Alerta vermelho no departamento médico





Não fiquei preocupada com a derrota de ontem. Embora tenha sido  a terceira derrota seguida, perdemos para um time que está na parte de cima da primeira pagina da tabela, que estava jogando em casa em um estádio que realmente é um caldeirão e com o time todo remendado. 

Não é questão de ser pessimista. Otimista eu sou, sempre. Tanto que ontem assisti o jogo torcendo como nunca, xingando, lamentando. Só que não há como ganhar de um time que é um time, e o nosso é um bando.  O time que entrou ontem em campo foi Bruno, Everton Silva, Wellington, Ronaldo Angelim e Everton; Romulo, Willians, Lenon e Zé Roberto; Denis Marques e Adriano.  Entraram depois Camacho, Alex Cruz e Galhardo.

O treinador fez o que pode e teve jogador ontem que correu muito, se dedicou como tem que ser. Mas é injusto um bando ganhar de um time. Simples assim. É uma puta sacanagem pegar um time que faz um trabalho maneiro e esse time perder para um bando, um time que jamais jogou junto. Que sequer treinou. E isso não é culpa dos treinador. Não é culpa da diretoria. Não é culpa dos jogadores. Foram as circuntâncias que deixaram o Flamengo assim, com jogadores machucados, suspensos, expulsos e sei lá mais o que. Aí para completar o espetáculo, Adriano levou o terceiro amarelo e Willians foi expulso.

Mas também, como o Flamengo tem jogador no departamento médico. Será azar ou algum trabalho que precisa ser refeito para que não se estoure jogador desse jeito, com distensão em um arrancada no início do jogo, como aconteceu ontem com o Everton Silva ou até mesmo com o Emerson. Para o jogador arrancar com a bola, a musculatura tem que estar bem preparada. E aí, se não estar, estiramento em seus mais variados graus podem acontecer, assim como lesões em joelhos, coluna, tornozelo. Com tantos jogadores no estaleiro, é bom o departamento médico ligar o alerta. Muito mais do que o técnico porque mais do que nunca, nós precisamos do excepcional trabalho deles. A chance que temos parta sair dessa escuridão é o departamento médico começar a devolver os jogadores para campo. Porque elenco para estar em melhor posição, o Flamengo tem.

Continuarei torcendo, querendo bem, e jamais renunciarei a esse amor. Eu sou assim. 


"Serei Flamengo mesmo que a bola não entre, mesmo que o Maracanã se cale, mesmo que o manto sagrado desbote, mesmo que a vitória esteja longe. Serei Flamengo, seja longa a jornada, seja dura a caminhada, Flamengo no peito e na alma, no grito e nas palmas, serei Flamengo até morrer!"





Compartilhe no Google Plus

About Dani Souto

Flamengo até depois de morrer, eu sou!
    Comentários no Blogger
    Comentários no Facebook

1 comentários:

  1. é isso mesmo, eu amo esse
    time, vamos levar o titulo da libertadores,
    esse ano!!

    ResponderExcluir

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Direto do canal do Youtube