O caminho irreversível da Botafoguetização





http://urubunews.com.br/wp-content/uploads/2011/11/torcida.jpg

Maracanã, 1997. Era uma noite de quarta-feira, o jogo era contra o Botafogo, quando um amigo, revoltado porque o Flamengo não jogava nada, começou a xingar o time. Ele não xingava pouco não. Xingava muito. Xingava tanto que em poucos minutos ficou sem voz. Em 20 anos de amizade, eu nunca vi os olhos dele com aquela raiva. Quando ele finalmente sentou, já cansado de tanto esbravejar, um cara que estava atrás da cadeira falou: pra que vir ao estádio pra xingar e importunar quem quer assistir o espetáculo?

O amigo ficou quieto. Eu também fiquei. Mas, nesse jogo, o Flamengo perdeu para o time reserva do Botafogo. E foi a única vez que chorei de tristeza no Maracanã. Lembrei desse fato quando conversava com esse amigo sobre a reação da torcida do Flamengo nos jogos atuais.

Meu amor pelo Flamengo cresceu com a torcida jogando junto com o time. A união, que tanto me encanta, nos faz praticamente imbatíveis. Se não imbatíveis, entramos em vantagem porque os adversários tremem quando veem a Nação apoiando o Flamengão! APOIANDO! E disso, nem os jogadores que passaram e nem os atuais, podem reclamar. Foi lindo ver o Flamengo perdendo de 4x1 e a torcida no Engenhão dizendo que amava o Flamengo, dizendo que o apoiava.  Isso é lindo, pessoALL. Não tem como não se emocionar. E a Nação.... Ah, essa Nação que sempre me emocionou, cantando numa só voz...

O grande problema é que esse tipo de coisa é exceção nos estádios. Há o apoio, mas não é da mesma forma de outrora. Se em 1997 um único torcedor que xingava corria o risco de ser criticado por outro, hoje em dia o cara que não xinga é criticado. Ou estou errada?  Vai dizer que você nunca ouviu dizer que o cara que não xinga, que não reclama, não ama o Flamengo como o cara que xinga. Afinal de contas, vivemos num mundo que reclamar é o que importa. Nao importa como e nem o porque. O importante mesmo é reclamar, de tudo e de todos!

PARA MIM, o processo de BOTAFOGUETIZAÇÃO* de parte da torcida do Flamengo é irreversível! A reclamação exaustiva sempre das mesmas coisas fazem do torcedor um reclamador em potencial, com uma energia negativa que o Flamengo não merece. Ou será que merece?

Se isso é certo ou errado?  Quem sou eu para JULGAR o jeito CERTO de alguém torcer pro seu time de coração. Cada um torce do jeito que quiser. Se quiser xingar, que xingue. Se quiser bater palma quando tudo está ruim, que bata. Se quiser vaiar com o time invicto no campeonato, que vaie! Não tenho nada a ver com isso. Mas você está respeitando o FLAMENGO como um grande amor merece?

Eu não tenho o direito de julgar o jeito de torcer dos outros. Mas colocar adjetivo, eu posso, né?


*O termo BOTAFOGUETIZAÇÃO eu copiei do genial Daniel Bonn. Um rubro-negro como poucos, que reclama e que xinga, mas que, principalmente, respeita o Flamengo.




Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.