente, não o Barcelona.

Quando o Léo Moura se machucou e o Joel teve a chance de consertar um esquema de jogo que não funcionava, ele testou a paciência da torcida que explodiu no coro que nenhum técnico gosta de escutar e colocou Negueba em campo.  O segundo tempo seria um teste para cardíacos se o trabalho do Flamengo não fosse sido facilitado com a expulsão de um jogador equantoriano por uma cotovelada no Welinton.

Na volta do segundo tempo, Joel desfe o esquema com três zagueiros, colocou o Deivid no ataque e o time do Flamengo fez o gol da vitória com Vagner Love com uma assistência do Vagner Love.

Muitos passes errados se sucederam, Ronaldinho tentando fazer a firula no toque final fazendo parte da torcida perder a paciência com ele, Negueba perdendo um gol a "la Deivid" e um time que não ofereceu resistência ao péssimo jogo do Flamengo.

Continuo sem entender as substituições do Joel e acho que com o que Muralha e Luis Antônio estão jogando, não sei porque esse mimimi que tem que servir de desculpa para um rendimento do Flamengo que está aquém do time que temos.

Quantas péssimas atuações serão necessárias para se perceber que o futebol não é feito de utopia e que o time que pode entrar em campo é sempre o que deve ser levado em consideração?

3 pontos, somos líderes do grupo. Mas você está satisfeito(a)?



Comente:



Tecnologia do Blogger.