A titularidade do Márcio Araujo e a eficiência do passe






Se tem um jogador que é titular incontestável nesse inicio de ano no Flamengo é o Márcio Araújo. No seu terceiro ano de Flamengo e autor do gol do último título conquistado pelo futebol profissional, ele não conta com aprovação de torcedores e está longe de ser uma unanimidade.

Nem sou das 'militam' (muito, só um pouco) contra a presença do Márcio Araújo no elenco do Flamengo. Se ele tivesse a mesma eficiência que tem no desarme de bola e da disposição, no passe quando rouba a bola, ele não seria tão contestado. Mas falta capricho. Falta cuidado no passe quando rouba bola. Aí, ele se torna um jogador que muita gente acha sem função: rouba a bola mas a entrega, com facilidade. O seu passe é horroroso e sem passe não há futebol eficiente.

Além dessa eficiência do passe, o problema de se ter vários Marcios Araujos no Flamengo (jogadores que cumprem apenas uma parte da função que deveria cumprir) é que estaremos sempre com jogadores medianos que não abre espaço em folha para a contratação de um jogador mais caro. Mas se o Muricy, que não foi quem o colocou lá, pediu a permanência dele, resta a mim confiar e torcer para que o passe seja feito com mais cario e, lógico, leve a eficiência.

Vamos ver se, com a chegada do Cuello, ele continuará como titular ou comporá elenco, como foi dito por alguns para justificar a renovação. E que essa eficiência de passe venha com o colombiano. Escreverei sobre isso em outra oportunidade, quando conhecer melhor como joga o novo contratado do Flamengo.

Até a próxima!


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.