Flamengo é o Primeiro Penta Campeão do NBB






A atuação do time de basquete do Flamengo no quinto e decisivo jogo do NBB 8 me deixou sem palavras. Poderia dizer que foi a maior diferença de pontos em jogos finais a história do NBB mas faltaria falar do espetáculo que é o Marcelinho em finais, de como o Rafa Luz incorporou a importância da vibração no Flamengo, de que o Olivinha é a personificação do cara que a gente quer em quadra (e em campo), dentre outras coisas. Porém, vou ficar com o Flamengo é o Primeiro Penta do NBB.

O Flamengo venceu o Bauru, de forma incontestável por 100 a 66 (39 a 32) na quinta partida das finais do NBB 8 - maior diferença de pontos em uma final da competição. Com isso, o Flamengo é cinco vezes campeão da principal competição nacional do país, quatro delas de maneira consecutiva. É coisa pra caramba!

Marcelinho fez 26 pontos, teve dez rebotes e seis assistências. O pivô JP Batista, que saiu do banco e registrou 20 pontos em 29 tentados (69% de aproveitamento) e seis rebotes teve uma excelente atuação. Com 22 pontos, nove rebotes 12,5 pontos e 7,2 rebotes de média na série, o Olivinha, presente nos quatro últimos títulos do Flamengo, foi eleito o Jogador Mais Valioso da decisão.

A pontuação dos jogadores foi: Rafa Luz (11), Ronald Ramon (3), Marquinhos (2), Olivinha (22) e Jerome Meyinsse (8): Entraram: Marcelinho (26), Gegê (5), Rafael Mineiro (2), JP Batista (20) e Jason Robinson (1).

Antes de terminar, vou abrir dois parágrafos especiais nesse texto.

O primeiro parágrafo vai para o Marcelinho Machado, o cara que mudou o basquete do Flamengo. Sabe aquela coisa de antes de Zico e depois de Zico no futebol? Acho que a gente já pode começar a pensar no basquete do Flamengo Antes do Marcelinho e Depois do Marcelinho. Observe que isso não desmerece, de formal alguma, o que tivemos antes do Marcelinho. Mas o que anda acontecendo nesses últimos anos, sempre com o Marcelinho sendo decisivo é para se homenagear, reconhecer e comemorar. O basquete do Flamengo mudou de patamar, inclusive de forma internacional.

O segundo parágrafo que abrirei é para o Olivinha. O cara foi considerado o melhor jogador das finais. Que prêmio merecido! Que jogador é esse que tem a humildade de lidar com a derrota e com a vitória de uma forma tão bacana que o torcedor se identifica. Que jogador é esse que tem uma identificação tão grande que deveria servir de exemplo de dedicação e hombridade. Que sorte do Flamengo ter um jogador como o Olivinha em quadra.

Fechado os dois parágrafos, mais um titulo para a conta do Fla Basquete, que é mais uma vez, como sempre ultimamente, o Orgulho da Nação!



Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.