Obrigada, Gaúcho!




http://s02.video.glbimg.com/x720/2043241.jpg

Há notícias de falecimento que chegam até você e você tem uma imagem da pessoa. Quando eu soube do falecimento do Gaúcho, artilheiro do Primeiro Penta, a imagem que veio foi o gol na final da final de 92, no Maracanã contra o Botafogo.

Aquele terceiro gol, no final do primeiro tempo, numa cabeçada tão característica deu a tranquilidade que o Flamengo precisava para ter uma grande vantagem para o segundo jogo. No título de 92, o Gaucho foi peça fundamental, assim como já tinha sido importante no Carioca de 91.

https://flamengoalternativo.files.wordpress.com/2015/11/gac3bacho-bahia.jpg?w=300&h=271

Gaúcho foi um 9 clássico, daqueles que o Flamengo só é campeão quando tem um.  Nunca vi o Flamengo ser campeão sem um 9 clássico. E o Gaucho, sendo um dos mais competentes cabeceadores que eu vi jogar, foi MUITO ÍDOLO. Campeão, artilheiro e honrava o Manto.

A história do Flamengo é feita de jogadores como o Gaucho. Jogadores para a gente se orgulhar, enaltecer, agradecer e lamentar, quando ele nos deixa.

O ídolo faleceu em virtude de complicações de um cancer, aos 52 anos,  em São Paulo. Descansa em paz, artilheiro!








Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.