A (boa) influência de Guerrero









Muita gente fala que, para ser ídolo do Flamengo, é preciso ganhar título. Se eu falar aqui que Guerrero é ídolo, com certeza, a pergunta que muitos farão é: ganhou o que para ser ídolo?

Não tiro a razão de quem pensa assim. Num clube como o Flamengo é preciso mesmo ganhar títulos, ter boas atuações e ter uma boa postura fora de campo para se transformar em ídolo da Nação. Definitivamente, não é uma missão fácil. Mas é impossível negar a boa influência que o Guerrero traz para o Flamengo atual.

A volta dele foi uma verdadeira festa. A entrada dele inflamou a torcida, que inflamou o time, que partiu para a vitória. No primeiro toque na bola dele, deixou Vinicius Junior numa ótima posição para um bom ataque. Fazendo o papel de pivô, fez outras boas participações e foi de uma bola tirada por ele na defesa que saiu o segundo gol do Flamengo.

O caô acabou, o Guerrero voltou e com ele voltou o Maracanã em peso gritando o nome de um jogador, com uma linda coreografia com os braços. Se isso não é Maraca raiz, nem sei o que mais pode ser. Só sei que isso traz alegria para a torcida e a alegria da torcida é uma das coisas que mais faz sentido num domingo no Maracanã, com o Mengão em campo.

Para mim, Guerrero (ainda) não é ídolo do Flamengo mas que bom que ele voltou. Que seja para nos dar muitas alegrias.

Saudações!


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.