Vamos trabalhar!




http://www.noticiasdeuniao.com.br/wp-content/uploads/2012/02/Joel-Santana-no-treino-do-Flamengo.jpg

Para mim, só tem um lugar onde o sucesso vem antes do trabalho: no dicionário.

E, no esporte, um exemplo clássico dessa verdade é o vôlei masculino. De repente, não há time de esporte coletivo que treinou/treine mais do que esses caras. E qual é o resultado? Vitória, recordes............ Sucesso!

Olhando o time do Flamengo no jogo contra o Boavista, tirando os primeiros 15 minutos, é de uma desorganização de assustar. Assusta porque não há funções pré-determinadas nos jogadores, principalmente no meio de campo. Ainda não consegui definir se é por falta de ordem ou é por falta de cumprimento da ordem. Mas eu espero que seja por falta de ordem. E que essa ordem chegue logo.

Não dá pra ter o Junior César no meio de campo tentando organizar o jogo e nem o Deivid voltando pra ajudar na marcação da intermediária defensiva. Renato tem que jogar NO MÁXIMO como segundo homem de meio de campo e Willians não pode se achar o Adílio. Organização exige trabalho. Trabalho exige organização. E organização no futebol resume-se a uma coisa: cada um no seu quadrado.

Não adianta culpar jogador, culpar o juiz ou condições de campo por derrota. Achar culpados para derrotas como a contra o Boavista ou Vaskin só atrasa o próprio Flamengo que não enxerga que é preciso melhorar padrão tático para se começar a jogar bola e ganhar jogos.

Jogar como jogamos contra o Boavista, por exemplo, foi uma constante no último ano. A diferença, FUNDAMENTAL, é que desta vez nós perdemos.

Tomara que uma derrota como essa não seja uma constante. Para que não seja, precisamos de menos bla bla bla e mais trabalho.

Vamos trabalhar, negada!

Comente:



Tecnologia do Blogger.